terça-feira, 12 de julho de 2016

RESENHA: O Palácio de Inverno

“Ela nunca se sentiu segura, esse era o problema. Sempre acreditava que algum dia, de alguma maneira, alguém iria encontrá-la. Que iriam encontrar todos nós.” (BOYNE, p.278, 2010)

Muito se fala sobre “O Menino do Pijama Listrado”, mas “O Palácio de Inverno” sempre foi o livro de John Boyne que mais me atraiu. E mesmo estando na minha estante há anos, demorei a ler pois outros livros do autor foram caindo na minha mão antes. Mas meu instinto estava certo: esse é o melhor John Boyne que li.

Quando jovem, Geórgui Jachmenev salvou a vida do grão-duque Nicolau Nicolaievitch, primo do último czar. Seu ato de bravura o levou até o Palácio de Inverno e lhe deu o cargo de guarda-costas pessoal de Alexei Romanov, o filho e sucessor do czar. Foi lá também que ele se apaixonou (e foi surpreendentemente correspondido) por Anastácia, a filha do czar. Agora, na casa dos oitenta anos, tendo deixado a Rússia para trás há muitas décadas, Geórgui assiste sua esposa Zoia convalescer de uma doença e recorda a história de sua vida.

A narrativa adotada por Boyne faz com que pareça se tratar de duas histórias diferentes. De um lado temos o jovem Geórgui, sua vida no campo, depois sua vida no palácio e sua convivência com a família imperial. Do outro, temos um Geórgui idoso que fez sua vida ao lado da esposa carregando os segredos e sofrimentos do passado. Temos um mesmo narrador, mas o olhar e as situações em que ele se encontra são tão diferentes que é como se fossem duas pessoas.

Ao invés de avançar cronologicamente ou ir intercalando passado e presente (ainda seguindo a sequência de eventos), o autor opta por iniciar nos extremos e se direcionar para o meio, ou seja, para o momento em que as duas histórias se encaixam. Assim, vemos a história do idoso Geórgui regredir, enquanto a do jovem Geórgui avança, andando uma ao encontro da outra.

Um mérito de Boyne é saber dosar a carga histórica da trama. Mesmo usando fatos, lugares e personagens reais, em nenhum momento “O Palácio de Inverno” deixa de soar como um romance de ficção porque, mesmo rico em detalhes históricos, o autor não perde a noção de que a história que está contando não é sobre família imperial (embora ela esteja no centro de tudo) e sim sobre menino.

Existe uma revelação que se dá nas últimas páginas e que alguns podem dizer ser previsível, mas, apesar de manter certo mistério sobre isso, não acredito que o autor estivesse tentando fazer mistério. A meu ver, a resposta está ali desde o início para que o leitor a veja. Digo isso, porque durante toda a leitura me perguntei se Boyne acreditava mesmo estar fazendo suspense com a tal informação (pois para mim ela era óbvia) ou se sua intenção era levar o leitor a acreditar isso para depois prová-lo errado. Mas tendo finalizado a leitura, acredito que é preciso entender que o narrador tem dois olhares diferentes em relação à sua vida e isso justifica a maneira como relata os eventos e o falso mistério que se forma.

Sabendo se apropriar de acontecimentos históricos para criar uma trama fictícia envolvente, John Boyne faz de “O Palácio de Inverno” um livro que satisfaz tanto os que buscam um bom romance histórico e se interessam pelo czarismo, como aqueles que simplesmente querem um bom livro.

Título: O Palácio de Inverno
Autor: John Boyne
N° de páginas: 453
Editora: Companhia das Letras

21 comentários:

Cabine de Leitura disse...

Olá, Mari;

Já tinha ouvido falar no livro, mas nunca me atentei ao fato de quem era o autor.
Interessante o modo adotado pelo autor para narrar a estória, seria algo como do começo para o meio e do
fim para o meio, nunca li nada no estilo.
Parece ser um ótimo livro, então vem para minha lista de desejo rsrs.

Beijos da Camila.
http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

Mandy disse...

Sempre achei essa capa linda de ouvi comentários positivos do livro mas nunca soube do que se tratava, agora estou super curiosa para ler HSUAHSHU
O autor tem que ser realmente muito bom para construir um livro com "duas estórias" que se ligam,
Amei o quote \o/
Beijoos,
Sétima Onda Literária

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Mari!
Eu não liguei o nome ao autor de O Menino do Pijama Listrado.
Achei bem legal essa de começar do início e fim e se juntar no meio. Bem tendência.
Tendo Rússia como pano de fundo, aumenta mais a minha vontade de ler.
Beijos
Balaio de Babados
Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

Desbravador de Mundos disse...

Olá, Mari.
Li apenas um livro do autor, O Menino do Pijama Listrado.
Não conhecia essa obra dele, mas achei bem interessante, principalmente o recurso narrativo de uma história começar do início e a outra do fim para se juntarem no meio.
Outro detalhe é se ambientar na Rússia e ter uma boa carga histórica. Falando de literatura, quase tudo que vem da Rússia ou que tem o país como ambiente é bom.
Ótima dica.

Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

Ana Martines disse...

Olá Mari!

Confesso que sempre quis ler um livro desse autor, mas nunca consegui... Não sei, os livros parecem incriveis, porém as tematicas nunca me atraem... Assim como esse, infelizmente.
Adorei a resenha!

Beijos,
Ana Martines

Micaela Gomes disse...

ooi!
não conhecia a obra mas se for levado em conta quem o escreve aposto que leria sem dúvida, amei a resenha!
bjs xxx
http://lendocomela.blogspot.com.br/

Gabriela CZ disse...

E eu não acredito que ainda não li nada do John Boyne, Mari. Esse livro realmente não é muito comentado, mas suas suas observações já me instigaram. Não li muita coisa envolvendo czares, então mais um ponto para eu ler. Ótima resenha.

Beijos!

Cristiane Dornelas disse...

Tá aí um livro que meio que esqueci da existência. Gosto muito de um bom romance histórico e tinha visto esse tempos atrás, mas acabei não conseguindo ler. Ele tem uma narrativa muito interessante e o mais legal é a forma como é contado. Achei bom, assim dá aquela certa curiosidade a mais pra saber o desenrolar dos fatos. Gostaria de ler algum dia, acho que iria amar esse livro.

Maria Fernanda Pinheiro disse...

Eu amo O Menino do Pijama Listrado e só de saber que esse consegue ser melhor já aumenta minhas expectativas, gostei do autor usar acontecimentos históricos para criar seus livros, que sempre carregam uma grande carga emocional, e envolvem o leitor de uma maneira única, estou louca para conhecer mais esse livro do autor

Day Morais Blog Lendo 1 Bom Livro disse...

Olá! Nunca li nada desse autor! Mas que bom que agora sei por onde começar. Fiquei super curiosa com esse livro... Abraços!

www.lendo1bomlivro.com.br

Ariane Reis. disse...

Oie Mari =)

O que falar dos livros do Boyne? Sério, mesmo sabendo que vou acabar de coração partido eu amo os livros do autor.
Tenho O Palácio de Inverno e estou doida para ler ele <3.

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Carla A. disse...

Oi, Mari! Nossa, como sou desligada! Já tinha visto esse livro várias vezes, lido sinopse e tudo e nunca tinha percebido que ele é do John Boyne... Eu gosto de romances históricos e gosto da escrita do autor - embora "Jardim de inverno" pareça ser bem diferente dos livros dele que já li -, então acho que é uma leitura que eu curtiria.

Beijos, Entre Aspas

Caverna Literária disse...

Que legal a forma que o autor decidiu contar a história! É inovador e imagino que empolgante quando enfim as duas partes se encontram. Do John eu só li A Casa Assombrada e acho incrível como pelo jeito ele consegue escrever maravilhosamente bem sobre gêneros diferentes.

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Sofia Noronha disse...

Nunca li nada do Boyne, nem O Menino do Pijama Listrado que, apesar de ter na biblioteca da minha escola, nunca me despertou interesse, muito pelo fato de eu já ter assistido o filme.
Um dos meus booktubers favoritos é louco nos livros do autor, por isso, ando procurando outros livros dele, e O Palácio de Inverno parece ser uma ótima opção. Gosto bastante de livros que narram fatos do século passado (sou apaixonada por tudo que envolve história rs) e tenho certeza que vou adorar essa obra.
Beijos!

Lara Maria Borges disse...

Já li O Menino do Pijama Listrado e adorei, virou um dos meus favoritos tá vida <3
Contudo, sempre tive interesse em ler outras obras dele, mas nunca cheguei a comprar mesmo, tenho medo de não me envolver e acabar não gostando.

Beijos
aguardandoogatobranco.blogspot.com/

Sil disse...

Olá, Mari.
Eu só comento sobre O menino do pijama listrado porque foi o único que li do autor hehe. Mas foi o que bastou para eu me apaixonar por ele. E esse eu achei bem interessante, não o conhecia por sinal. Achei bem diferente isso das histórias irem convergindo para se encontrar. Já anotei aqui para futuras compras. O ruim é que os livros do autor são sempre caros e nunca entram em promoção hehe.

Blog Prefácio

Carolina Garcia disse...

Oi, Mari!!

Gostei muito da resenha e da proposta do livro.
Acho super interessante romances históricos bem trabalhados. E já fico imaginando várias coisas que podem ser esse mistério que não é um mistério! Hahahaha

Adicionei o livro nos desejados! Valeu pela dica!! ;)

Bjs

http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Naiara Fidelis Da Silva disse...

Eu sempre tive curiosidade para ler os livros deste autor, tenho o Menino do Pijama Listrado mais ainda não peguei pra ler por que é edição econômica e acabei decepcionando.

Mais este livro me pareceu interessante também e adorei a resenha.

Edmere Cintra disse...

Oi :)
Li apenas O Menino do Pijama Listrado do John Boyne e amei. Sempre tive vontade de ler mais alguma obra dele mas nenhuma me chamou a atenção. Nunca tinha ouvido falar desse livro dele e gostei bastante da estória, parece ser emocionante e tocante.
Beijos.

Camila Monteiro disse...

Este, também émeu livro preferido do autor. Tenho um carinho especial por ele, seguido de A CASA ASSOMBRADA que eu amei amei amei... Mesmo sabendo que foi uma releitura de A volta do Parafuso! Hehehe (bem eu acho que foi kkk)

>> Vida Complicada <<

Ana I. J. Mercury disse...

Li três livros do Boyne e gostei bastante, agora quero todos.
O Palácio de inverno é o que mais estou curiosa no momento para ler. E é claro que essa me deixou ansiosíssima!
bjão

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger