domingo, 6 de novembro de 2016

RESENHA: O Adulto

“Ainda assim, eu também sentia: a casa. Não necessariamente malévola, mas... atenta. Podia senti-la me estudando, faz sentido? O lugar me sufocava. Certo dia eu estava esfregando o piso e de repente senti uma dor pungente no dedo médio — como se tivesse sido mordia —, e quando olhei, estava sangrando. Enrolei o dedo, apertando-o com um dos panos de limpeza, e vi o sangue penetrar no tecido. Senti como se algo na casa tivesse ficado satisfeito. 
Comecei a ter medo.” (FLYNN, 2016, p. 36)

***

Já comentei aqui no blog que não tenho o costume de ler contos, pois acho mais difícil de me conectar com a estória. Entretanto, após quase um ano sem ler algum livro de Gillian Flynn — uma das melhores autoras contemporâneas —, mal podia esperar para conferir O Adulto. E mesmo com altas expectativas, Flynn não decepciona. 

Uma jovem — cujo nome não sabemos — é uma falsa vidente. Tendo uma aptidão natural para “ler” as pessoas, ela nunca teve dificuldade em dizer exatamente o que seus clientes queriam ouvir. Quando atende Susan Burke, mulher que acredita que a casa para a qual se mudou está tornando seu enteado, Miles, mais agressivo, a “sensitiva” imagina que irá ganhar dinheiro fácil ao fazer uma limpeza espiritual na residência. Mas ao visitar a mansão e se deparar com situações apavorantes, ela percebe que Susan não é apenas uma mulher fútil em busca de emoções.  

A narrativa, em primeira pessoa, nos coloca ao lado da golpista e nos faz mergulhar de cabeça na estória. Mesmo sem saber seu nome, Flynn nos dá um retrato muito claro da protagonista, de modo que entendemos seus motivos e atitudes e logo simpatizamos com ela. Além disso, por ser um conto e ter menos de sessenta páginas, é impossível interromper a leitura antes de chegar ao final e descobrir como as peças se encaixam. 

Flynn mais uma vez impressiona pelo talento em construir personagens reais e, com o desenrolar da estória, vemos as diversas facetas de suas personalidades. Chama atenção o fato de que apesar da protagonista ser o nosso ponto de contato com a estória e estar diretamente relacionada aos eventos narrados, ela não é a personagem mais importante do conto, o que revela originalidade da autora. 

Desta vez, Flynn flerta com elementos sobrenaturais, sendo precisa em transmitir ao leitor uma atmosfera soturna e opressora nos momentos certos. Entretanto, o enfoque da trama ainda é a relação conturbada entre Susan e Miles e as consequências que advém desta situação, não apenas na vida deles, mas também na vida da protagonista. 

Apesar de não ter achado o desfecho tão imprevisível assim, mais uma vez é preciso reconhecer a genialidade da autora. Entretanto, ressalto que o conto deixa algumas perguntas no ar, de modo que aqueles leitores que preferem um final fechado podem se sentir um pouco frustrados. De minha parte, digo que a Flynn acertou em cheio, pois deixa o leitor em estado catatônico, tentando processar tudo o que leu. 

O Adulto é a prova cabal de que bons thrillers psicológicos não dependem do número de páginas, nem de reviravoltas impossíveis. Ainda assim, é impressionante como uma estória tão enxuta consegue ser tão surpreendente e impactante. Por isso mesmo, creio que O Adulto seja uma excelente forma de ser introduzido à obra de Gillian Flynn, mas que também agradará aqueles que já são fãs. 

Título: O Adulto (exemplar cedido pela editora)
Autora: Gillian Flynn
N.º de páginas: 64
Editora: Intrínseca

14 comentários:

Eduarda Rozemberg disse...

Sou como você, tenho dificuldade de ler contos por demorar pra me conectar com os personagens, mas sempre que gosto de algum, dá aquela sensação gostosa de quero mais. Aliás, nunca li nada dessa autora, mas alguns de seus livros estão na minha lista de desejados, o que inclui o adulto, principalmente com a história diferente e com os personagens muito interessantes. Adorei a resenha.
Um abraço!

http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê!
Nunca li nada da Gillian. Quando vi o lançamento desse título, eu pensei que era um livro. Aí vi que era um conto e adicionei na lista de futuras leituras.
Beijos
Balaio de Babados
Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

Nessa disse...

Oie
Acho que todos os livros que esta autora escreve são bons. Este eu ainda não li, mas estou morrendo de curiosidade.

Beijinhos
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Lapso de Leitura disse...

Oi, Alê! Tudo bom?
Comprei esse conto ao ir na Bienal, logo em seguida já li e me apaixonei. Li apenas Garota Exemplar no começo do ano e já coloquei a Flynn na lista de autores favoritos hahaha
Concordo plenamente com suas opiniões acerca desse livro. Vale muito a pena!
Abraços!

-Ricardo, Blog Lapso de Leitura

Gabriela CZ disse...

Também não era muito fã de contos mas aprendi a gostar nos últimos tempos, Alê. De qualquer forma, quero muito ler esse da Flynn. Mas sinto até vergonha de admitir que desde Garota Exemplar não tive oportunidade de ler mais nada dela. Preciso dar um jeito nisso. Enfim, ótima resenha.

Beijos!
Portal Andar de Cima

Desbravador de Mundos disse...

Olá, Alê.
Já estava de olho nesse conto. Sabendo, então, que a autora flerta com elementos sobrenaturais, o que eu gosto, e ainda consegue fazer uma narrativa diferenciada, certamente quero conferir a obra.
Sempre estou carente de bons livros.
Ótima dica!

Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de novembro. Serão dois vencedores, dividindo 3 livros.

Cristiane Dornelas disse...

É, esse conto da autora parece ser daquele tipo que faz você ficar pensando na história depois de ler. Porque é bom e impressiona. Espero que seja assim mesmo. Gostaria muito de ler e com livros dela a gente até cria aquela expectativa super alta. Vi algumas coisas que me desanimaram nele, mas costumo gostar das histórias dela e torço pra ser um conto bom mesmo.

RUDYNALVA disse...

Alê!
Um conto que é um thriller psicológico deve ser uma ótima leitura.
O enredo não é de todo inédito, porém se é como falou que, tudo gira em torno do relacionamento e não da 'vidente', torna o livro no mínimo carregado de curiosidade.
“Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi Alê, tudo bem?

Eu ainda não li nenhum da autora, mas ao contrário de você eu gosto bastante de contos! E Flynn parece ser um ótimo personagem! Gostei da indicação.

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Sil disse...

Olá, Alê.
Não sou muito fã de contos também. De duas uma, ou a gente não se conecta com os personagens e com a história, ou acaba ficando frustada porque ela é muito pequena e a gente queria mais hehe. Mas por ser da autora, acho que deve ser bom. Mas não sei quanto a esse final, não sou muito fã de finais assim não hehe.

Blog Prefácio

Vanessa Sueroz disse...

Oie,
também não sou fã de contos e confesso que não conhecia o livro, mas achei interessante.

bjos
Blog Vanessa Sueroz
Sorteio Um ano Inesquecível

Luciana Campos disse...

Oi, Alê!
Desde que li Garota Exemplar fiquei encantada pela escrita da Gillian e ela se tornou uma das autoras de quem eu leria qualquer coisa que ela escrevesse! Fiquei meio decepcionada por ela resolver lançar um livro tão curto, tenho pena de pagar o preço normal por 64 páginas! Mas que bom que a essência dela permanece, escrevendo personagens intensos e que nos deixam presos até o fim do livro.

Ana I. J. Mercury disse...

Que linda sua resenha, sabe que a primeira positiva deste conto que leio? kkk Pois é!!
Quero muito ler algum livro da Flynn, mas acabo sempre por postergar, por isso, acho que darei uma chance para este conto, quem sabe eu gostando, me empolgo para ler seus demais livros.
O duro é as pontas soltas, porque eu simplesmente detesto pontas kkkk mas ok kkkk vamos lá.
bjss

Gustavo zz disse...

Gillian é minha autora favorita EVER!! Amo ela, seu jeito de escrever e principalmente, seus personagens. Ainda não li O Adulto mas estou ansiosissimo para ler :s

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger