quarta-feira, 3 de julho de 2013

RESENHA: Um Gato de Rua Chamado Bob

“Ver-me com meu gato suavizou-me aos olhos das pessoas. Ele me humanizou. Especialmente depois de eu ter sido tão desumanizado. De certa forma, ele estava devolvendo minha identidade. Eu tinha sido uma não pessoa; e estava me tornando uma pessoa novamente.” (BOWEN, 2013, p. 84).

***

Quando estive no programa de intercâmbio em Londres, uma roommate estava lendo “A Street Cat Named Bob” e não parava de falar maravilhas sobre o livro. Sendo uma pessoa que aprecia obras biográficas, acrescentei-o a lista de desejados e, na mesma semana, a Editora Novo Conceito anunciou que lançaria o livro no Brasil.

A obra é o relato de James Bowen sobre como sua vida foi transformada após encontrar um gato laranja no corredor do prédio em que morava. Na ocasião, Bowen estava em um programa de reabilitação de drogas e ganhava a vida tocando violão nas ruas de Londres. Após ser oficialmente adotado, Bob começa a acompanhar o dono nas apresentações de rua, chamando atenção de todos os transeuntes.

Narrado em primeira pessoa, acompanhamos a trajetória de James na luta contra a dependência química e a influência de Bob neste processo. Como não poderia deixar de ser, o livro é repleto de histórias do gato, das mais inusitadas as mais apreensivas.

A repetição de ideias e pensamentos é algo que me incomodou um pouco no decorrer da leitura, porém, tendo em vista que Bowen nunca teve alguma experiência como escritor, tal deslize é compreensível.

Embora fique claro que o livro foi escrito por uma pessoa comum, que escreveu apenas com intuito de compartilhar sua história, a narrativa é leve e despretensiosa, sendo que rapidamente envolve o leitor.

Após alguns vídeos de Bob tornarem-se virais no You Tube e ele se tornar uma “celebridade felina”, Bowen foi convidado a escrever o livro. Então não é de se espantar por que a obra esteve entre as mais vendidas do jornal The London Times. Se bateu a curiosidade, confira o vídeo aqui.

Como uma história de vida inspiradora e comovente, James Bowen mostra que uma segunda chance na vida é uma possibilidade para todos, seja você um morador de rua viciado em heroína, seja um gato de rua. E o melhor, faz isso sem clichês, sem lições de moral e sem fórmulas mágicas. 

Título: Um Gato de Rua Chamado Bob (exemplar cedido pela Editora Novo Conceito)
Autor: James Bowen
N.º de páginas: 234
Editora: Novo Conceito


23 comentários:

Cristiane Dornelas disse...

Bem bacana essa história não? Achei tão legal de ver, é uma história que merece livro mesmo. Fico imaginando esses dois, que demais!

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Vi uma reportagem com Bowen e Bob no Jornal Nacional (se não me engano) ano passado, e desde então estou louca par conferir o livro. E agora que foi finalmente lançado no Brasil, não vejo a hora de tê-lo. :)

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Vanilda disse...

Acho que no mínimo essa história traz um bom relato sobre como é possível dar a volta por cima desde que tenhamos um foco, um objetivo. Ainda não li o livro, mas está na minha meta.

Ana Paula Barreto disse...

De primeira eu não tinha curtido muito o livro, mas fui lendo várias resenhas e opiniões e cheguei a conclusão de que, por mais simples e despretensiosa que seja a história, ela tem algo de valor. O relacionamento de um homem com um animal é uma coisa fantástica e este caso só comprova isto. Mudança de vida, revisão de valores, novas chances. A história parece ser linda e inspiradora. Pretendo ler um dia!
bjs

Francielle Couto Santos disse...

Alê, taí um livro que quero ler. É a terceira resenha que leio cujos argumentos me atiçam a curiosidade. Gosto de histórias diferentes, que inspiram e comovem, ai mesmo tempo que são leves, ainda sendo de fato real. Espero ter a chance de um dia conhecer o Bob através das páginas desse livro lindo!

Adorei a resenha!

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com/

Nessa disse...

Olá!
No momento em que soube da história do livro, já queria muito lê-lo, não gosto muito de biografias, mas o que despertou meu interesse foi o gatinho Bob!
Sou apaixonada por gatos, já tive vários e um deles uma gatinha siamesa viveu comigo por 10 anos! Esse é o amor mais puro que existe! E tenho certeza que vou me emocionar muito com essa história!
Espero lê-lo em breve!
Beijos! ;)

Alessandra disse...

Adoro histórias reais, mesmo se elas não forem uma obra de arte pela falta de experiência do autor.
Gosto de me sentir próxima dos acontecimentos, sabendo que tudo aquilo é possível de acontecer, não que eu não curta fantasia, mt pelo contrário amo este outro gênero também, mas tem alguns momentos que eu preciso de um choque de realidade.

Não sou muito fã de gatos, mas creio que este é especial!

Vanessa Llona disse...

Não sabia que era uma obra biográfica, pelo titulo e pela capa eu não tinha dado uma segunda olhada para esse livro, mas ele me pareceu legal agora que li a resenha, gosto de biografias e essa parece ser bem emocionante.

Khrys Anjos disse...

Para uma apaixonada por gatos esse livro é um motivo de muita alegria.
Quem tem um amigo peludo, cão ou gato, sabe que nunca estará sozinho e que o amor deles é incondicional.
Quero conhecer esse Bob e a história do Bowen.
Também tenho um Bob mas é um cão e foi resgatado da rua. Agora faz parte da família.

Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!!

Rodrigo Lessa ® disse...

\ahhhhhhhw eu amo essa historia! Quero tanto ler! um gato de rua chamado Bob é uma historia real tão emocionante e perfeita. Mesmo eu nao gostando de gatos na vida real. Espero que faça mais sucesso ainda, esse livro me lembra muito Marley e Eu, o companheirismo e tudo mais *-*

Naty disse...

Eu não estava muito interessada em ler esse livro quando lançaram, mas depois de ler várias resenhas acabei mudando de opinião. Não sabia que tinha um vídeo dele, fui ver e ele é muito fofo, dá vontade de adotar *-*

Cristiane de oliveira disse...

Nossa amo minha gata e se tivesse lugar teria mais gatos em minha casa, os amo de paixão e esse livro deve se lindo preciso ler Mariana, também já li os dois livros que citou e chorei muito.
Acho que os animais ajudam muito quando estamos tristes se as pessoas soubessem disso todo mundo tinha um animal em casa.

beth disse...

Adoro animais e tenho maior respeito e amor por eles. São criaturas fiéis que nos amam independente do que façamos a eles. A história de vida desses dois deve ser linda. envolve crescimento e muito amor de ambos os lados.

Gladys Sena disse...

Gostaria de ler essa história de amor e amizade.
Não sabia que existiam vídeos do Bob, rsrs.

GFC: Gladys.

Ana Paula Barreto disse...

Esqueci o GFC: Ana Paula Barreto

Thaynara ribeiro disse...

Eu ganhei esse livro e estou muita curiosa para lê-lo!
Gostei da resenha, quero conhecer esse bonita história....

Nardonio disse...

Quando vi esse livro, imaginava que era uma trama completamente diferente do que realmente é. Não tive uma boa experiência com "pessoas comuns" escrevendo suas histórias. Não gostei de "Para Sempre", mas mesmo assim, vou tentar dar uma chance a esse. Pelo menos vou sem expectativas, vai que ele me surpreenda, né?!?!

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Luiza Ferreira disse...

Olá Alexandre!
Adorei conhecer um pouco mais sobre o livro. Já o conhecia pela capa, mas por incrível que pareça, ainda não tinha lido a sinopse e uma resenha a seu respeito.
Confesso-te que pela capa e o nome do livro em si, eu não escolheria o mesmo para ler. Lembrou-me os filmes com cães do "Sessão da Tarde" da Globo, sabe? Coisa que não sou fã.
Mas fiquei feliz em ter lido e visto que o livro não gira em torno desta ideia.

Beijos, Lu ♥
http://luizando.blogspot.com.br

Seguidora: Luiza Ferreira

Gabriella Alvim disse...

Amo gatos, muito mesmo achei o Bob uma fofura <3
Acho esses livros de animais cansativos, então não sei se eu leria, apesar do livro não se tratar exclusivamente do gato.

Alessandra disse...

Adivinha o que eu esqueci de colocar de novo? hhaha


Seg: Lê

Pam disse...

Oiiieee
Q chique voceeee!
Intercambio em londres?? *------*
Adorei! rs
Entao, eu nunca li nada sobre animais..
Não faz muito meu estilo..
Acho legal, mas nao me atrai...
É bem legal a abordagem de relacionamento entre homem e animal, mas nao me desperta interesse..
Vi muitas criticas positivas desse livro, mas nao sei se lerei, ainda mais pq na curto muito gatos.

Bjinhos
Pam
Meus Livros Preciosos

Ju disse...

Acho que a gente precisa dar um desconto mesmo pra essas pessoas que só escrevem para dividir uma experiência, o mais importante nesses livros é o quanto podem ajudar outras pessoas... Eu amo gatos e estou louca pra conhecer essa história. Assisti ao vídeo e o Bob é tão, tão fofo!! *-* Só que quando o James começou a fumar eu só pensava: "se o gato tiver câncer por causa da sua fumaça mato você!"... hahaha... essa sou eu.

GFC: Ju

Jessica Lisboa disse...

Por mais que as pessoas gostem deste livro eu nao consigo gostar dele serio, já li varias resenhas mas nao 'engulo' o livro, fazer o que né.


Jessica Lisboa

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger