quarta-feira, 24 de julho de 2013

RESENHA: O Guia do Mochileiro das Galáxias

“Uma das coisas que Ford Prefect jamais conseguiu entender em relação ao seres humanos era seu hábito de afirmar e repetir continuamente o óbvio mais óbvio, coisa do tipo ‘Está um belo dia’ ou ‘Como você é alto’ ou ‘Ah, meu Deus, você caiu num poço de dez metros de profundidade, você está bem?’.” (ADAMS, 2010, p. 43).

***

Sempre tive vontade de ler a série do O Guia do Mochileiro das Galáxias, pois é um dos maiores clássico da ficção científica. Porém, mesmo depois de ter adquiridos os cinco livros por uma bagatela, fiquei protelando a leitura. Certo dia, procurando por uma leitura diferente, decidi que era chegada a hora de ler o primeiro volume da série. E diferente é um bom adjetivo para caracterizá-lo.

A única preocupação de Arthur Dent naquela quinta-feira era a iminente destruição de sua casa. Porém, após escapar da destruição do planeta Terra por um triz, sendo salvo por seu amigo, Ford Prefct, a dupla mergulha nas mais inusitadas situações viajando pelo espaço.

A melhor palavra para descrever a narrativa de Douglas Adams é imprevisível. Isso porque é absolutamente impossível prever o rumo que a estória irá tomar, o que mantém o interesse do leitor sempre em alta. Além disso, o autor é inglês, o que significa que o humor irônico é umas das principais características da obra, tornando a leitura regada a gargalhadas (acho que a citação acima diz tudo, não?)

Os personagens, além de bem construídos, se destacam pela sua peculiaridade e verossimilhança. Por sua vez, mesmo contando com uma trama relativamente simples, há inúmeros acontecimentos que deixam os ganchos para os demais livros da série.

Apesar de publicado há mais de trinta anos, é surpreendente como algumas discussões polêmicas abordadas pelo livro ainda permanecem atuais.

Devo reconhecer que a leitura é um pouco nerd, e talvez não seja tão interessante para aqueles que, por exemplo, prefiram romances ou dramas. Se você gosta do gênero, o livro garante uma leitura rápida, leve e divertida.  

Título: O Guia do Mochileiro das Galáxias
Autor: Douglas Adams
N.º de páginas: 156
Editora: Arqueiro

14 comentários:

Ana Paula Barreto disse...

Eu vi o filme e estou esperando ansiosamente a minha coleção chegar para ter a experiência literária! rs
Realmente é uma história totalmente nerd e eu adoro isto, além disto é bem maluca e imprevisível, como você disse. O que quero mesmo saber é se a obra original é BEM melhor do que o filme, se tem mais informação relevante, se os personagens são mais elaborados, etc.
bjs
GFC: Ana Paula Barreto

Iuri Carli disse...

Desisti do livro no meio, um pouco chato, não conseguia entender muitas coisas.

Alessandra disse...

Eu li toda a série.
Admito que no inicio eu fiquei sem entender algumas coisas,já que estou longe de ser nerd e não estava acostumada com esse tipo de leitura.
Mas não desisti e as coisas começaram a fluir e a ficar mais divertidas.
Acredito que algumas coisas eu deixei passar,por não entender mt bem, mas o saldo final foi super positivo!

Seg: Lê

Realidade Caótica disse...

Nada melhor do que ter muitas vontade de ler um livro, e lê-lo e descobrir que ele merecia toda a ansiedade que você teve. Muito boa sua resenha. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Eu gosto de ficção científica, mas confesso que não tinha interesse na saga porque não gostei do filme. Sei que não é um bom parâmetro, mas... Enfim. Mas vou ver se de repente as resenhas dos próximos volumes me faz mudar de ideia, pois essa já me deu outra visão. :)

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Thaynara ribeiro disse...

Apesar de ter muitos fãs, eu não me interesso pela série....

GFC: Thaynara Ribeiro

Francielle Couto Santos disse...

Alê, sou louca para ler essa série faz tempo. Não tenho os livros ainda, e devido a lista imensa, fico só naquela do 'adiar' sem saber ao certo quando irei realizar a leitura. Mas, sinceramente, espero que não demore demais... a cada resenha tenho mais certeza que irei adorar o enredo criativo e - como você fez questão de frisas - imprevisível do Adams. Ótima resenha!

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com.br/

Gabriella Alvim disse...

Estou na mesma situação que você esteve. Comprei a série há um tempo, mas não li nenhum livro ainda por pura preguiça HAHA.
Não lerei agora, mas a sua resenha me deixou bem curiosa =D

Gladys Sena disse...

Não sabia que tinha mais de trinta anos de lançado!!
Apesar dos bons comentários não fiquei interessada em lê-lo.

GFC: Gladys.

Nardonio disse...

Tenho os três primeiros volumes dessa série aqui em casa, mas também não os li. Essa citação realmente mostra um humor bem irônico, e eu gosto muito. Assim que conseguir completar a coleção, lerei de uma só vez.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Ju disse...

Também comprei essa série numa mega promoção, rs, mas até hoje não consegui iniciar a leitura.

Não sabia que dava pra rir tanto lendo essa série! hehe... Vou anotar a dica para quando eu estiver ficando deprimida por causa do excesso de dramas que leio... rs...

GFC: Ju

Naty disse...

Eu já vi o filme e tenho muita curiosidade para ler essa série. Achei o enredo muito criativo e fiquei curiosa em como o autor colocou ele no papel.

Pam disse...

Oiiie
Ja sei q nao é meu estilo esse livro..
Sou totalll romantica!
Ja vi esses livros por ai milhoes d vezes, mas nao me atraiu e acho q nem cedo vou querer conferir!
Tem filme, ne? eu nao vi ate hj....

bjinhos
Pam
Meus Livros Preciosos

Jessica Lisboa disse...

WTF 30 ANOS ?!! Eita ta entao, estou curiosa pra ler esse livro, acho tao fofo, lembra meus tempos de nerd, acho as capas lindas *-*

Jessica Lisboa

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger