terça-feira, 15 de outubro de 2013

RESENHA: Visão do Além

“Com uma agenda de trabalho tão imprevisível, tínhamos que estar prontos para pegar a estrada a qualquer momento. Os mortos poderiam esperar uma eternidade, mas os vivos estavam sempre com pressa.” (HARRIS, 2011, p. 38)

***

Após ter uma boa experiência com o livro Morto Até o Anoitecer, primeiro livro da série Sookie Stackhouse e que inspirou a série True Blood, fiquei bastante interessado na combinação entre fantasia e suspense criada por Charlaine Harris. Em Visão do Além a mistura deu liga mais uma vez.

Harper Connelly tem um dom peculiar: além de conseguir encontrar os corpos de pessoas desaparecidas, ela descobre qual foi a causa da morte. Tendo transformado o dom em emprego, ela e seu irmão, Tolliver, viajam de cidade em cidade, e é assim que chegam em Sarne, onde descobrem o que aconteceu com uma adolescente. Porém, antes que consigam terminar os negócios na pequena cidade, outra pessoa é assassinada.

A narrativa em primeira pessoa é bastante envolvente, sendo que consegue mesclar momentos tensão com cenas hilárias e até mesmo com um pouco de romance. Ressalto que mesmo partindo de uma premissa um tanto dark, o enfoque dos livro está mais nos mistérios, e não tanto no sobrenatural. Então, não se preocupe se desejar ler o livro na calada da noite.

Visão do Além é um legítimo “whodunneit”, sub gênero policial em que o objetivo é descobrir qual é a identidade do vilão. Embora a resolução do caso não seja um intricado quebra-cabeça, reconheço que Harris fez um bom trabalho, pois as pistas que deixa no caminho apontam para vários personagens, de modo a deixar o leitor em dúvida a todo instante.

Minha única crítica ao livro resume-se a motivação do assassino, pois não me pareceu o suficiente para que agisse da forma que agiu. Não estou dizendo que o vilão não tinha motivos, ou que estes não fizeram sentidos, mas apenas que poderia ter sido algo melhor trabalhado. Certamente teria sido a cereja do bolo.

Apesar de algumas semelhanças com a série Sookie Stackhouse, Harris não se limitou a fazer mais do mesmo. Visão do Além é uma leitura leve e despretensiosa, que combina mistérios com um toque de sobrenatural na medida certa. Mesmo não se comparando a grandes livros policiais, a obra com certeza é sinônimo de diversão garantida.

Título: Visão do Além (ebook cedido pela Editora Lua de Papel)
Autora: Charlaine Harris
N.º de páginas: 182
Editora: Lua de Papel

10 comentários:

Ana Paula Barreto disse...

Achei bem legal a proposta do livro. Gosto muito deste gênero, dos mistérios e casos policiais. Mas concordo com você, a motivação dos crimes faz uma baita diferença.
De qualquer forma, com uma boa trama e bons personagens, acho que já compensa.
bjs
Ana Paula Barreto

Francielle Couto Santos disse...

Apesar de gostar bastante do gênero pautado, nunca havia cogitado ler a trama. Mas gostei bastante da sua resenha... bem clara e objetiva. Até me despertou o interesse.

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com.br/

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Uau! Adorei a premissa do livro. Gosto quando misturam policial com sobrenatural.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Nardonio disse...

Adoro esses livros que misturam suspense policial com sobrenatural, e, acima de tudo, tem um equilíbrio entre eles. Uma coisa que achei massa, foi essa capa. Muito bonita mesmo. Espero ler e me divertir com ele em breve.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Michelli Santos Prado disse...

Olá Alê!! Eu já tinha visto este livro e me encantado com sua capa, mas é a primeira resenha que leio, e outro detalhe não sabia se tratar de uma série. Mas mesmo assim achei super interessante esta ideia de mistério,mortes e sobrenatural. Adorei conhecer um pouco mais sobre está história!!

Rossana Batista disse...

Eu não sabia que esse livro foi o que inspirou a série True Blood. Assisti um pouco a série do que vi achei até legal. Espero que esse mistério todo do livro e essa busca pelo assassino possam me prender ao livro até o fim.

Roberta Moraes disse...

Gosto muito de livros que misturam sobrenatural e policial, nunca me decepciono, e ainda mais esse que você diz estar na medida certa. Sem falar que a capa está linda! Eu compraria.

Larinha Andrade disse...

Só 182 páginas? A leitura deve ser ultra gostosa, o tempo devo passar voando com o número compacto de páginas. Enfim... Gostei da aura misteriosa e do enredo pitoresco. Parece ser a medida necessária para atrair minha atenção para este livro. Gosto muito desse tipo de livro que te força e te leva a pensar em infinitas possibilidades a respeito de um assassinato, um vilão ou coisa assim. Sempre gosto de filmes e séries assim, pois faço várias teorias e não acerto uma rsrsrs

Bia Menezes disse...

Esse livro parece ser bem legal, nunca ouvi falar dele... Eu estou me interessando mais por livros de mistério, apesar de não ter lido nada do tipo. Eu só achei meio estranho mesmo esse dom da menina, e tenho certeza de que minha mãe não aprovaria essa leitura :s Mas me parece ser bem legal mesmo rsrs!
Beijoca

Foreverbia.blogspot.com

Adriana disse...

Muito legal essa historia, só não li ainda porque estou esperando ter os outros livros dessa série pra ler todos de uma vez só, um seguido do outro, prefiro assim, pois não gosto de começar ler uma série faltando livros, fico muito curiosa e não saberia esperar até ter o próximo! Sobrenatural e policial é sempre uma dobradinha que dá certo né! Eu adoro! :)
Adriana

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger