sábado, 3 de novembro de 2012

RESENHA: Você está sendo vigiado

“— O que foi? — perguntei.
— Privacidade é artigo de museu, meu amigo. Os telefones são grampeados livremente e as guerras são transmitidas pela TV. Sem mencionar essas porcarias de reality show! Não existe mais ...— seus lábios se contorceram à procura da palavra certa — dignidade! — Sua respiração estava ligeiramente alterada. — Antigamente você precisava ser famoso para ser famoso. Mas agora? O real é falso e o falso é real! Que atração é essa por monitorar tudo e colocar uma câmera em todos os lugares?” (HURWITZ, 2012, p. 128).

***

Quando soube que a Editora Arqueiro iria lançar este livro, anotei o título em minha wishlist. Uma premissa interessante — que sugeria um livro repleto de ação com doses de espionagem , a qual me intrigou assim que li a sinopse. E, felizmente, o autor entrega o que promete.

Afundando em problemas matrimoniais e profissionais, o frustrado roteirista/professor Patrick Davis começa a receber misteriosas filmagens dele e de sua esposa, retratando cenas cotidianas do casal. Em seguida, Patrick é contatado pelo responsáveis pelas gravações e começa a se envolver em um jogo de manipulações, em que nada é o que parece. 

Devo admitir que o início do livro é um tanto forçado, chegando a parecer “coisa de cinema”. Por isso, até a metade do livro eu estava com um pé atrás, imaginando que se não houvesse um bom motivo por trás de tudo aquilo, o resultado seria desastroso. Para ser sincero, eu já estava esperando o pior, aguardando por qualquer motivo estapafúrdio e sem nexo. Mas eis que o autor me surpreende, dando uma razão plausível para tudo o que estava acontecendo com Patrick, jogando luz sobre uma trama intrincada, mas coerente.

O mérito de Hurwitz é saber como conduzir um livro de suspense e manter um clima permanente de tensão, muito condizente com o título do livro. Depois que o leitor começa a entender os motivos das gravações, a ânsia de saber os próximos acontecimentos impende que a leitura seja interrompida. Mesmo que a narrativa, os personagens e os diálogos não sejam impecáveis, justiça seja feita, Hurwitz consegue envolver o leitor na trama do livro e prender sua atenção até o final.

Além disso, o autor aproveita para criticar as invasões de privacidade — como bem demonstra a citação feita no início da resenha — que ocorrem rotineiramente na atualidade. Trazendo para o nosso contexto, hoje podemos ver julgamentos sendo transmitidos ao vivo como se fossem reality shows, além de câmeras de segurança nas ruas fazendo monitoramento. Qual é o limite? 

O saldo da obra foi positivo. Embora não seja o melhor livro de suspense de todos os tempos, devo dizer que gostei e, se tiver a oportunidade, lerei outros livros do autor.

Título: Você está sendo vigiado
Autor: Gregg Hurwitz
N.º de páginas: 262
Editora: Arqueiro

7 comentários:

Eduarda Menezes disse...

Oi, Alê!
Também me interessei por esse livro, assim que vi que iam lançá-lo. A premissa é muito interessante, deixar o leitor curioso para saber o que há por trás. Fico super feliz em saber que o livro, de modo geral, te agradou. Estava na minha wishlist e uma amiga acabou me dando de presente, de modo que pretendo lê-lo, cedo ou tarde rs
Gostei muito de saber que o autor apresenta uma solução plausível para os acontecimentos, já li cada explicação frustrante que só rindo mesmo. Outra coisa que me agrada é o clima de tensão constante. Acho que vou gostar muito do livro!
Beijos!!

Eduarda Menezes disse...

Corrigindo: *deixa e não deixar rs

Natalia Dantas disse...

Alê, eu já havia visto este livro quando a Editora Arqueiro lançou, mas ainda não tinha visto uma resenha sobre o mesmo. Gostei bastante da sua resenha, mesmo! Vou colocar este livro na minha lista de desejados. A temática que a narrativa aborda como você mesmo destacou e como o título já deixa uma interrogação pelo ar, me deixando assim bem interessada na obra do Gregg.

Parabéns pela resenha.
E parabéns pelo blog, foi visitando um blog que acabei encontrando o seu, já estou seguindo, inclusive. Dá uma passadinha pelo meu, por favor?

Beijos :*
Natalia - ELL
http://musicaselivros.blogspot.com/

Nardonio disse...

Eu também fiquei super curioso pra ler esse livro assim que li a sinopse dele. Achei a história bem intrigante, pois além de ser um suspense cheio de mistérios, envolve um tema que gosto bastante que é o Reality Show. Como sou fã do gênero, essa mistura foi um prato cheio. Quero muito lê-lo também, porquê quero conhecer a escrita do autor.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Aione Simões disse...

Oi Alê!
O livro parece interessante, mas alguns pontos que você levantou não me chamam tanto a atenção e não me fazem desejar ler o livro. Ele me parece ter cara de uma leitura superficial, que eu faria sem grandes envolvimentos, e ai acabo não gostando tanto assim do livro.
De qualquer forma, é interessante que o autor soube surpreender e trazer uma explicação coerente e plausível à história!
Beijão!

Anônimo disse...

Ai Mari, não consegui terminar este livro...suas dicas são muito valiosas viu?

Ygo Maia disse...

Comprei este livro há pouco tempo. Está na estante. Depois da sua resenha, acho que vou adiantá-lo na fila.
rsrs

http://ymaia.blogspot.com.br/

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger