quarta-feira, 29 de abril de 2015

RESENHA: O Sétimo Filho

“E, naquele momento, eu soube que nascera para ser caça-feitiço. O melhor caça-feitiço que já tinha existido. [...].
Veja bem, em vez de me encher de pavor, eu sentia, ao mesmo tempo, frio e calor. No íntimo, uma tempestade me devastava, uma fúria intensa ameaçava explodir. Por fora, eu estava frio como gelo, minha mente arguta e clara, minha respiração lenta.” (DELANEY, 2015, p. 200/201)

***

Sempre vi muitos elogios a saga As Aventuras do Caça-Feitiço e quando recebemos um exemplar de O Sétimo Filho, obra que contém os dois primeiros volumes da saga (O Aprendiz e A Maldição), não consegui conter a curiosidade. 

John Gregory é o caça-feitiço, mas antes de se aposentar, precisa treinar seu sucessor, tarefa esta que tem se mostrado mais difícil do que imaginava. Após uma sucessão de fracassos, chega a vez de Thomas Ward se tornar seu aprendiz, e entre lições sobre ogros e feiticeiras, as habilidades do jovem serão postas a prova antes do esperado.  

O Aprendiz segue uma receita bastante conhecida: a jornada do herói. Em um primeiro momento temos um protagonista ingênuo, para então vermos Thomas começar a apreender os ofícios de um caça-feitiço, mas ainda se sentido hesitante, e só então o vemos abraçar seu destino. Por isso mesmo, o primeiro livro da série não apresenta nada de novo, sendo que são poucos os momentos que conseguem surpreender o leitor. 

É claro que, justamente por ser o ponta pé inicial da saga, O Aprendiz possui um caráter eminentemente introdutório. Assim, além da apresentação dos personagens, cenários e do contexto, sobra pouco tempo para investir no primeiro desafio de Thomas. 

Me chamou atenção que este é um dos poucos livros de fantasia em que a magia é usada apenas pelos vilões, sendo que para combatê-los, o Caça-Feitiço usa de métodos pouco convencionais. Aliás, um dos pontos positivos da série é ver como o autor inova ao utilizar de elementos já conhecidos da literatura fantástica. 

A meu ver, este primeiro volume traz destaque para os personagens e, curiosamente, não incluo o protagonista nesta lista. O Caça-Feitiço é um homem misterioso, que tem um passado no mínimo interessante. A mãe de Thomas é uma mulher forte e corajosa, que de alguma forma também tem uma espécie de dom, além de guardar muitos segredos. E Alice, a sobrinha de uma feiticeira, cujo futuro é uma incógnita. 

A narrativa, feita em primeira pessoa do ponto de vista de Thomas, é fluída, sendo que o leitor facilmente se vê ao lado do protagonista. Porém, em alguns momentos o autor abusou de descrições, deixando de utilizar-se daquela máxima da literatura “show, don’t tell” (mostre, não fale). 

Encerro a resenha reconhecendo não saber se darei sequência a leitura da série. Por um lado, minhas expectativas não foram totalmente supridas, mas por outro, vejo muito potencial nos três personagens mencionados anteriormente. O lado bom é que a escrita de Joseph Delaney é leve e seus livros geralmente são curtos, então, nunca se sabe.

Título: O Sétimo Filho (exemplar cedido pela editora)
Autor: Joseph Delaney
N.º de páginas: 512
Editora: Bertrand Brasil

29 comentários:

Gabriela CZ disse...

Tenho certo interesse nessa trilogia, Alê. E apesar de você mencionar que não superou suas expectativas ainda me deixou bastante curiosa. Mas procurarei pelos livros individuais. Ótima resenha.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Nardonio disse...

Me amarro bastante em livro do gênero, e só tive conhecimento dessa série, depois que vi o cartaz do filme. É até normal que esses primeiros momentos da saga sejam mais introdutórios. O bom dessa parte é todo esse embasamento para nos transportar para a trama. Mas, pelo que vi, esses primeiros momentos não te empolgou ao ponto de te fazer continuar, e isso é ruim.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Angélica Roz disse...

Oi Alexandre!
Parece bem legal!
Mas pretendo assistir ao filme em vez de ler o livro... Será que a adaptação é fiel à obra? Tomara, né?
Bjs!

Bárbara Carollo disse...

Olá!
Eu assisti ao filme neste último fim de semana e me decepcionei um pouco. Esperava mais do longo que deixou a desejar. Não sabia que tinha livro, mas não vou conseguir ter ânimo para ler rs.
Um abraço,

versosenotas.blogspot.com.br

Tamires Cipriano disse...

Olá!
Não vi o filme ainda, e nem sabia que tinha o livro dele rs.
Gostei de saber sua opinião e não gostei muito do livro, mas irei assistir primeiro e se interessar eu leio. Não sei você, mas não dá, quando começo a série continuo por pura curiosidade, mesmo se achei ruim rs.

Beijos!
De tudo um pouco

RUDYNALVA disse...

Alê!
Que interessante... só os vilões que podem usar a magia? É realmente inédito em termos de livros de fantasia.
E é mais uma série, né? E tem algumas que nem queremos mesmo acompanhar de tantas que são...
Não assisti o filme também, acredito que só mais para frente, embora goste demais de filmes e livros de ficção/fantasia.
“Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Diane disse...

Quero muito ler essa série , assim como você já vi muitos elogios sobre ela .

Tenho um pouco de receio quanto á livros de fantasia , mas pela sua resenha me animei mais ainda para a leitura . As características citadas por você , como a narrativa e tal , me atraiu bastante .
Ainda tenho que comprar a série mas , pretendo ler esse ano.

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

monique larentis disse...

Adoro esse tipo de história/livro, mas por incrivel que pareça ainda não li esse.
Adorei e já quero colocar em minha lista :D

www.vivendosentimentos.com.br

Luis Carlos disse...

Eu não conhecia a série, até ver que o filme seria lançado. A partir de então, fiquei bastante curioso para ler os livros. Ele me agradou não só pelo gênero, mas pelo fato de que apenas os vilões possuem magia. Além disso, estou bastante ansioso para assistir ao filme e ver a atuação da grandiosa Julianne Moore! <3

Cecília Vieira disse...

Gosto desse tipo de livro, mas só o descobri quando saiu o filme. Já vi muita gente falar que a adaptação não é fiel, o que não me admira, já que isso se tornou bastante comum, infelizmente. Espero ler logo, antes de assistir, porque acho que a leitura vai me agradar.
Beijos.

Fabiana Teles disse...

Eu não conhecia, confesso que não faz muito o meu gênero.
Gostei bastante da sua resenha.
http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

Mariana Ogawa disse...

eu só vim conhecer a série por causa do filme, mas meio que os comentários que eu estou lendo é sempre o mesmo que vc comentou: que não supre as expectativas, mas talvez mesmo eu crie coragem p ler (em especial se os livros são curtos e rápidos de ler como vc comentou) pois já vi muita série começar lenta.
o meu maior problema é: afinal quantos livros são? já terminou?

Letícia Souza disse...

Sério que só os vilões usam magia,isso é interessante,Eu não sei se pretendo ler esse livro mas achei a premissa bem bacana,gostei dos caça-feitiço e por algum motivo esse mundo me remeteu ao aprendiz de feiticeiro mesmo não tempo muito a ver.A capa está bonita mas vou ver o filme primeiro,pois não tenho certezas sobre o livro.

Escuta Essa disse...

Oi
Não conhecia esse livro, achei interessante saber mais sobre ele, vou pesquisar mais sobre ele. Sua resenha ficou bem legal!
Beijinhos
Renata
Escuta Essa

Ju M disse...

Não conhecia o livro e nem sabia sobre o filme...Não fiquei muito curiosa para ler, me pareceu mais do mesmo. Talvez o fato de ser uma leitura fluída e um livro fino, que não dispensa muito tempo na leitura seja um fator que estimule a leitura do livro, como passa tempo...Achei legal essa inovação de apenas os vilões usarem magia, deu uma leve diferenciada no enredo.

Ler para Divertir disse...

Estou com uma lista de leitura considerável e agora gostaria de ler os mais de 200 livros que já tenho na minha estante aguardando sua vez, por este motivo iniciar uma série nova só se for daquelas que queroooooo muito, o que não é o caso desta, mas gostei da premissa, gosto deste tipo de livro de fantasia.
Abraços,
Gisela
@lerparadivertir
Ler para Divertir

Lary C disse...

Oi, Alê.
Eu estou com muita vontade de ler esse livro. Ainda não assisti o filme e nem procurei saber se é fiel ou não ao livro, mas eu gosto do gênero e desse estilo de leitura. Mesmo não tendo nada novo, fico com vontade de ler, rs.
Beijos!

Rafaela. disse...

Oi, Alê!

Se o livro trata de magia, a leitura é praticamente obrigatória para mim, rs.
Confesso que fiquei um pouco desanimada ao saber que a história não supriu suas expectativas. Porém, percebo, pela resenha, que há futuro na série. Aliás, achei a premissa bem diferente e convidativa. Espero ler futuramente.

Beijocas.
http://artesaliteraria.blogspot.com.br

Desbravadores de Livros disse...

Assim como você, tenho curiosidade sobre a obra. Mas, também assim como você, imagino que ela não vá me agradar tanto. Por tudo que eu já li por aí, apesar da premissa interessante, acho que o desenvolvimento irá me incomodar. E não quero iniciar mais uma série para abandonar.

Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

Books Ever disse...

Ainda não li nada da série e nem sequer assisti o filme. Mesmo algumas pessoas dizendo que foram decepcionadas, eu continuo tendo bastante interesse na obra e acho que irei gostar, pois faz o meu estilo de livro/filme.

www.booksever.com.br

Jonatan Pereira disse...

Eu nao esperei e resolvi ver o filme antes, gostei do que vi. No geral os comentários sobre a saga são positivos, ainda quero muito ler.
coisasdeumleitor.blogspot.com.br

Pedro Iago disse...

Vish, nem vou ler então.

leiaumcarta.blogspot.com

Anelise santana disse...

Realmente, o que mais se tem por aí são elogios para esse livro. É o primeiro que vejo em que a magia é usada pelo vilão, algo bem diferente do que estou acostumada a ler.
Ando me controlando para não assistir o filme antes de ler o livro, mas provavelmente vou acabar não resistindo.
É de praxe o primeiro livro de uma série ser mais introdutório, pelo menos eu não me incomodo com isso.

PATRICIA BORBA disse...

Adorei a resenha, estou louca pra ver o filme!

Tem post novo no blog onde respondi uma tag!

http://patibborba.blogspot.com.br/

Beijoos *.*

Guilherme disse...

Olá!
Parabens pela resenha, tenho bastante vontade de ler essa série, só não sei quando lerei.
Abraço
Leitura Fora De Série

Isabelle Vitorino disse...

Tenho muita curiosidade em ler essa série, justamente porque sempre li muitos comentários positivos sobre essa história. Tinha esquecido um pouco dela até ver o trailer do filme, mas não imaginava que o primeiro livro fosse tão introdutório assim. Confesso que essa característica me desanimou um pouco, vou esperar mais um tempinho para lê-lo.
Beijos,
Isabelle | http://www.mundodoslivros.com/

Garota na Alcateia disse...

Olha eu não sabia que esse filme era adaptação dos livros dessa série, já tinha ouvido falar sobre ela. Tenho muita curiosidade quanto ao filme (adorei o trailer) e também pelos livros mas nunca tive a oportunidade de adquiri-los e conhecer sua história mais a fundo. Vou assistir ao filme e caso goste eu coloco os livros na minha lista de desejados.

beijos
http://garotanaalcateia.blogspot.com/

DominO Simmons disse...

Oie gostei bastante da tua resenha... apesar que esse com toda a certeza de um tipo de livro que leria portado vou repassar sua dica;;;
beijos e bom domingão

http://cantodadomino.blogspot.com.br/

susany Oliveira disse...

Ja vi o trailer do filme desse livro e quero muito ver,mas antes quero ler o livro haha.

www.garotadosuburbio.com

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger