quarta-feira, 23 de novembro de 2016

RESENHA: Unidos Somos Um

“— Só espero que ainda reste algo das pessoas que costumávamos ser, que reste algo de nós para reconstruir, quanto tudo isso acabar — declara Marina.
— Também espero — admito.” (LORE, 2016, p. 120). 

***

ATENÇÃOa sinopse (parágrafo abaixo) CONTÉM SPOILERS do livro anterior. O restante da resenha é SPOILER FREE. 

Setrakus Rá foi gravemente ferido e agora a Garde tem apoio do governo americano para liderar uma ofensiva contra os mogadorianos. Mas as baixas foram de ambos os lados e John, embora devastado, não se permite prantear a morte de Sarah antes de chegar ao fim. Enquanto o inimigo convalesce, os preparativos são intensos e audaciosos. Mas agora é a hora: o Adorado Lider Mogadoriano pretende colonizar a terra e sobrepujar a raça humana. E nada impedirá a Garde de pôr um fim aos planos de Setrakus Rá. 

E chegamos ao fim da série Os Legados de Lorien. Mais uma vez, a narrativa de Lore é inebriante e envolve o leitor completamente na trama, sendo quase impossível interromper a leitura. Desta vez, acompanhamos apenas os pontos de vista de John e Seis, o que se mostrou uma decisão acertada, visto que o foco de ação era mais restrito. Ainda assim, confesso que gostaria de ter visto o ponto de vista de Ella mais uma vez, pois esta se mostrou uma das personagens mais interessantes da saga. 

E falando nisso, o que mais me impressionou em Unidos Somos Um foi justamente a evolução e o amadurecimento de todos os personagens. Olhando para a jornada deles, suas lutas e perdas, vemos que as cicatrizes são muito mais profundas do que aquelas provocadas nas batalhas. E apesar de todos os sacrifícios necessários na batalha contra Setrakus Rá e o Progresso Mogadoriano, é incrível perceber a humanidade que há em cada um deles. 

Diferentemente do livro anterior, O Destino da Número Dez, que foi responsável por fornecer uma variada gama de respostas sobre todo o universo da saga, o foco de Unidos Somos Um é o confronto final entre Setrakus Rá e a Garde. Na mesma medida em que a Garde, sobretudo John, desenvolveu seus Legados ao máximo; Setrakus Rá também aperfeiçoou seus poderes, tornando a batalha ainda mais intensa e empolgante. 

E empolgante seria a melhor palavra para descrever o final. A cada página, Lore consegue aumentar ainda mais os níveis de adrenalina, em um confronto de tirar o fôlego. Entretanto, é aqui que também reside minha única crítica: as cenas finais me pareceram um tanto anticlimáticas. A meu ver, o que deveria ter sido o grande ápice acabou sendo um pouco decepcionante. Entretanto, ressalto que isto não foi o suficiente para ofuscar a obra. 

Encerrada a leitura do último livro, fica claro não apenas que o autor sabia desde o início quais seriam os rumos da estória, mas também que os sete livros foram necessários para desenvolvê-la, de forma a explorar todos os seus ângulos e amarrar todas as pontas da trama. 

Já disse e repito: Os Legados de Lorien conseguiu fazer uma curiosa e bem sucedida combinação de ficção científica, aventura e young adult. Mais do que uma série sobre alienígenas adolescentes com poderes, Os Legados de Lorien fala sobre pessoas que abraçam suas verdadeiras identidades, descobrem a amizade, o amor e a perda, e que resistem ao mal com todas as forças. Unidos Somos Um encerrou com a chave de ouro uma série original e que deixará saudades. 

Felizmente, a série já tem um spin-off confirmado: Lorien Legacies Reborn. O primeiro livro da nova saga, Generation One, está previsto para junho de 2017. 

Título: Unidos Somos Um (exemplar cedido pela editora)
Autor: Pittacus Lore
N.º de páginas: 351
Editora: Intrínseca

13 comentários:

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê!
Eu tenho de ler esses dois últimos e você me vem dizendo que vai ter spin-off? Socorro!
Eu quase abandonei o livro em O Poder dos Seis, mas ainda bem que não fiz isso porque se tornou uma das minhas séries favoritas.
Beijos
Balaio de Babados
Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

Nessa disse...

Oi Alê!
Sua resenha me empolgou. Sou curiosa pela série e tenho muita vontade de ler. Não leio muito o gênero, mas este em especial chama minha atenção, parece boa a série. Vi os livros em promoção na Amazon, quem sabe eu aproveite e já compre a série. Adorei sua resenha.

Beijinhos
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Bárbara disse...

Olá!

Ainda não conhecia a serie...
Mas a mistura de ficção científica, YA e aventura já me fez querer lê-la!
Deve ser aquele livro que não conseguirmos largar até o fim! Aproveitar a Black Friday pra comprar rs

Beijos, Bá.
http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

Teca Machado disse...

Alê, li sua resenha quicando na cadeira, HAHAHAHAHA.
Estou super ansiosa para ler, porque eu amo de paixão a série.
Sua resenha foi a primeira do livro que li. Ainda não tenho o último volume, enquanto isso estou lendo todos os Arquivos Perdidos.
Desde que comecei a ler eles, a história passou a ter muito mais profundidade e nuances para mim. Você leu?
Fico feliz de saber que a narrativa é da Seis e do John, meus preferidos. Também queria mais da Ella e Nove, aquele maravilhoso, mas John e Seis são os meus preferidos como narradores.
Mesmo que você tenha sentido um pouco de anticlímax no final, estou MUITO curiosa.
Lembro que antes de ler o sexto livro, vi sua resenha dizendo que antes não entendia porque teria até o sétimo, mas que a obra te mostrou que era necessário. E achei a mesma coisa! Agora espero ansiosamente o desfecho!
<3
E fiquei feliz de saber do novo livro de uma saga nova.
OBAAAA!

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com

Nanda Novaes disse...

Então... eu ia ler a resenha, mas "CONTÉM SPOILER", não gosto de spoiler ai não li kkkkk ;-;

- Nanda (Ice Fairy ^-^ Kell)

Gabriela CZ disse...

Realmente tenho que ler essa série, Alê. Confesso que estava esperando seus comentários sobre o último livro pra ver se seguia com o plano de leitura. E aí você diz que terá spin off? Melhor eu correr! Ótima resenha.

Beijos!
Portal Andar de Cima

Luciana Campos disse...

Oi, Alê!
Nunca li nenhum livro da série e sei bem mal do que se trata, e tirando pelas coisas que acontecem no último livro é bem difícil de opinar. Mas considerando que combina ficção científica (um dos meus gêneros favoritos) com aventura e faz dar certo, fico feliz que tenha todo esse sucesso.

Cristiane Dornelas disse...

Eu ainda não animei muito pra ler esses livros, mas até que parece que vale a pena. O melhor é acompanhar a evolução de cada personagem e se tantos livros se fazem necessários mesmo deve valer a pena se jogar na leitura. Uma coisa que acho meio chato é quando uma série fica parecendo que tem livro desnecessário, muita enrolação ou coisa assim. Acho bom quando fica parecendo que cada um valeu a pena para explicar melhor a história. Quem sabe um dia leio esses. Eles tem uma mistura interessante.

RUDYNALVA disse...

Alê!
Muito bom quando uma série tão grande não perde a qualidade no decorrer dos livros lançados e mais... o final tem um desfecho a contento do leitor.
Não li nenhum dos livros da série ainda...
“Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

Caverna Literária disse...

Ainda não li a série, mas é sempre bom saber que o último volume consegue corresponder às expectativas e fechar com chave de ouro, nada mais satisfatório pro leitor do que isso!

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi Alê! Eu ainda não acompanho a série, mas tenho uma amiga que adora! Fico feliz em saber que o autor sempre soube os rumos da história, isso me incentiva ainda mais a ler, fico super frustrada quando percebo que os autores se perdem em suas séries.

Adorei a resenha!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Sil disse...

Olá, Alê.
Eu quase chorei aqui agora. Comprei o meu ontem e estou louca para que chegue logo. Essa é uma das melhores séries que eu li nos últimos tempos. É uma das poucas que não perdeu sua qualidade mesmo com a quantidade de livros. Nenhum deles foi para encher linguiça ou vender mais livros. Estou muito curiosa com o que vai acontecer com eles no final.

Blog Prefácio

Ana I. J. Mercury disse...

Eu li o primeiro livro e amei!
Porém, acabei descobrindo spoiler sobre a Sarah, e perdi a vontade de ler, desde então.
Uma personagem tão querida, poxa!
Porém, com essa resenha positiva, me deu vontade de voltar ler, vou pensar, quem sabe ler pelo menos o segundo livro né? Vai que curto,rs
bjs

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger