quinta-feira, 11 de julho de 2013

Viagem Literária # 06

Para aqueles que não sabem, passei os últimos três meses em Londres, em um programa de intercâmbio. Além de apreender inglês, tive a oportunidade de viajar e, como não poderia deixar de ser, conferir a estória por trás de alguns livros. E foi assim que surgiu a coluna Viagem Literária que será publicada uma vez por semana, pelo período aproximado de dois meses. 

Comerciante, Presidente da Associação de Trabalhadores e membro do Conselho Municipal, William Brodie era considerado um cidadão exemplar de Edimburgo. Porém, o que ninguém sabia era que Brodie tinha duas amantes, cinco filhos ilegítimos, além de o hábito de apostar. Como se não bastasse, ele costumava dedicar suas noites a assaltar seus clientes. 

Seu trabalho como marceneiro somado a sua reputação de Conselheiro Municipal lhe dava acesso às residências da alta sociedade de Edimburgo. Após inteirar-se dos mecanismos de segurança e copiar as chaves das casas de seus clientes, Brodie retornava na calada da noite com seus comparsas.

Em 1786, a gangue planejou invadir o Escritório de Coleta de Impostos (Excise Office), ocasião em que um dos membros foi capturado. Brodie conseguiu fugir para Amsterdã, de onde pretendia embarcar para os Estados Unidos, todavia foi preso e enviado a Edimburgo. Dois anos depois Brodie foi condenado, sendo executado na forca publicamente.

Quase cem anos depois, Robert Louis Stevenson publicou o livro O Médico e o Monstro, inspirado na vida dupla de William Brodie, respeitável cidadão de dia e ladrão a noite. A clássica obra de Stevenson aborda de maneira metafórica a dualidade inerente ao ser humano.

Mas a influência de Edimburgo na literatura não para por aí. Foi no ano de 1877 que Arthur Conan Doyle conheceu o Dr. Joseph Bell conhecido por suas impressionantes habilidades de dedução que inspiraram na criação de um dos mais famosos detetives da literatura: Sherlock Holmes. Doyle e Bell trabalharam juntos no Royal Infirmary of Edinburgh.

Embora esta seja uma tese particular, creio que a inspiração de George Martin para a criação d'A Muralha também partiu da Escócia. Construída pelos Romanos entre 122 d. C. e 126 d.C., a Muralha de Adriano visava proteger o Inglaterra conquistada por Roma das tribos que habitavam a Escócia. Posteriormente, entre 140 d.C. e 142 d.C foi construída uma segunda muralha, denominada Muralha de Antônio. Resquícios das muralhas estão preservados até hoje.


Se você não conferiu o primeiro post desta coluna, clique aqui e descubra a influência de Edimburgo na obra de J. K. Rowling. 

E a coluna Viagem Literária chegou ao fim. Esperamos que vocês tenham gostado da jornada. 

16 comentários:

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Que histórias! Adorei a coluna, pena que chegou ao fim.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

GFC: Gabriela Cerutti Zimmermann

Ana Paula Barreto disse...

Não sabia de onde tinha saído a inspiração para o Sherlock! Acho incrível quando os autores conseguem tirar do cotidiano fonte para suas obras. Adorei saber disto!
Obs: Não acredito que chegou ao fim! Adoro esta coluna. =(
bjs
GFC: Ana Paula Barreto

Naty disse...

Legal ver como Edimburgo influenciou dois escritores maravilhosos. Adorei a história sobre o O Médico e o Monstro, não a conhecia.
Uma pena que acabou a coluna, estava adorando conhecer esses lugares.

Thaynara ribeiro disse...

Amei saber das suas viagens!!!
Me inspirou ainda mais a querer viajar!!!

✿Nessa✿ disse...

Oie!
Achei muito legal esta coluna, pena que chegou ao fim.

Beijos*
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Gabriella Alvim disse...

Não sabia sobre o Sherlock e nem do Martin, muito bacana. Adorei
É uma pena essa coluna ter chego ao fim

Francielle Couto Santos disse...

Uma pena que a coluna tenha chegado ao fim, Alê. Mas foi realmente incrível descobrir todas essas informações; todas as influências que grandes autores tiveram. Vejo que o intercâmbio foi bastante proveitoso. Parabéns!

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com.br/

Ju disse...

Jura que O Médico que O Monstro foi inspirado nele? Nunca tinha ouvido falar, que legal!!

E também não sabia que Sherlock Holmes tinha sido inspirado em uma pessoa real! *-*

Amei a postagem!

Beijo!

Ju
Entre Palcos e Livros

Ju disse...

Ai, desculpa, me esqueci de colocar meu nome de seguidora no GFC: Ju. É pra colocar em todas as postagens mesmo?

Luiza Ferreira disse...

Como sou nova por aqui, não sabia de seu intercâmbio. Que oportunidade maravilhosa! Vejo que aproveitou bastante, e que está compartilhando com a gente. Maravilha!
Que história interessante! Tive que conferir a postagem relacionada a J. K. Parabéns pela postagem!

Beijos, Lu ♥
http://luizando.blogspot.com.br

- Luiza Ferreira

Diego B. Oliveira disse...

Nossa, quando você citou Robert Louis Stevenson não resisti e resolvi comentar, hehehe. Acontece que ele é um dos meus escritores favoritos, e eu gosto muito de O Médico e o Monstro. E Sherlock Holmes, eu simplesmente amo, é um dos meus personagens favoritos!!! Nem imaginava quais eram suas inspirações reais!!
Seu blog é lindo, já estou seguindo.

Abraços!!

http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

Rodrigo Lessa ® disse...

Nossa que bacana em saber dessas coisas... Ainda mais do que inspirou a obra de J.K Rowling <3
Ahh vc foi para Londres, nossa que perfeito! Meu sonho é fazer um intercambio. Custou mt caro? Será que tem aqui em BH a mesma empresa q vc foi? ><
Sobre o post, eu gostei ainda do livro O Médico e o Mostro. Me chamou bem atenção esse livro. Foi muito bom saber dessas inspirações *0*

GFC: Rodrigo Lessa ®

Pam disse...

Oiie
AAh ja falei aqui em outro comentário que voce é muito chiqueeeeeee! rs
Adoraria viajar pro exterior assim.. qm sabe um dia eu consigo, né...rs
Achei super interessante essa ideia da viagem literaria...
Alem d vc aprender mais sobre as coisas la, tras informaçao pra gente tbm!
PArabens!
Uma pena eu só ter visto agora.. =(

bjihos
Pam
Meus Livros Preciosos

Gladys Sena disse...

Muito legal essas informações. Não tinha ideia de tudo isso!

GFC: Gladys.

Nardonio disse...

Achei essas curiosidades que você postou aqui super interessantes. É legal saber as inspirações que os autores têm para criar essas histórias que nos fazem tão bem. Gostei bastante dessa coluna, e espero que ela volte em breve.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Jessica Lisboa disse...

Achei curioso, nao sabia que ele havia inspirado autores (as).

Jessica Lisboa

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger