sábado, 5 de setembro de 2015

RESENHA: A Revolução dos Bichos

“Todos os bichos são iguais, mas alguns bichos são mais iguais que outros.” (ORWELL, 2007, p. 106). 

***

Li A Revolução dos Bichos pela primeira vez quando estava no ensino médio, reli quando estava na faculdade e decidi que era chegada a hora de uma nova releitura. Isso por que o livro de George Orwell possui tantas facetas a serem descobertas que cada nova leitura permite extrair novas reflexões. 

A Granja do Solar é comanda pelo fazendeiro Jones, que não tem muita piedade de seus animais, visto que os faz trabalhar o máximo possível, dando-lhes a menor quantidade de ração. É então que o velho Major, um porco, sonha com os dias que a granja estará aos cuidados dos próprios animais e não serão explorados pelos humanos. A revolução chega antes do esperado e sãos os porcos, os animais mais inteligentes, que se tornam os líderes da agora Granja dos Bichos. 

Fico fascinado com a capacidade de Orwell em compor uma alegoria que consegue ser tão simples e tão complexa ao mesmo tempo. Simples por que a estória em si não conta com muitas reviravoltas ou eventos inesperados, mas complexa por que retrata através de animais inúmeras facetas da história da humanidade. 

Em sendo uma fábula, vejo que o autor faz um diálogo com vários assuntos. A começar pelo sonho de Major, que faz as vezes de profeta, prevendo um tempo melhor e criando uma causa para os animais. É assim que surge a doutrina do animalismo, com seus mandamentos e conceitos próprios. Impossível não enxergar o argumento de Orwell: crie uma causa, invente um inimigo e terá a sua disposição pessoas dispostas a se sacrificarem por esse ideal. Como se vê, a obra permanece mais atual do que nunca. 

Mas a fábula de Orwell não para por aí. Assim como toda a revolução tem seu ápice, a queda vem logo em seguida.  Chega a ser espantoso ver os princípios que orientaram a revolução serem violados em benefícios de alguns, ver aquela sociedade se tornar cada vez mais tirânica e opressora. A revolução que havia começado pelo mais nobre dos motivos começa a se desvirtuar, e a leitura se torna mais revoltante a medida que a estória avança. A genialidade de Orwell é fazer com que o leitor veja os eventos narrados com certa incredulidade, imaginando que isso jamais aconteceria no mundo real. Por isso, a melhor parte do livro é quando se começa a perceber que eventos como esse já aconteceram, continuam acontecendo e provavelmente continuarão acontecendo. Sem dúvida alguma, A Revolução dos Bichos é o maior soco no estômago que um livro já me deu. 

Não preciso nem falar que a sátira ao socialismo é evidente. A corrupção do sistema, as traições, a luta pelo poder, e a manipulação das massas são apenas alguns dos temas abordados pela fábula criada por Orwell. Qualquer leitor que tenha um mínimo de conhecimento histórico irá perceber os paralelos criados ao longo da trama com a Revolução Russa e o surgimento da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.  

A Revolução dos Bichos tem um pano de fundo bastante interessante. O livro foi publicado em 1945, pouco tempo antes do final da Segunda Guerra Mundial. Na ocasião, a Inglaterra lutava ao lado da URSS e qualquer crítica, mesmo que velada, a Stalin e a seu governo não era vista com bons olhos. Assim, a intenção de Orwell era criar uma estória de fácil compreensão e que desmascarasse o mito soviético. Não é por menos que o livro foi rejeitado por quatro editoras. 

A Revolução dos Bichos é o tipo de livro que é muito mais impactante pelas reflexões que provoca do que por sua estória. Apesar de 1984 ser considerada a obra-prima de Orwell, considero A Revolução dos Bichos muito mais fascinante e envolvente. E tenho certeza de que está não foi minha última visita à Granja dos Bichos. 

Título: Revolução dos Bichos (exemplar cedido pela editora)
Autor: George Orwell
N.º de páginas: 147
Editora: Companhia das Letras

25 comentários:

Wislanny Martins disse...

Oi, Alê!
Acho tão legal quando temos a oportunidade de reler determinado livro ao longo da vida e a cada leitura ir despertando outras atenções, com certeza irei fazer isso. O livro é sensacional e seu texto consegue expressar isto muito bem, parabéns! Adorei!

Beijo.
livrosdawis.blogspot.com.br

Vanessa Vieira disse...

Gostei da resenha Alê. Só ouço excelentes comentários a respeito dos livros do George Orwell e este título, em especial, me deixou bastante interessada, principalmente por fazer analogia as guerras vivenciadas em nosso mundo. Abraço!

www.newsnessa.com

Gabriela CZ disse...

Que vontade de reler A Revolução dos Bichos, Alê. Li quando estava terminando o ensino fundamental e já na época fiquei bem impressionada com as reflexões sugeridas, e creio que hoje tendo mais conhecimento e compreensão teria um impacto ainda maior. O problema é que perdi o livro na mudança. :/ Tenho que arranjar outro. Ótima resenha.

Abraços!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Ana Clara disse...

Oi Alê!

A primeira vez que tive contato com essa história foi num filme que meu professor de Filosofia do Ensino Médio passou para gente. Depois fui ler o livro de tanta curiosidade. Adoro como Orwell faz a sátira ao socialismo e olha que eu não sou muito fã de História (nem de nenhuma matéria das humanas, para ser sincera). A única coisa que eu não concordo com você é esse final... Ainda acho 1984 o melhor livro do autor, e um dos melhores que li na vida.

Beijo!
http://www.roendolivros.com/

Daniel Moraes disse...

Olá, Alê! Tudo beleza?

Cara, ainda não li este livro, apenas fiz uma breve leitura de uma parte ainda no ensiino médio, porém, quero muito ler, pois parece ser bem interessante, apesar de muitas pessoas não gostar tanto assim.
Espero um dia poder ler este livro que está nos meus favoritos!

Alê, visite nosso site Irmãos Livreiros e caso queira inscreva-se, ficarei super feliz!
Também estamos no Youtube, inscreva-se no canal Irmãos Livreiros para receber os vídeos em primeira mão!

Abraços!
Irmãos Livreiros

Thamiris Dondóssola disse...

Olá,
Já tenho vontade de ler esse livro há muito tempo. Mas ao ler sua resenha senti que devo fazer isso com urgência. Não tenho conhecimento ainda do foco que a leitura carrega, mas fiquei imaginando que seria maravilhoso assistir a vingança dos animais contra os seres "humanos" que os maltratam.

Tão doce e tão amarga.

Ariane Reis. disse...

Oie Alê =)

Me sinto uma ET por ainda não ter lido esse livro. Sempre leio boas criticas e acredito que eles seja o tipo de leitura que gera bastante reflexões em quem lê, mas ainda não tive oportunidade de ler ele.
Espero ter essa oportunidade em breve.
Ótima resenha!

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Daniella Souza disse...

Oi, Alê!
Revolução dos Bichos é um dos meus livros preferidos. Eu li pela primeira vez na faculdade e me apaixonei completamente. (acho que minha paixão por história tem um pouco de culpa. rs)
Eu sempre indico essa leitura. <3
Amei sua resenha!
Beijo

http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

RUDYNALVA disse...

Alê!
O que é mais interessante é que mesmo após mais de meio século de escrito, a história do livro pode ser facilmente nos dias atuais e as mesmas análises serem feitas hoje, é um livro atemporal e muito bem escrito, uma verdadeira sátira política.
“Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.”(Friedrich Nietzsche)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

Markus Andrez disse...

Oi, Alê! Tudo bem?
Cara, esse é um daqueles clássicos que eu morro de vontade de ler, mas nunca tenho oportunidade. Tenho uma lista de livros "clássicos" pra ler e esse é um dos primeiros.
Adorei a resenha.
Abraço
mundoemcartas.blogspot.com.br

Tony Lucas disse...

Oi, Alê! Tudo bem? Eu gosto bastante dessas obras que ao relermos acabamos fazendo reflexões diferentes das que fizemos anteriormente! A premissa de "A Revolução dos Bichos" chama bastante a minha atenção e sua resenha só fez com que a minha vontade de ler a obra aumentar! :)

Abraço

http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/08/resenha-premiada-johnny-bleas-um-novo.html <- Tá rolando promoção do livro "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" lá no blog! ;)

Mariana Gabriela disse...

Olá, Alê!
Uma vez peguei esse livro na biblioteca, mas como estava atolada com vários compromissos, acabei deixando o livro de lado! Depois da sua resenha fiquei com aquela pontinha de curiosidade para ler o livro.
Beijos!
http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

Ycaro Brito disse...

Olá, Alexandre. A Revolução dos Bichos está na minha lista de desejados faz um tempo. Ouço comentários sobre a escrita do George Orwell ótimos, sempre referindo-se às reflexões do autor. Pretendo ler.

Diane disse...

Tenho até vergonha de ainda não ter lido esse livro :(
Muitas pessoas fazem lindos comentários sobre ele e agora com essa sua resenha acho que não vou ter outra saída a não ser o ler rsrs .
Adorei sua resenha , beijos .

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Gabrielle Oliveira disse...

Olá! Já vi muitos comentários positivos sobre as obras do George Orwell e tenho uma grande vontade de ler 1984, porém até então não havia parado para ler algo sobre A Revolução dos Bichos. Esse livro não me deixou tão curiosa, mas parece ser bem interessante. Beijos!

http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

Ágata Bresil disse...

Antes mesmo de ler qualquer livro do autor, eu já decidi comprar o box. Ainda preciso terminar de ler um montão de livros que eu tenho aqui na fila, mas George Orwell é minha próxima compra.

Sua resenha tá absurdamente bem escrita. Sério. Eu to ansiosa pelas reflexões que a leitura me trará, sou dessas que adora quando um livro muda a vida ou a visão dela.

Tudo Tem Refrão

The Nice Age disse...

Oi Alê!

Mais uma resenha maravilhosa desse livro, preciso criar vergonha na cara e conhecer logo a escrita do autor.
Adorei, Adorei, a resenha!

Beijos!

Cintia
http://www.theniceage.blogspot.com.br/

Dan Igor disse...

Oi!
O livro é mesmo maravilhoso, a crítica social que ele é passa é muito forte e realista. Acho que a diversão e o suspense em algumas partes também contribuem bastante para uma leitura rápida e agradável! O final também é muito show *---*
Adorei a resenha, abraços ^-^

Guilherme Dias disse...

Heey!
Eu já li esse livro do Orwell e devo dizer que me apaixonei ♥. A crítica social, o contexto histórico no qual está envolvido e a criatividade do autor tornam essa obra fantástica =)
Abraços!!
Blog - Desbravando o Infinito

Mariele Antonello disse...

Já vi muitos comentários sobre este livro, mas sinceramente não sei se eu leria, quem sabe futuramente, mas no momento não, sua resenha está muito boa, é ótimo quando lemos, relemos um livro e continuamos descobrindo coisas novas sobre ele.

Bianca Geisler disse...

Não poderia concordar mais com o que você disse sobre ser uma obra simples e complexa ao mesmo tempo. Tudo vai da interpretação, de verdade.
Eu gostei do livro mais por ser um "clássico", porque não faz muito o meu estilo. Ainda tenho que ler 1984 para comparar, mas acho que não vai ser melhor do que esse não.
De qualquer forma, gostei muito da sua resenha.

Beijos,
Bi.

- www.naogostodeunicornios.com

Iasmin Morais disse...

ESSE LIVRO!!!!
Não sei expressar com palavras o tanto que foi prazeroso pra mim ler. Dos melhores que já li na vida. E sua resenha é muito boa!!
Gostei do seu blog! Estou seguindo. Beijo!

http://exploradoradelivros.blogspot.com.br/

Sil disse...

Olá, Alê.
Você ai na terceira leitura do livro e eu ainda não li nenhuma vez hehe. Nem nada do autor ainda. Mas mesmo todo mundo falando super bem do livro, eu não tenho vontade de ler ele. Eu prefiro ler livros de outros gêneros e com tantos na minha lista, dou preferência para o que eu gosto de ler. Como o tempo é pouco hehe.

Blog Prefácio

Gus disse...

Eu não consigo reler livros :( Mas nossa! Esse livro deve ser incrível! 1984 já estava na minha lista de desejados, mas agr vou adicionar A Revolução dos Bichos. Adoro livros que criticam a sociedade atual (mesmo tendo sido escrito em 1945, ele faz reflexões sobre a sociedade atual). Abraço!

www.cidadedosleitores.blogspot.com

MP Livraria disse...

A revolução dos bichos é um livro que estará sempre na atualidade mesmo ter sido escrito em 1945. A visão do autor estará sempre presente na política mundial. O Brasil está sempre em revolução. O que o autor revela em relação a corrupção do sistema, as traições, a luta pelo poder, e a manipulação das massas nós conseguimos vê hoje no Congresso Nacional. O povo sempre em busca da igualdade e os políticos se "engalfinhando" por poder e dinheiro. Vale a pena sim ler a Revolução dos bichos.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger