quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

RESENHA: Sob a Redoma

Sob a Redoma Stephen King
Divulgação instigante, críticas entusiasmadas e a vontade constante de ler algum livro do Mestre de Terror me levaram a adquirir Sob a Redoma. E, sem dúvida nenhuma, Stephen King foi uma das melhores descobertas do ano de 2012.

Em uma manhã de outubro, a pequena cidade de Chester Mill é isolada do resto do mundo por um campo de força invisível. Ninguém entra, ninguém sai. Sem saber com o que estão lidando, os moradores se vêem nas situações mais inimagináveis.

A premissa do livro é interessantíssima, não apenas pela redoma em si, mas, sobretudo, pelo impacto que ela causou na vida dos habitantes da cidade. Afinal, neste contexto volúvel, absolutamente tudo pode acontecer: caos, abuso de poder, pânico, violência, mortes, etc. Inclusive, asseguro que o livro é completamente imprevisível.

Embora o livro seja um "calhamaço", o leitor não se sente enrolado. Todas as novecentas e cinqüenta páginas têm sua razão de ser, pois revelam a trama magistralmente concatenada por King.

Os personagens são um capítulo a parte. São muitos, é verdade, mas nenhum deles está ali para encher “lingüiça”. Além disso, foram extremamente bem construídos, tanto é que nunca vi tantos personagens da literatura soarem tão vívidos. Chama atenção o fato que o livro não possui protagonista, visto que no desenvolver da estória alguns personagens ganham mais destaque que outros.

“Era a principal razão pela qual nunca pensara em sair de Mill. No mundo maior, ganharia mais dinheiro, mas a riqueza era a cerveja da vida. O poder era o champanhe.” (KING, 2012, p. 405-6).

Mesmo sendo conhecido pela alcunha de Mestre do Terror, saliento que Sob a Redoma não se encaixa exatamente neste gênero. Em verdade, creio que a obra transcende a um gênero literário específico, visto que momentos de tensão e suspense são seguidos por cenas hilárias.

Stephen King demonstrou cabalmente sua habilidade como escritor e se mostrou como um profundo conhecedor do ser humano. Tenha certeza que ao ler sobre os dramas e desventuras dos habitantes de Chester Mill, você irá pensar que esta poderia ser sua cidade, e os personagens seus familiares, amigos e vizinhos. 

Encerro reconhecendo que não há palavras para descreverem o quanto me surpreendi com Sob a Redoma. Apenas posso afirmar que em certos momentos desejei ter tido a ideia para escrever este livro, mas no momento seguinte percebi que não teria a capacidade para contar uma estória tão grandiosa. 

Título: Sob a Redoma
Autor: Stephen King
N.º de páginas: 951
Editora: Suma de Letras


Compre: Amazon
Gostou da resenha? Então compre o livro pelos links acima. Assim você ajuda o Além da Contracapa com uma pequena comissão.

10 comentários:

Aione Simões disse...

Oi Alê!
Gente, não sabia que o livro tinha quase 1000 páginas.
Incrível ver que tudo na história é condizente e não enrolação.
Realmente, o livro não parece ser tão ligado ao terror, ao mesmo tempo que também não parece pertencer a um gênero específico...
Beijos!

MsBrown disse...

Gostei da resenha, me deixou curiosa!

Thyeri Bione disse...

Alê, esse livro é muito bom mesmo. Lembro ter devorado o livro. Fiquei feliz quando finalmente decidiram trazê-lo para o Brasil, pois assim eu poderia ver se as pessoas compartilhariam da mesma opinião que eu. Aquele final "louco", é bem King... Acho engraçado considerarem King como mestre do terror, pois eu o acho tão mais abrangente que isso. Ele não foca em apenas um único gênero; e seus personagens sempre transcendem o gênero específico de seus livros. Não sei se você já leu outros livros dele, mas espero que continue com a leitura do Mestre King.

Abraço!

Eduarda Menezes disse...

Alê, eu sou fã incondicional de Stephen King. O cara é um gênio mesmo, um escritor como poucos. Muito me alegra saber que o livro é tudo isso, mas não posso dizer que estou surpresa, nunca espero pouco do autor. Os livros dele são mega envolventes, os personagens são incríveis porque realmente são reais. Eu acho que uma das características mais fortes do autor, consiste, basicamente, em tornar situações improváveis em algo completamente possível aos olhos do leitor. A gente começa a pensar como seria se aquilo acontecesse e, por um tempo, realmente acontece. Pode até não ser um terror escancarado, mas quase sempre há um terror psicológico. Algumas obras dele são tão completas, que a gente fica sem saber o gênero correto para classificá-las mesmo.
Estou ansiosíssima para ler Sob a Redoma e espero fazê-lo em breve.
Adorei a resenha!
Beijos!

Eduarda Menezes disse...

"Realmente são reais" ficou estranho HAHAHA Foi a empolgação do momento! Enfim, deu pra entender a essência.

Mey disse...

Estou louca para ler esse livro, mas o preço assusta um pouco. De qualquer forma, adoro a escrita de Stephen King. Sempre li apenas livros de terror que ele escreveu. Adoraria conhecer essa outra forma que ele usou para contar a historia. Bjksss

Nardonio disse...

Já me assustei com o tamanho desse livro... 951 páginas?!?! è de espantar qualquer um. Rsrsrs
Já faz muito tempo que estou querendo ler algo do Stephen King, mas ainda não tive oportunidade. Acho que esse seria um bom pontapé inicial. Gostei bastante da história, e pelo que você disse, está tudo encaixado perfeitamente. Ou seja, praticamente uma intimação pra ler esse livro.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Mey disse...

Meyre Christina

Daiane Carvalho disse...

Quem não Ama Stephen King AINDA ? EU o/o/o/o/
Não acredito que até hoje, nunca li um livro sequer do Stephen King.
E olha que oportunidades não faltaram. Gostei muito desse livro assim que o vi pela primeira vez na livraria. Só tenho um pouquinho de medo de livro grandes. Passou de 500 páginas rola aquela preguiça.
Mas ainda não mudei de ideia, quero que meu primeiro livro lido do Stephen seja Celular.

Beijos, Dai :*
GFC - Daiane Carvalho

Virginia de Oliveira disse...

Nunca li nenhum livro de Stephen King mas os leio muitos elogios sobre ele. Sua resenha me deixou com muito curiosa em ler esse livro, quando arrumar dinheiro com certeza irei comprá-lo.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger