sexta-feira, 14 de junho de 2019

[Temática LGBT] para quem não gosta de [temática LGBT]

Todo leitor se identifica com alguns gêneros literários mais do que com outros. Mas existem alguns livros que são capazes de abrir os olhos dos leitores para gêneros dos quais ele nunca gostou, justamente por mostrarem uma faceta diferente do gênero, por terem algo a mais. Livros que fazem o leitor que diz “Não gosto deste tipo de livro” se apaixonar justamente por um livro deste tipo.

Foi pensando nisso que o Além da Contracapa criou a coluna: “[...] para quem não gosta de [...]”, na qual faremos uma seleção de livros de um determinado gênero ou temática que podem agradar até mesmo quem costuma fugir deles. 

Para comemorar o Mês do Orgulho LGBT, separamos três livros com essa temática que tem tudo para agradar até mesmo aqueles que não gostam do assunto. 

As Fúrias Invisíveis do Coração

Quem acompanha o blog sabe que John Boyne é um dos meus escritores preferidos e creio que quando se trata da temática LGBT, seus livros são os melhores. Isso por que o autor constrói personagens que são pessoas completas e complexas, que não são definidas por sua orientação sexual, sendo esta apenas um dos traços de suas personalidades. Em As Fúrias Invisíveis do Coração, acompanhamos a jornada de vida de Cyril, passando por todos os momentos marcantes de sua vida, ao mesmo tempo em que testemunhamos a evolução da luta e dos direitos LGBT na Irlanda. É verdade que Boyne explora muitos dos clichês do gênero, discutindo temas como preconceito, descoberta e aceitação. Porém, ele aborda tais assuntos com profundidade e, principalmente, não se limita a eles. Muito mais do que uma estória LGBT, creio que As Fúrias Invisíveis do Coração é uma estória sobre os mais variados laços de amor que desenvolvemos ao longo da vida e sobre suas consequências.  E, por isso mesmo, é um livro que dialoga sobre o que é ser humano. 

O Quarto de Giovanni

Publicado originalmente em 1956, o Quarto de Giovanni certamente é um dos precursores quando falamos em literatura LGBT. A estória de David — um americano que está aguardando o retorno de sua namorada em Paris e que acaba se envolvendo com Giovanni — pode parecer novelesca em um primeiro momento, mas garanto que não é. Através desse triângulo amoroso, Baldwin consegue mostrar uma conexão tão genuína e bela entre dois homens, mas que ao mesmo tempo tem o poder de atormentar e destruir. Creio que O Quarto de Giovanni é, acima de tudo, um livro que fala sobre como o medo pode nos paralisar e fazer viver uma vida de dor. Uma estória triste, mas com uma mensagem profunda, que vai muito além da temática LGBT. 

Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo

Um dos livros mais doces que eu já li, “Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo” é uma história sensível, cativante e divertida sobre dois meninos que estão descobrindo o que o mundo é e como eles se inserem nele. Sim, a descoberta da sexualidade faz parte da trama, mas a história vai muito além disso podendo agradar também aqueles que não se interessam pela temática LGBT, pois as reflexões e os questionamentos de Ari e de Dante dizem respeito a quem eles são enquanto pessoas. Além disso, a trama apresenta um forte núcleo familiar e uma narrativa deliciosamente poética que é impossível de largar.

8 comentários:

Rayssa Bonai disse...

Olá! Já tinha ouvido falar de Aristóteles e Dante descobrem Os Segredos do Universo, mas ainda não conhecia os outros dois. Adorei vocês criarem esse tipo de coluna, isso com certeza é um diferencial para o blog, adorei!♡ Estou animada para as para as próximas seleções dessa coluna. Beijos!

Rayane B. de Sá disse...

Oiii ❤ Concordo, as vezes dizemos que não gostamos de um gênero literário sem nem ao menos conhecê-lo, ao fazer isso podemos estar deixando de conhece e algo que gostaríamos muito se dessemos uma chance. Isso aconteceu comigo esse ano, me apaixonei por um thriller, gênero que eu julgava não fazer meu estilo, mas que fiquei encantada após iniciar a leitura.
Achei tão legal vocês fazerem um post assim, é muito importante posts que façam as pessoas refletirem o quanto estão perdendo por não dar uma chance a algo que nunca leram.
A capa de Aristóteles e Dante é linda, adorei os detalhes, a Editora caprichou! ❤

Ludyanne Carvalho disse...

Ah, eu gosto de literatura lgbt, apesar de não ter lido muitos livros do gênero.
Gostei das indicações, me apaixonei pela escrita do Benjamin através de Aristóteles e Dante.

Beijos

Renata Varela disse...

Oi!
Eu amo livros com temática LGBT+! Sempre gostei de livros com protagonistas LGBT+, e Aristóteles e Dante é um dos meus favoritos. John Boyne é um autor incrível e eu já tenho As Fúrias... Tô só esperando o momento certo pra ler.

Beijos

renatavarelaescreve.blogspot.com

O Vazio na Flor disse...

É como dizer que não gosta de escarola sem nunca ter a provado! rs
Literatura é isso!
Por isso,adoro essa coluna, pois sempre dá para pegar indicações.
Já tinha visto e lido algo por cima de Aristóteles e do quanto este livro é delicado,mas ainda não tive a oportunidade de conferir.
Faltou na lista Me Chame Pelo Seu Nome, que foi um livro bem marcante a mim, pela ternura e doçura com que o romance aconteceu!!!
Beijo

Ana I. J. Mercury disse...

Gosto muito de romances lgbt são sempre emocionantes e mostram o quanto é importante lutarmos contra o preconceito.
As fúrias invisíveis do coração e Aristóteles e Dante eu já queria ler ha tempos e esse do Baldwin fiquei curiosa.
Bjs

Luana Martins disse...

Oi!
Adoro esse post do blog!
Gosto de muito de romances com esse tema, no momento até agora só li Leah, fora de sintonia.
Quero poder ler mais livros LGBT, vou colocar os 3 livros na lista de desejos.
Obrigada pela dica, beijos!

Gabriela CZ disse...

Três livros que quero muito ler, Alê e Mari. Estou devendo pra mim mesma a leitura de mais livros com a temática LGBT. Ótimo post.

Beijos!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger