quarta-feira, 12 de abril de 2017

RESENHA: O Fazedor de Velhos

“Talvez cada um ficasse melhor no seu papel, um contra o outro e todos agindo com a melhor das intenções. Abaixei a cabeça, com muita vontade de chorar. Como dói descobrir que a vida é um labirinto.” (LACERDA, 2017, p. 101).

***

Há livros que nos conquistam logo nas primeiras páginas e que com poucas palavras já conseguem prender nossa atenção e nos deixar com gostinho de quero mais. O Fazedor de Velhos certamente foi um desses casos, e ao ler a amostra do livro no site da editora, soube que precisava conhecer o restante da trama. 

O Fazedor de Velhos conta a estória de Pedro, um jovem prestes a embarcar na idade adulta e que sente a pressão de um futuro desconhecido que se abre a sua frente. Ao terminar o ensino médio, ele opta por cursar a faculdade de História e realizar um sonho de muitos anos. Mas no decorrer das aulas ele percebe que a faculdade não era exatamente o que ele esperava e em dúvida sobre o que fazer da vida, procura os conselhos do professor Nabuco. 

Rodrigo Lacerda retrata com maestria um período comum na vida de qualquer jovem. Um período que é marcado por incertezas, questionamentos e descobertas, mas que nos faz crescer apesar das dores. Assim, ao explorar temas como amor, amizade, perdas, amadurecimento e escolhas profissionais, o autor alcança um público universal, pois todos podem se relacionar com os dilemas do protagonista. 

A estória é narrada em primeira pessoa por Pedro, nos colocando em contato direto com o personagem, que logo conquista a simpatia do leitor. Os dramas e conflitos do protagonista são “comuns”, típicos de jovens que se sentem perdidos na vida, mas nem por isso Lacerda se apoia em clichês ou deixa de desenvolver o personagem. Assim, entendemos exatamente o que se passa na mente de Pedro, de onde surgem seus receios e o que motiva suas atitudes. 

A trama é simples e não conta com muitas reviravoltas. Creio que a intenção do autor era narrar sobre a vida do dia-a-dia, que todos nós conhecemos, de forma a manter a verossimilhança da estória. Outro fator que merece destaque é a linearidade da obra, pois acompanhamos a jornada de Pedro rumo à vida adulta, vendo os episódios mais marcantes para sua formação. 

O texto de Lacerda é simples, mas intenso e significativo. O autor consegue nos envolver completamente com a estória de modo que não sentimos as páginas passarem. Apesar do número reduzido de páginas, creio que o autor conseguiu contar a estória a que se propôs, amarrando todas as pontas da trama. 

O Fazedor de Velhos é um romance de formação que encantará leitores de todas as idades, seja por abordar temas universais com os quais todos podem se relacionar, seja por seu teor reflexivo e impactante. E Rodrigo Lacerda certamente mostra que a literatura contemporânea brasileira tem muito mais a oferecer. 

Título: O Fazedor de Velhos
Autor: Rodrigo Lacerda
N.º de páginas: 148
Editora: Companhia das Letras
Exemplar cedido pela editora. 

Compre: Amazon
Gostou da resenha? Então compre o livro pelo link acima. Assim você ajuda o Além da Contracapa com uma pequena comissão.

12 comentários:

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê!
Creio que pelo ritmo da narração e a quantidade de páginas, é um bom livro para se ler descompromissado.
Beijos
Balaio de Babados
Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

Marília Leocádio disse...

Pareceu uma leitura bastante agradável com uma capa super harmoniosa, vamos ver mais em relação estória não sei muito o que esperar mas em vista eu gostei.
Até mais!!!

Gabriela CZ disse...

Não conhecia esse livro mas fiquei encantada, Alê. Parece uma história que além de verossímil e envolvente é tocante. Bom saber que a literatura brasileira vem gerando bons frutos. Ótima resenha.

Beijos!

Jônatas Amaral disse...

Eu achei muito boa a premissa do livro. Logo pensei que ela poderia ser recheada de clichês, mas a partir de seus comentários fiquei animado em ler.
Ver esse tipo de história é interessante para entendermos a nós mesmos e as pessoas a nossa volta!

Jônatas Amaral
alma-critica.blogspot.com.br

Franciele de Santana disse...

Gostei do tema penso que vou me identificar com a parte do se sentir perdido na vida, mas já passei pela parte da universidade, acho que vai ser uma leitura bem interessante, é bom ver uma história bem amarradinha e nossa literatura tendo muito a oferecer e a crescer.

RUDYNALVA disse...

Alê!
como aborda temas do dia a dia, acredito que ficar conecta as dúvidas e escolhas do Pedro, é bem fácil, afinal, em algum momento de nossas vidas, passamos pelos mesmos conflitos e como foram difíceis de serem resolvidos.
Boa Páscoa!
“A sabedoria começa na reflexão.” (Sócrates)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

Vanessa Vieira disse...

Gostei da resenha Alê. Apesar das poucas páginas, o livro parece trazer uma história bastante intensa. Abraço!

www.newsnessa.com

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi Alê! U livro não precisa de muitas reviravoltas para nos prender, né? Vou ler um trecho no site da editora, quem sabe me conquista como conquistou vc!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante
Sorteio A guerra que salvou a minha vida

Marta Izabel disse...

Oi, Alê!
O livro parece ser bem interessante, gostei da resenha e pelo que vi é um livro bem curtinho que dá para ler bem rápido!!
Beijoss

Adriana Holanda Tavares disse...

A escrita é simples mas caprichada, dizendo tudo como deve ser dito no momento perfeito. A história tecnicamente comum, tem vários elementos que são do nosso cotidiano. Isso me deixa muito feliz com esse tipo de leitura

Carolina Garcia disse...

Oi, Alê!!

Não conhecia esse livro ainda, mas adorei sua resenha.
Fiquei até com vontade de lê-lo também. :)

Vou adicionar na minha lista! ;)

Bjs!!

http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Ana I. J. Mercury disse...

Ainda não conhecia, mas fiquei bem curiosa.
Adoro livros que falam sobre problemas corriqueiros e bem reais na vida de cada um de nós, trazendo vários questionamentos e ensinamentos.
Já quero!
bjs

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger