sábado, 15 de fevereiro de 2014

RESENHA: Eu e Você

“E depois eu odiava finais. Nos finais, no bem e no mal, as coisas têm que ficar arrumadinhas. Eu gostava de contar sobre confrontos entre alienígenas e terráqueos sem uma razão, sobre viagens espaciais em busca do nada. Também gostava dos animais selvagens que vivem sem um porquê, sem saber que vão morrer. Quando via um filme, detestava que papai e mamãe ficassem sempre comentado o fim, como se a história estivesse toda ali e o resto não importasse nada. Então, na vida de verdade, também nela, apenas o fim é importante?” (AMMANITI, 2013, p. 129/130)

***

Fiquei interessado em Eu e Você por causa de mais uma resenha impecável da nossa querida parceria Duda do blog Book Adict. Quando o filme, dirigido por Bernardo Bertolucci, estreou no Brasil no final do ano passado, sendo bem recebido pela crítica, minha vontade de conferir a obra de Niccolò Ammaniti aumentou ainda mais.

Lorenzo Coni preparou-se para uma semana perfeita. Disse aos pais que iria esquiar com os amigos nos Alpes italianos, mas, na verdade, refugiou-se no porão do prédio, equipado com comida, vídeo games e livros. Porém, seus planos são interrompidos pelo aparecimento de sua meia-irmã, Olívia.

Apesar da capa, e até mesmo do título, darem a entender que o livro de Ammaniti trata de uma estória amorosa, Eu e Você, na verdade, diz respeito aos laços familiares, ao crescimento pessoal e a busca por uma identidade em uma sociedade que, muitas vezes, despreza os diferentes.

Com pouco mais de cento e cinqüenta páginas, creio que Eu e Você poderia ser classificado até mesmo com um conto, porém, é impressionante a profundidade do texto de Ammaniti, assim como a complexidade de seus personagens.

Lorenzo é um adolescente de quatorze anos que possui uma estranha preferência pelo isolamento e uma mente aguçada, porém, sabe que isso pode lhe tornar alvo de "brincadeiras". Portanto, ele finge ser como os demais, um adolescente qualquer, com os mesmos problemas e preocupações, vivendo uma mentira para poder viver em paz.

O súbito surgimento de sua meia-irmã acaba por se tornar um momento marcante na vida do adolescente, pois o força ao convívio social que ele tanto abomina, colocando-o em contato direto com as dificuldades alheias. Olívia — que lhe é praticamente uma desconhecida — estoura sua bolha, bagunça seu refúgio e o conduz em uma jornada de amadurecimento. 

Ammaniti conseguiu encarnar um garoto de catorze anos, dando voz a seus sentimentos contraditórios e a uma linha de raciocínio peculiar, mas o fez de forma natural e fluída, e que em poucas páginas encanta o leitor. Aliás, é quase impossível começar a leitura e desejar interrompê-la antes do final. 

O desfecho é brusco e impactante, e faz com que o leitor demore a absorver os acontecimentos, além de obrigá-lo a refletir sobre uma série de questões, que vão desde os relacionamentos até o comportamento humano.  

A obra de Niccolò Ammaniti é uma verdadeira homenagem as dualidades da vida. Emocionante e arrebatador. Sensível e mordaz. Simples e complexo. Assim, não poderia haver título mais propício do que Eu e Você.

Título: Eu e Você
Autor: Niccolò Ammaniti
N.º de páginas: 155
Editora: Bertrand

10 comentários:

Ana Paula Barreto disse...

Pensei que o livro fosse um romance mesmo, mas fiquei surpresa depois de saber do que se trata.
Acho que uma história assim, sobre crescimento e também sobre comportamento humano, é o estilo que mais gosto de ler. É incrível ver que no meio de uma ficção surgem tantos questionamentos e reflexões importantes sobre a vida.
Esse eu quero ler o mais rápido possível.
bjs

Jessica Lisboa disse...

Faz um certo tempo que tenho interesse de ler esse livro, achei a historia tratada no mesmo diferente do que eu tenho a rotina de ler, o enredo é muito bom. Espero poder ler esse livro em breve pois minha curiosa sobre o mesmo.


xx

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Não tinha conhecimento sobre o livro e nem sobre o filme, mas dados ao comentários sobre a profundidade do enredo fiquei interessada. Vou procurarar.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Lucas Kammer Orsi disse...

Não conhecia o livro por inteiro (apenas de vista). No entanto, também não imaginava tamanho aprofundamento na narrativa, e não esperava uma história tão complexa. Imaginava apenas mais um romance adolescente. Depois da resenha, fiquei com uma pontinha de vontade de conhecer a história.

Abraço,
Lucas
ondeviveafantasia.blogspot.com.br

MsBrown disse...

Olá, Alê! Desta vez vou apenas elogiar seu blog. Aqui sempre encontro novidades (às vezes nem são livros recentemente lançados, mas que eu não os conhecia). Muito bem escrito e sincero, seus posts me inspiram a pensar duas vezes antes de decidir se quero ler tal livro ou não. :)

Aline T.K.M. disse...

Ainda não li o livro, mas me encantei com o filme do Bertolucci (que já admirava por Os Sonhadores). Achei a história de uma delicadeza ímpar, gostei muito dos personagens, da trilha sonora e de como a trama conseguiu envolver mesmo se passando praticamente toda dentro de um depósito. Quero muito ler esse livro e espero gostar tanto quanto do filme.

Um beijo, Livro Lab

Jéssica Soares disse...

Confesso que imaginava que a história desse livro seguiria o caminho do romance e nem me preocupei em ler a sua sinopse, agora estou extremamente arrependida! "Eu e Você" parece ser um livro bem interessante e fiquei bastante curiosa para conferir a narrativa do Niccolò Ammaniti! Foi para a minha lista de desejados!
Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

Nardonio disse...

O título e a capa, realmente enganam muito, pois também imaginava que era algo mais romântico. O que achei interessante é que, mesmo com poucas páginas, o autor conseguiu dar uma profundidade que pouquíssimos autores conseguem. Fiquei bem curioso pra ler e assistir o filme.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Mi disse...

Olá! :D

Também já havia escutado algo sobre o livro no blog da Duda, rs.
Não sei se faria o meu estilo de leitura, mas alguns pontos na tua resenha me chamou att. Abordagem sobre irmãos; livro fininho, mas ao mesmo tempo complexo...

Darei uma chance e um dia te conto o que achei! rs.

Beijos!
Mi
Inteiramente Diva

camila rosa disse...

Nossa o livro parece ser bem legal, eu nem sabia que tinha um filme vou procurar para ver, a historia dele parece que nos ensina alguma coisa sobre família a capa é linda eu amei ela.
Beijos!!!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger