sexta-feira, 19 de outubro de 2012

RESENHA: Os Espiões

“Por que não ir a Frondosa? Absurdamente, pensei: porque o meu encontro com Ariadne tem que ser o clímax dessa história, o fim do labirinto. Porque eu vou salvá-la, e me salvar, e até lá tudo é prólogo.” (VERISSIMO, p. 44, 2009)

Um editor de livros, com pouca fé na humanidade, fica absolutamente fascinado pela misteriosa autora de um manuscrito que recebe em uma certa segunda-feira. Essa é a premissa de “Os Espiões”: um livro delicioso de Luis Fernando Verissimo.

Mas aquelas primeiras páginas não eram simplesmente o início de um romance. Eram um testamento, uma carta suicida. Nelas, Ariadne – a autora que não usa vírgulas e assina seu nome com uma florzinha em cima do i – promete contar sua história e seu romance com um “Amante Misterioso” e depois se suicidar. O editor – bêbado de final de semana e fã de histórias de espionagem (principalmente as de John Le Caré) - envolve a si mesmo e a seus curiosos amigos em uma história de espionagem real na tentativa de salvar Ariadne.

“Os Espiões” é um livro que pode facilmente ser lido de uma vez só. Narrado em primeira pessoa, a voz do narrador conquista nas primeiras páginas, nas primeiras linhas, na primeira frase: “Formei-me em Letras e na bebida procuro esquecer”. Mas não pense com isso que esse é um livro para ser levado a sério. Sem abandonar o humor que lhe é característico, Luis Fernando Verissimo cria uma história misteriosa no seu absurdo, repleta de personagens memoráveis e os mais divertidos acontecimentos envolvendo esse grupo de “espiões” na cidadezinha de Frondosa que, como toda cidade pequena que se preza, tem seus tipos únicos e inusitados.

Antes de comprar o livro, tive a oportunidade de ler o que viriam a ser as quatro primeiras páginas desta edição de bolso e com elas eu já estava fisgada pela história que aquele narrador tinha para me contar. Terminada a leitura, a verdade é que eu não consigo pensar em um único aspecto que não funcione bem no livro.

Um desfile de personagens engraçados, cada um a seu modo, em situações tanto reais quanto absurdas permeiam as páginas de “Os Espiões”. Um livro leve e divertido. Entretenimento puro.

Título: Os Espiões
Autor: Luis Fernando Verissimo
Nº de páginas: 174
Editora: Ponto de Leitura

6 comentários:

Aione Simões disse...

Oi Mari!
Engraçado, não acho que a capa passe essa ideia de leveza e diversão, pelo menos não em um primeiro momento.
Nunca li nenhum livro do autor, mas já li alguns textos de que gostei muito!
A leitura me chamou a atenção, se prende desde a primeira página já é um ponto super positivo!
Beijão!

Nardonio disse...

Pelo nome e capa do livro, imaginei que a história era um pouco mais tensa, mas pelo jeito é ao contrário. Até hoje, ainda não li livros com uma pegada dessas. Gostei bastante.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Monique Químbely disse...

Que livro interessante! Gostei muito de sua resenha! É realmente bom quando lemos um livro e percebemos que tudo nele se encaixa harmoniosamente (:

Eduarda Menezes disse...

Mari, só a capa desse livro já me chama imensamente a atenção e demonstra uma prévia do humor que poderemos encontrar na história, afinal de contas remete a um espião escondendo-se atrás de um poste, o que em si, já passa uma ideia absurdamente engraçada. Adoro livros que chamam a atenção do leitor desde a primeira linha, que de tão interessantes somos fisgados desde o início, e, além da história singular, parece-me ter sido escrito com domínio de enredo, de quem sabe levar o leitor exatamente aonde quer. Uma ótima dica, realmente.
Beijos!

Leticia Grein disse...

Oiee, por gentileza .. Quais são os personagens principais

Leticia Grein disse...

Oiee, por gentileza .. Quais são os personagens principais

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger