sábado, 26 de novembro de 2016

[Clássicos] para quem não gosta de [clássicos]

Todo leitor se identifica com alguns gêneros literários mais do que com outros. Mas existem alguns livros que são capazes de abrir os olhos dos leitores para gêneros dos quais ele nunca gostou, justamente por mostrarem uma faceta diferente do gênero, por terem algo a mais. Livros que fazem o leitor que diz “Não gosto deste tipo de livro” se apaixonar justamente por um livro deste tipo.

Foi pensando nisso que o Além da Contracapa criou uma nova coluna: “[...] para quem não gosta de [...]”, na qual faremos uma seleção de livros de um determinado gênero ou temática que podem agradar até mesmo quem costuma fugir deles. 



“Jane Eyre” é tudo, menos a típica mocinha dos romances clássicos. Forte e determinada, ela encontrará um jeito de vencer na vida por méritos próprios, sem marido, sem herança ou parentes que possam lhe beneficiar. Devido à sua independência e firmeza de convicções, ela é uma personagem com a qual as mulheres de hoje conseguem se identificar e admirar, mesmo sua história se desenrolando em um cenário tão diferente da nossa realidade.




2. O Sol é Para Todos


Creio que um dos motivos pelos quais muitos leitores não gostam de ler clássicos se deva a linguagem mais rebuscada, que se torna um empecilho para o envolvimento com a obra. E é justamente nesse ponto que O Sol é Para Todos se sobressai: a narrativa é tão fluida que um leitor desavisado poderia achar que se trata de um livro contemporâneo.

A meu ver, um livro apenas pode ser considerado universal quando aborda temas que transcendem as fronteiras, não apenas geográficas, mas sobretudo temporais. E O Sol é Para Todos impressiona justamente por falar de temas que qualquer um pode se relacionar, como justiça, amizade, paternidade, amor, perda da inocência, preconceito e tantos outros. O melhor de tudo é que a autora conseguiu abordar tais assuntos de forma sútil e orgânica, de modo que o leitor se põe a refletir sobre eles ao ser confrontado pela estória.


3. O Mercador de Veneza


Difícil imaginar algo mais clássico do que Shakespeare, não é mesmo? Mas para aqueles que se assustam não só com o nome, mas também por imaginarem que a leitura de uma peça deve ser maçante, informo que esta ideia não poderia estar mais longe da verdade.

Apesar de contar basicamente com diálogos, é impressionante como O Mercador de Veneza apresenta um texto dinâmico e preciso, fazendo um retrato claro não apenas dos personagens, mas também de seus dramas e dilemas. Shakespeare fala de sentimentos universais como o amor, ódio, orgulho e vingança, com uma sensibilidade impressionante, de modo que não causa surpresa alguma o fato de que suas peças sejam consideradas clássicos da literatura. Mesmo contando com uma linguagem um pouco mais rebuscada, esta em nada atrapalha o envolvimento com a obra.

12 comentários:

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, gente!
Jane Eyre e O Sol é Para Todos estão na listinha de clássicos a ler. Eu teria adicionado na lista também O Apanhador no Campo de Centeio.
Beijos
Balaio de Babados
Participe da promoção de seis anos de Caverna Literária

Sil disse...

Olá, Alê e Mari.
Eu não gosto de clássicos. Acho que por ser obrigada a ler alguns na época da escola e pela linguagem ser mais dificil. Mas é como vocês disseram, vai de achar o livro certo. Dos indicados eu já li dois. Shakespeare eu gosto muito apesar de ser bem diferente do que estou acostumada a ler. Quando trabalhava em uma escola eu li bastante livros dele. Já O Sol é para todos eu li esse ano para o desafio que estou participando e amei o livro. Jane Eyre eu tenho vontade de ler por ser um gênero que eu gosto muito.

Blog Prefácio

Carolina Garcia disse...

Olá, Alê e Mari!!!
Tudo bem?

Jane Eyre é um dos livros que está na minha lista de leituras há um bom tempo, mas quero terminar de ler minha coleção de Jane Austen primeiro (falta só três livros!!).
Mas com certeza esse título é muito desejado por mim.

O Sol é Para Todos também é outro livro que sempre quis ler. Quase comprei uma vez, mas o preço não ajudou e acabei deixando para trás. Mas pelo que sei é uma história que vale muito a pena.

O Mercador de Veneza é um título que nunca me chamou muita atenção. Acho que quando comecei a ler Shakespeare fui direto para os mais conhecidos e nem dei muita bola para esse livro.
Vou dar uma pesquisada também.

Adorei as dicas!!!
Bjs!!!

http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Gabriela CZ disse...

Adorei o tema da vez, Mari e Alê. Gosto de clássicos mas confesso que não lei tantos quanto gostaria. Mas os três que vocês citaram são livros que quero muito ler. Ótimo post.

Beijos!
Portal Andar de Cima

Cristiane Dornelas disse...

Adoro Jane Eyre! É um romance muito interessante pela forma como aborda a questão das aparências e princípios morais, além de ser cheio de segredos obscuros. É maravilhoso!
Comprei essa edição de O sol é para todos e ainda não li. Vou tentar fazer isso logo, parece bom demais.
E o de O Mercador de Veneza vejo muito em livros e ocasionais citações em algumas séries ou filmes. Mas nunca tive muito interesse pra ler, pra ir buscar e ver como é. Algum dia quem sabe...
São dicas muito boas =)

RUDYNALVA disse...

Alê e Mari!
Parabéns pela ideia de trazer livros de determinado gênero que podem interessar aos leitores que não gostam desse determinado estilo.
Ótima escolha de Jane Eyre, porque a Brontë é fenomenal. Falar de Shakespeare é redundante, amei a escolha. E o que falar de O Sol é para todos? Realmente uma linguagem mais contemporânea.
Parabéns!
“Para saber uma verdade qualquer a meu respeito, é preciso que eu passe pelo outro.” (Jean-Paul Sartre)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi Alê e Mari!! Adorei o post!! A gente tem medo de ler clássicos e às vezes perde uma boa oportunidade de leitura, né? Eu li Jane Eyre este ano e simplesmente AMEI! Não li os outros dois, mas já coloquei na minha listinha de leituras!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Ana Clara disse...

Oi, lindos!

Amei a coluna, nossa, amei mesmo! Realmente a gente perde muito livro bom por causa desse papinho de "ah, eu não curto muito esse gênero". Morro de vontade de ler O Sol é Para Todos, inclusive o meu exemplar ganhei numa promoção aqui! <3
Agora... Charlotte Brontë realmente não me ganhou. Já tentei ler uns livros dela mas não funcionou pra mim.

Beijão!
http://www.roendolivros.com.br/

Luciana Campos disse...

Olá, Alê e Mari!
Adorei o post desmistificando os clássicos. Tenho vontade de me engajar em inúmeros, mas as diferenças de época e principalmente a linguagem são os principais obstáculos. Daqui do post o único que eu queria ler era O Sol é para todos, mas me interessei por Jane Eyre também.

Caverna Literária disse...

Eu não sou meeesmo chegada em clássicos, então dicas anotadas!

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Carla A. disse...

Olá, Alê e Mari!
Eu gosto de clássicos, mas ainda não li nenhum dos três. "Jane Eyre" é o que mais tenho vontade de conhecer, muitas pessoas já fizeram elogios em relação a ele pra mim.

Beijos, Entre Aspas

Ana I. J. Mercury disse...

Eu AMO clássicos, porém, ando lendo bem poucos.
Quero muito ler TODOS esses, acredita! kkkk
Principalmente O Sol é para todos que parece ser muito lindo. A capa é uma coisa de fofa né?
Logo estarei lendo-os.
Abraços

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger