domingo, 31 de dezembro de 2017

Especial de Fim de Ano - Parte 2

Está no ar mais um Especial de Fim de Ano no Além da Contracapa. Quem acompanha o blog há mais tempo, já sabe o que vem por aí. Para quem nunca viu os nossos especiais, eis uma breve explicação: todo ano, fazemos um especial dividido em três partes. Na primeira, comentamos como foram as leituras dos livros que, no especial do ano anterior, elegemos como as nossas maiores expectativas para esse ano. Na segunda, vocês ficam sabendo quais foram as nossas melhores leituras de 2017. Por fim, contamos para vocês quais os livros que estão no topo da nossa lista de desejados para 2018

Na segunda parte do especial deste ano, vocês podem conferir o nosso Top 3 Melhores Leituras de 2017.

Tormenta de Fogo Brandon Sanderson3º lugarTormenta de Fogo 


E pelo segundo ano consecutivo, Brandon Sanderson emplacou um livro nas minhas melhores leituras do ano. O que mais se destacou em Tormenta de Fogo, o segundo livro da série Executores, é como o autor conseguiu explorar todo o potencial do universo que criou, o que me deixou abismado com a complexidade da estória e com a genialidade de Sanderson. Mais uma vez preciso elogiar a narrativa que é envolvente a ponto de ser impossível largar o livro, especialmente no final, quando o ritmo se torna ainda mais acelerado. Já disse e repito: a série Executores certamente é uma das mais originais que tenho acompanhado nos últimos anos e Tormenta de Fogo provou que Sanderson é um dos mais relevantes autores de fantasia da atualidade. (Alê)

3º lugar: A Lógica Inexplicável da Minha Vida


Uma das minhas grandes expectativas literárias para 2017 (sobre a qual eu nem sabia muito a não ser o nome do autor) se revelou um livro sensível, por vezes melancólico, por outras engraçado e totalmente adorável sobre uma fase da vida em que nos questionamos sobre quem somos e quem queremos ser. Muito mais do que um Young Adult sobre autodescoberta e amadurecimento, “A Lógica Inexplicável da Minha Vida” envolve temas como amor, amizade, família e luto em uma história repleta de personagens cativantes passando por momentos com os quais qualquer leitor é capaz de se identificar. Por ter me feito, literalmente, abraçar o livro em alguns momentos, mereceu o terceiro lugar. (Mari)


Os Miseráveis Victor Hugo2º lugar: Os Miseráveis


Há anos eu desejava ler a obra-prima de Victor Hugo, sendo que o livro até mesmo entrou na minha lista de mais desejados de 2016. Por causa do tamanho, só consegui ler Os Miseráveis este ano e certamente foi um dos clássicos mais marcantes que já li. A estória de Jean Valjean, um homem que ficou preso por dezenove anos por roubar um pedaço de pão, mexeu comigo de uma forma que poucos livros conseguiram. Victor Hugo não poupa o leitor e testemunhamos a miséria dos personagens de perto, vendo como suas vidas vão degradando e como perdem sua humanidade. As vidas e estórias que se entrelaçam em Os Miseráveis são intensas e também nos fazem refletir sobre a sociedade em que vivemos, pois a pobreza e a miséria continuam sendo uma realidade. Entretanto, preciso fazer um registro: a partir da metade do livro, com a introdução de novos personagens e um novo pano de fundo, confesso que não senti a mesma conexão com a obra. Mas mesmo não tendo apreciado o livro em sua totalidade, a estória de Os Miseráveis é inesquecível, um verdadeiro “tapa na cara” e que certamente merece ser reconhecido com uma obra-prima da literatura universal.  (Alê)


2º lugar: Foi Apenas um Sonho


Um casal em crise. Essa é basicamente a premissa de “Foi Apenas um Sonho”, o que prova, mais uma vez, que não é uma premissa sensacional que dá forma a um livro sensacional e sim bons personagens e uma boa narrativa. E isso o livro de Richard Yates tem de sobra. O mais incrível é que tanto Frank quanto April não são personagens aos quais nos afeiçoamos. Não só nenhum deles é carismático o suficiente para isso como seus problemas são cotidianos demais. E é esse detalhe a chave para o brilhantismo do livro: Frank e April são pessoas comuns, com problemas comuns. Seus questionamentos, angústias e tristezas já estiveram em todos nós. Eles são um desastre como casal porque são, individualmente, desastrosos como pessoas - infelizes e frustrados – e não por grandes eventos. Isso não só dá aos personagens profundidade como dá intensidade e cada frase do livro parece ferver e transbordar. Por ter sido a leitura mais intensa e humana do ano, levou o segundo lugar. (Mari)

1º lugar: O Pacifista


A estória de Tristan — um jovem de 21 que sobreviveu ao front de guerra e não consegue enfrentar o passado — foi uma das mais emocionantes que já li, a ponto de me levar às lágrimas quando terminei a leitura. A trama é relativamente linear e não conta com grandes reviravoltas, mas os conflitos entre os personagens são tão reais e verossímeis que prendem totalmente a atenção do leitor. Boyne aborda com delicadeza a temática LGBT, porém, é impressionante sua capacidade de mostrar sentimentos de forma sútil. Vemos a todo o instante a culpa, o preconceito e a falta de aceitação, mas em nenhum momento o autor precisa verbalizar tais elementos. Outro aspecto que me chamou atenção é como o livro dialoga com a dualidade coragem/covardia, mostrando que todos são capazes de expressar tais atitudes. Em resumo, digo que Boyne acertou em cheio em todos os aspectos: dos personagens bem desenvolvidos a narrativa sensível e envolvente, além de uma trama bem amarrada. O Pacifista foi uma estória comovente e que certamente lembrarei por muitos anos. (Alê)


1º lugar: O Livro dos Baltimore


Com que frequência um livro corresponde a todas as nossas altas expectativas sobre ele? Mas aqui está: minha maior expectativa de 2017 se tornou, de fato, a minha melhor leitura do ano e me deixou sonhando com o próximo livro de Joël Dicker. Assim como os outros livros que entraram nesse top, “O Livro dos Baltimore” não tem uma premissa fantástica. É basicamente um drama familiar que flerta com o suspense, mas Joël Dicker tem o poder de construir suas tramas de um jeito que você simplesmente não sabe dizer porquê elas são tão boas, mas simplesmente não consegue desgrudar do livro (e mesmo quando desgruda, leva os personagens com você e fica pensando neles, porque eles se tornaram reais a esse ponto). A história da família Goldman, em especial dos primos Marcus, Woody e Hillel, e o misterioso Drama (assim mesmo, com D maiúsculo) que mudou a dinâmica da família é completamente envolvente, cheia de nuances e perspectivas. Um verdadeiro quebra-cabeças que é um prazer montar aos pouquinhos, entre idas e vindas do passado para o presente. Por ser, de longe, a leitura mais envolvente do ano, “O Livro dos Baltimore” ganha o primeiro lugar da minha lista.  (Mari)


21 comentários:

Ana I. J. Mercury disse...

Só livrões, hein!
Quero ler vários dessa lista, sem falta em 2018: Os miseráveis, O Pacifista e O Caso dos Baltimore.

Beijinhos e feliz ano novo!

Ludyanne Carvalho disse...

Que espetáculo essa capa de Tormenta de fogo!
A lógica inexplicável da minha vida está na minha lista para 2018, e fico feliz em saber que é uma história boa. A escrita do Benjamin é apaixonante.
Já pensei em ler Os Miseráveis, mas o tamanho me assusta e tenho medo de não gostar da escrita e da história e não conseguir concluir.
Interessante O pacifista, ainda não li nada do Boyne e espero fazer isso em 2018.

Beijos

Marta Izabel disse...

Oi, Alê e Mari!
Adorei mais esse Especial de Fim de Ano no Além da Contracapa. É que bom que vocês fizeram leituras bastante agradáveis! Também quero ler Os miseráveis não sei se ano vou conseguir mas vou tentar! E também quero muito adquirir os livros Coração de Aço, Tormenta de Fogo e A lógica inexplicável da minha vida pois estou bem curiosa para fazer essas leituras.
Bjos

Carolina Santos disse...

Oi feliz Ano Novo

Eu quero muito ler e ter essa edição dos Miseráveis da sahar Eu acho você tão linda mas o lado ruim é que ela é bem salgado o preço e o livro A lógica inexplicável da minha vida foi um dos melhores que eu vi esse ano

Thuanne Souza disse...

Parecem ser ótimas escolhas! Ainda não li nenhum desses e confesso que a maioria nunca tinha ouvido falar. O livro dos Baltimore está na minha lista tem um tempinho, espero conseguir ler este ano!

Lana Silva disse...

Dos livros citados tenho interesse de ler apenas a obra LUGAR: A LÓGICA INEXPLICÁVEL DA MINHA VIDA, os outros livros não me despertam interessam, porém espero ler o livro que citei acima neste ano de 2018 espero não me decepcionar.

Sora Seishin disse...

Oi Alê e Mari!
Eu tenho muita curiosidade em ler os livros do Brandon Sanderson, e essa série que vocês comentaram é a que eu mais quero ler.

Feliz 2018!
Beijos,
Sora | Meu Jardim de Livros

Eliza Alvernaz disse...

Olá! Feliz Ano Novo!!!
Eu sou APAIXONADA nesse filme - doído - do Leo DiCaprio, "Foi apenas um sonho". Mas nunca li o livro. Esse é um dos casos que acabei vendo o filme antes e, apesar de ter amado, não quis ler.
Sou louca pra ler "Os Miseráveis". Enorme, né!? Só tem indicações incríveis sobre ele.
Adorei seu post!

Beijão
http://www.aquelaepifania.com.br/

Maurilei Teodoro disse...

Da lista li Tormenta de Fogo e O Livro dos Baltimore. Estão no pódio merecidamente com toda certeza !!

RUDYNALVA disse...

Alê e Mari!
Acompanhei o ano inteiro e pude ler as resenhas fantásticas dos livros escolhidos, parabéns!
Gostaria de poder lê-los.
Desejo uma semana abençoada e Um Novo Ano repleto de realizações!!
“O objetivo de um ano novo não é que nós deveríamos ter um ano novo. É que nós deveríamos ter uma alma nova.”(G. K. Chesterton)
cheirinhos
Rudy
1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

Alessandra Salvia disse...

Oi Ale e Mari,
Tenho uma amiga que leu Os Miseráveis em 2017 e disse que a experiência é ótima, preciso me dedicar a ele. Apesar que queria a edição física para ter uma sensação completa!
Beijos
http://estante-da-ale.blogspot.com.br

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê e Mari!
Gente, necessito ler essa série do Sanderson. Tenho uns amigos que são loucos por ela!
Beijos
Balaio de Babados

Monyque Evelyn disse...

Que legal, amei o post :D

http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi pessoal! Eu adorei o especial de vocês! Ainda quero ler A lógica inexplicável da minha vida e Os miseráveis!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Nessa disse...

Oie
Não li nenhum dos livros citados, mas parecem ser ótimos livros. Preciso de tempo para ler tudo que eu quero.

Feliz Ano Novo.
Beijinhos
https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Tony Lucas disse...

Oi, Alê e Mari! Tudo bem? Eu adoro esses especiais de final de ano, tanto é que já postei vários lá no meu blog. Sobre o top 3, eu não li nenhum livro, acreditam? Mas tenho muita vontade de ler algo do Dicker e do Sáenz.

Abraço

http://tonylucasblog.blogspot.com.br

Entre histórias disse...

Oii meninas, amei ver essa lista de vocês, sempre acabo adicionando livros aos meus desejados, morro de vontade de ler Os Miseráveis, mas o tamanho me dá um medinho hahahahaha, nunca li nada do Brandon Sanderson, mas quero ler algo do autor esse ano.
- Beijos, Carol!
http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

Caverna Literária disse...

Oie, Mari e Ale!

Que vergonha, não li nenhum desses livros hahaha mas já que ganharam posições tão boas, vou deixar as dicas anotadas. Feliz 2018 pra vocês!

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Felipe disse...

Oi meninas, tudo bem?
Adorei a seleção, ótimas dicas!!
Blog Entrelinhas

Lara Caroline disse...

Oi pessoal, tudo bem?
Nossa adorei esse especial de fim de ano. As leituras de vocês foram incríveis, e despertou ainda mais minha vontade de ler miseráveis. Li A Lógica Inexplicável da Minha Vida e eu também amei, senti um misto de emoções enquanto lia este livro.

Gabriela CZ disse...

Não li nenhum deles, Mari e Alê. Mas todos estão na minha lista e acabaram de ganhar um reforço. Bom saber dos melhores de 2017.

Beijos!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger