domingo, 25 de setembro de 2016

RESENHA: Em Algum Lugar Nas Estrelas

“— Eu me perdi.
— Eu sei, mas encontrou o caminho de volta. Encontrar o caminho não significa que você sempre sabe o que está fazendo. Saber encontrar o caminho de volta para casa é que é importante.” (VANDERPOOL, 2016, p. 238). 

***

Durante a Segunda Guerra Mundial, logo após a morte de sua mãe, Jack é enviado para um internato no Maine por seu pai, um oficial da Marinha. No internato, ele conhece Early, o mais estranho dos meninos, que parece viver em seu próprio mundo. Entre consertar um barco, ouvir Frank Sinatra e partir em uma aventura em busca de um urso que apavora a região, os meninos descobrem o valor da amizade. 

É impressionante como, em poucas páginas, Jack já conquista a simpatia do leitor, sendo impossível não se afeiçoar ao garoto que não sabe como vivenciar o luto, que se sente deslocado na nova escola e que vê seu próprio pai como um estranho. Jack está à deriva e a jornada em busca do urso se torna muito mais uma busca por sua própria identidade. 

Early, apesar de não ter o carisma de Jack, é um personagem interessante e peculiar: uma combinação de inteligência, sensibilidade, companheirismo e obsessão. E entre as muitas obsessões do menino, a maior delas é o número irracional pi e a forma como o enxerga: Pi não é apenas um número, mas um jovem ambicioso que tem sua própria estória. 

Assim, Em Algum Lugar nas Estrelas divide-se em duas partes: acompanhamos a estória dos garotos pelo ponto de vista de Jack, em primeira pessoa, alternadamente com a estória de Pi, narrada em terceira pessoa. Os capítulos são curtos e dinâmicos e a autora soube integrar as partes de Pi à estória de Early e Jack, as quais mantêm um curioso e intrigante paralelismo. Também merece elogios a narrativa, não apenas envolvente, mas repleta de belas e significativas metáforas.

Vale destacar o fato de que a autora soube desenvolver ambos os protagonistas, dando-lhes inúmeras facetas. No decorrer da jornada, o leitor se apega aos meninos e sente como se verdadeiramente os conhecesse e, por este motivo, a evolução deles ao longo da estória se torna ainda mais palpável. 

Um dos fatores que mais me impressionou foi como os personagens coadjuvantes e seus dramas foram bem desenvolvidos, mesmo que fizessem participações pequenas na estória. As interações entre os protagonistas e os personagens secundários foram magistralmente orquestradas, mostrando aos meninos que todo mundo tem seus próprios fantasmas, mas que não precisamos encará-los sozinhos. 

A sensibilidade da autora para lidar com assuntos complicados também merece elogios. Vanderpool aborda temas como luto, negação, violência, sofrimento, arrependimento, relacionamentos, redenção, e muitos outros de forma sútil e honesta. 

Sem ser piegas, nem cair no lugar comum, Clare Vanderpool escreveu o tipo de livro que parece um abraço: reconfortante e revitalizador. Apesar de ser um livro infanto-juvenil, Em Algum Lugar nas Estrelas consegue transcender seu público-alvo e certamente encantará leitores de todas as idades.

Impossível não elogiar o capricho da Darkside nesta edição, que conta não apenas com capa dura e papel pólen, mas também com belas ilustrações. 

Título: Em Algum Lugar nas Estrelas
Autora: Clare Vanderpool
N.º de páginas: 284
Editora: Darkside Books

20 comentários:

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê!
Menino, eu não fazia a menor ideia do que se tratava esse livro. Eu pensei que era algo de fantasia, sei lá...
Só de ter como pano de fundo a Segunda Guerra e ter ilustrações já despertou meu interesse.
Beijos
Balaio de Babados
Participe do sorteio de aniversário Balaio de Babados e Postando Trechos
Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros
Participe da promoção 5 anos de Além da Contracapa

Miriã Mikaely disse...

Oi, Alê. É muito difícil para mim gostar de livros assim porque estão completamente além da minha zona de conforto e do meu gênero preferido de livros. Mas concordo em relação a capa, que está realmente maravilhosa!
Beijo, Visite o Leitora Encantada

Vanessa Sueroz disse...

Oie,
nossa já tinha visto resenhas deste livro e achei muito fofo!
Adorei!

bjos
Blog Vanessa Sueroz

Desbravador de Mundos disse...

Olá, Ale.
Eu não fazia ideia que o enredo do livro fosse esse. Fiquei bastante curioso com a premissa e também em relação ao desenvolvimento dos personagens. Ademais, gosto quando os autores têm sensibilidade e conseguem tocar em assuntos complexos.
Ótima resenha e boa dica.

Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

Alice Teixeira disse...

Oi oi querido.
Adorei a resenha. Não sabia que o livro tinha ilustrações e isso me instigou a procurar pelo livro e encomenda-lo.

Beijoss, Enjoy Books

Gabriela CZ disse...

Comprei esse livro na pré-venda e estou aqui pensando por quê não li ainda, Alê. Que coisa mais linda! Parece ser realmente emocionante como eu esperava. Isso que você comentou do livro parecer um abraço já disse tudo. Vou tratar de adiantar essa leitura. Ótima resenha.

Beijos!

Vanessa Meiser disse...

Eu adoro livros com visões infantis carregadas no drama e já li um outro livro desta mesma editora com uma temática parecida e que por sinal eu amei. Por mim leria tudo o que a DarkSide publica!

Bj, Van - Retrô Books
http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

Adriana Holanda Tavares disse...

A Darkside como sempre traz edições de babar de lindas e também tem se dedicado a fazer com que as melhores histórias sejam suas e eles fazem com maestria. Eu não tenho esse, mas quem sabe um dia eu tenha dinheirinho (porque estou bem falida), achei essa coisa de tratar o número PI como alguém mega interessante, nem imagino como se dê essa trama dentro da trama, mas para escrever algo assim e manter a linearidade deve ser fantástico!

Michele Lima disse...

Oi Alê

Uma amiga tb leu e citou mesmo a sensibilidade da autora e o bom desenvolvimento dos personagens. Parece ser uma obra incrível e adoro as edições da Dark! <3

Excelente resenha como sempre!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Diego França disse...

Oi! Tudo bom?
A Darkside sempre arrasando com as edições e você sempre escrevendo resenhas maravilhosas. QUero tanto ler esse livro e foi confortante ler sua resenha. E o quote inicial é maravilhoso também.

Bjux.
Diego, Blog Vida & Letras
www.blogvidaeletrasblogspot.com

Eduarda Rozemberg disse...

Eu tenho um apego maior quando os livros trazem assuntos complicados, pois isso nos obriga a refletir no final da leitura e acho isso super importante. A história é bem diferente, a capa é muito bonita e a resenha está ótima, não poderia ter resultado diferente: estou muito curiosa pra conhecer.
Um abraço!

http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

Carol Espilotro, disse...

Olá! Eu me apaixonei pela capa do livro, a Darkside continua fazer publicações com um carinho maior a cada lançamento :o Eu gosto de livros que tem uma premissa mais complicada, fazem com que eu afunde de fez na trama. Eu amei a resenha, quero ler o livro!

bjs, Carol | Espilotríssimo
http://carolespilotro.com

Lais Rodrigues disse...

Olá!
Eu já havia visto a capa, mas eu só especulava, não sabia do que se tratava e sua resenha me fez ver que o que eu pensava desse livro não tem nada haver, nada mesmo!!!
voltando a capa que está maravilhosa, a premissa também, com toda certeza está na lista de pendencias!!
Obrigada pela resenha, até mais!

RUDYNALVA disse...

Alê!
Gosto de livros infanto juvenis porque eles vem sempre carregados de informações e sentimentos importantes.
Lidar com a perda não é fácil, principalmente quando se está sozinho em um lugar estranho.
Gosto de livros que abordam aspectos psicológicos.
“A sabedoria só nos chega quando não precisamos mais dela.” (Che Guevara)
cheirinhos
Rudy

Thalita Branco disse...

Olá Alê!
Quero muito ler esse livro. Na época do lançamento fizeram algumas comparações com obras do Stephen King e, aliada a capa maravilhosa, atiçaram minha curiosidade. Não sei se gosto da premissa que envolve o Pi mas só lendo mesmo para saber.
Bjs

EntreLinhas Fantásticas

Denise Rodrigues disse...

Oiee Alê!!

Eu e a Thalita ↑ estamos esperando promoção para esse livro há semanas!! A premissa parece ser tão interessante e a diagramação da Darkside tá impecável!! Que bom que a autora conseguiu desenvolver ambos os personagens, enriquece muito mais a história!! *-*

Assim que eu ler comento novamente, pq as expectativas estão altíssimas! rsrs

Bjsss :*

EntreLinhas Fantásticas ~ Tem Sorteio no Nosso Instaaa \o/

Márcia Saltão disse...

Olá!
Tenho esse livro na minha estante, mas ainda não li. A capa é linda e a premissa me encantou. Estou bem curiosa e com boa expectativa para com a leitura. E depois de ler sua ótima resenha, mais certa fiquei de que vou gostar muito da leitura. Abraços.

Ana I. J. Mercury disse...

As capas da Darkside são incríveis, e essa é uma das minha preferidas, sinceramente! rs
Eu gosto muito de livros sobre a Segunda Guerra, e esse por narrar as histórias desses meninos, num período tão complicado,e pelo jeito, a vida deles também é bem confusa, fiquei com muita vontade mesmo de ler!!!
Parece ser bem delicado, forte, e divertido ao mesmo tempo.
bjsss

Teca Machado disse...

Alê, desde que vi a capa desse livro meses atrás me interessei e olha que nem sabia sobre o que era.
Quando li a sinopse, já me apaixonei.
E agora com a sua resenha, quero muito muito ler.
Amo livros como você disse, que parecem um abraço.
Fora que eu realmente abraço os livros que gosto quando termino, hahaha.
Com certeza vou ler, ainda mais porque a história de Pi me deixou curiosa.

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com

Lourdes Gomes Santos disse...

Gosto de histórias fortes, intrincadas, sem muito romantismo e com um pouco de magia para apimentar(já li todos os volumes de Game of Thrones e estou aguardando ansiosamente o 6º livro). Após ter comprado Em Algum Lugar Das Estrelas e, só depois da compra ter descoberto que é direcionado ao público infanto-juvenil, confesso que me decepcionei bastante mas lendo os comentários , percebi que poderá me agradar. Não recebi o livro ainda, mas acho que não vou me decepcionar, ou espero.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger