quinta-feira, 8 de março de 2012

RESENHA: Steve Jobs - A Biografia

“Este é um livro sobre a vida de altos e baixos e a personalidade intensa e abrasadora de um empreendedor criativo, cuja paixão pela perfeição e cujo ímpeto feroz revolucionaram seis indústrias: computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones, tablets e publicação digital.” (ISAACSON, 2011, p.12-13)

Eu já expressei aqui no blog a minha opinião sobre como alguns livros são especialmente difíceis de serem resenhados. É o caso dos livros de crônicas, como “Feliz por nada” de Martha Medeiros, e biografias. Por isso, relutei em fazer essa resenha sobre a biografia de Steve Jobs, escrita por Walter Isaacson, mas quando terminei a leitura, decidi que queria compartilhá-la com vocês, mesmo de maneira breve.

Deixe-me esclarecer que eu não vou falar sobre a vida de Jobs, por vários motivos: 1º, a resenha seria imensa; 2º seria muito complicado; 3º vocês devem ler o livro e “conhecê-lo” por conta própria. Eu o achei fascinante (e é só o que irei falar sobre Mr. Jobs).

Então vou comentar sobre o livro. Muitas pessoas tem preconceito com biografias, achando que devem ser enfadonhas. Pode ser que elas tenham razão. Particularmente acho que a chave para uma boa biografia está na sua “estrela” e, portanto, pessoas interessantes deveriam, consequentemente, gerar biografias interessantes, o que nem sempre acontece. Mas não é o caso desta. Claro que Jobs é uma figura interessantíssima o que ajuda, e muito, o trabalho do autor, mas o texto é muito gostoso de ler e o autor torna muito fácil para o leitor acompanhar a vida de Jobs, mesmo com o inúmero desfile de “personagens” (o que é de se esperar em uma biografia) e precisando, inclusive, voltar no tempo algumas vezes.

Eu poderia fazer um resumo rápido dos eventos relatados no livro, mas não vou me ater a isso. Essa resenha é apenas para deixar a dica e incentivar aqueles que tem preconceito com biografias a deixarem isso de lado. Algumas são, sim, enfadonhas, mas outras, como essa, valem a pena.

Outra coisa que eu gostei muito foi da capa do livro. Além de ter uma textura diferente - a mim pareceu meio emborrachada, mas não sei explicar exatamente - ela é clean: simples e sofisticada, exatamente o que Jobs sempre procurou fazer em seus produtos,ou seja, é a capa perfeita para a sua biografia. Fundo branco e uma foto sua com o famoso olhar hipnotizante. Só isso.

“Só mais uma coisa...”

Talvez vocês já saibam, eu descobri graças à biografia, que Jobs costumava encerrar suas apresentações dizendo a frase acima. E é assim que o autor encerra o livro e eu encerro essa resenha. O autor comenta que em uma biografia a palavra final é sempre do biógrafo, mas no caso de uma biografia de Steve Jobs isso não estaria de acordo, afinal, Jobs sempre tinha a última palavra. Assim, o autor encerra o livro com alguns comentários que o próprio Jobs fez a ele ao logo dos anos em que conversaram sobre esse trabalho. Eu encerro a resenha com um dos meus preferidos:

“Tentamos usar os talentos que temos para expressar nossos sentimentos profundos, para mostrar nosso apreço por todas as contribuições feitas antes de nós e para acrescentar algo ao fluxo. Foi isso que me motivou” (Steve Jobs)

Título: Steve Jobs – A Biografia
Autor: Walter Isaacson
de páginas: 607
Editora: Companhia das Letras

Comente e participe das promoções "150 Seguidores" e "Os Três Mosqueteiros"

8 comentários:

Aione Simões disse...

Oi Mari!
Li poucas biografias até hoje e elas foram, sim, um pouco cansativas de serem lidas, por mais interessante que fosse a vida relatada.
De qualquer forma, isso não significa que eu não queira nunca mais ler outra biografia, apenas não é o tipo de livro que fico doida pra ler.
Adorei a maneira de como a de Steve Jobs termina e o porquê de assim ser. Ele, sem dúvida, era alguém de muito respeito e influência! Foi grandioso seu trabalho e deve ser interessante ler sobre sua vida!
Beijos, gostei bastante da resenha!

Thiago Felício disse...

Sou fã desse cara.
Curti sua resenha! Tá bem sucinta! Parabéns mesmo.

Boas leituras.

Abraços

papos literários
http://paposliterarios.blogspot.com/

Unknown disse...

Olá Mari!
Gosto bastante de ler biografias, já tinha pensado em comprar essa do Steve Jobs, sua resenha só me motivou mais!
Abraços,
Deh

Letícia Valle disse...

Gostei muito da resenha, só passei a conhecer mais sobre quem era Steve Jobs depois da morte dele. A forma como o autor conduz o leitor é maravilhosa, pela sua descrição, deu muita vontade de ler essa biografia! beijos!

litteraturamundi.blogspot.com

Joelma Alves disse...

Mari,

Vi seu link lá no blog da Nanie.
Eu sou uma pessoa que tem preconceito com biografias.
Também, fui ler a da minha musa-mor, Agatha Christie, e achei tremendamente enfadonha.
Foi uma decepção.
Mas foi pensar em dar uma nova chance ao gênero, tá! rs
Valeu pelo incentivo!

=)

Nanie Dias disse...

Mari, sua resenha ficou maravilhosa! Eu não sou de ler muitas biografias, mas gosto de ler as que falam de pessoas que admiro! E Jobs é alguém que eu admiro muito - ele elevou os computadores ao que conhecemos hoje e isso é incrível! Deve ser maravilhoso acompanhar a trajetória dele!

Beijos, Nanie - Nanie's World

Vanilda disse...

Primeiro, excelente resenha. Objetiva. Meu cunhado está lendo essa biografia e devo dizer que ele está impressionadíssimo com a história. Já sei de vários assuntos do livro porque ele tem comentado a cada capítulo que lê. Enfim, tenho certeza que é uma leitura de alta qualidade que só nos acrescenta. Assim que tiver oportunidade com certeza vou ler.

Felipe C. Novaes disse...

Eu simplesmente amo biografias, e amei demais essa do Jobs. Muito bem escrita - inclusive, soube que esse autor escreveu uma sobre Einstein! - , detalhada e instigante.

Steve Jobs foi um cara singular, mesmo que isso não signifique que ele foi um cara fácil de se lidar o tempo todo. Mas devemos reconhecer a grandiosidade dele e de seus feitos.

Gostei da resenha!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger