terça-feira, 13 de janeiro de 2015

RESENHA: A Queda dos Cinco

“Entro no beco e vou direto até os mogadorianos. Seus olhos vazios se voltam para mim ao mesmo tempo. Por um instante, aquele velho e familiar calafrio me percorre, a sensação de ser um fugitivo. Eu o espanto; desta vez, escolho lutar em vez de fugir.” (LORE, 2013, p. 212).

***

Após os eventos auspiciosos do terceiro livro da saga Os Legados de Lorien, estava com a expectativa em alta para o volume seguinte, A Queda dos Cinco. Para minha satisfação, a expectativa não foi apenas alcançada, mas completamente superada. 

ATENÇÃOa sinopse (parágrafo abaixo) CONTÉM SPOILERS do livro anterior. O restante da resenha é SPOILER FREE. 

Os lorienos se reuniram e agora só falta encontrarem o Número Cinco. Mas se apreenderam alguma coisa com a última batalha, é que não estão prontos para a guerra com os mogadorianos, tampouco para derrotar seu líder supremo. Agora chegou a hora de treinarem, de desenvolverem seus legados, de apreenderem a trabalhar em equipe e de planejarem os próximos passos com cautela. 

Já mencionei o quanto a narrativa de Pittacus Lore é envolvente, e desta vez não foi diferente. Com três pontos de vista distintos, mas complementares, a estória é narrada em primeira pessoa por personagens-chaves, que possuem vozes marcantes e inconfundíveis. Diferentemente dos livros anteriores, a troca de ponto de vista acontece com menos frequência, deixando a narrativa menos picotada, condensando os eventos em sessões maiores. 

Como sempre, o autor sabe fazer uma sucessão de eventos empolgantes e que se tornam ainda mais empolgantes à medida que a estória avança. Esta ascensão, sempre marcada por muita ação, tensão e adrenalina, culmina em um final imprevisível e de tirar o fôlego. Para a minha surpresa, li o livro apenas em dezoito horas, e tenho certeza de que teria terminado antes se não tivesse outros afazeres. 

Apesar do livro ser uma mescla entre aventura e ficção científica, o autor soube dosar com perfeição outros elementos, como romance e drama, sem deixar de lado momentos mais descontraídos e engraçados, arrancando risadas do leitor. 

A evolução dos personagens é tremenda, pois todos, sem exceção, mostram sinais de amadurecimento e compreendem a situação em que se encontram. Finalmente minha crítica constante sobre a irresponsabilidade de John/Número Quatro deixa de existir, visto que o protagonista se conscientizou de sua missão e do perigo que suas ações impensadas podem acarretar. 

As interações dos personagens também foram bem desenvolvidas, pois  Lore aproveita os conflitos, receios e desejos de cada um para fortalecer as relações entre eles. Além disso, agora que estão unidos, a busca por respostas é maior do que nunca, então vemos os lorienos levando a sério não apenas seu treinamento, mas também a necessidade de descobrirem mais sobre si mesmos, seus legados e seus destinos. 

Como este livro ostenta o logotipo “Full Fathom Five” na contracapa, a curiosidade me instigou a pesquisar sobre o que se tratava. Foi então que descobri que James Frey, um dos autores da saga que escreve sob o pseudônimo de Pittacus Lore, fundou uma empresa, a "Full Fathom Five", que consiste em uma “fábrica de escrever livros” (book-writing factory). 

A justificativa de Frey é de que há muitas estórias que deseja contar e lhe faltaria tempo para escrevê-las, de modo que optou pela parceria com jovens escritores, supervisionando o trabalho destes. Jobie Hughes, coautor do primeiro livro, abandonou o projeto por discordar das regras de Frey. Não encontrei a informação sobre a autoria dos demais livros, se Frey continua com apenas um coautor, se os substitui a cada livro, ou se optou por trabalhar em equipe. Seja qual for a resposta, o fato é que a saga mantém-se coesa e coerente, e independentemente de quem seja a mente por trás das obras, não se percebe nenhuma mudança no estilo narrativo, tampouco falhas na trama. 

Controvérsias a parte, A Queda dos Cinco é, sem sobra de dúvidas, o melhor livro da série e seu único defeito é ser curto demais. Mais uma vez, os ganchos deixados para a sequência são promissores, e mal possa esperar para conferir A Vingança dos Sete

Título: A Queda dos Cinco (exemplar cedido pela editora)
Autor: Pittacus Lore
N.º de páginas: 287
Editora: Intrínseca 

17 comentários:

Desbravadores de Livros disse...

Oi, Alê. O Marcos resenhou o primeiro livro lá no Blog. Ainda não tive a oportunidade de ler nem esse quanto o anterior.
Confesso que narrativas envolventes são sempre o ponto chave de conquista na leitura. Não sabia ainda que “Full Fathom Five” era uma saga, poxa. O que não seria de nós sem essas curiosidades incansáveis, não é? rs
Pela indicação de melhor livro da série, preciso acompanhá-la urgentemente.
Não muito diferente de sempre: adorável resenha.

http://desbravadoresdelivros.blogspot.com.br

Ana Clara disse...

Oi Alê!

Nunca li nenhum livro dessa série, mas todo mundo fala tanto e tão bem que vontade não falta. Apesar de preferir livros únicos, gosto bastante de séries também, mas sempre deixo para lê-las quando tenho todos os livros. Odeio esperar para ler a continuação, principalmente quando me agrada muito. Adorei essa ideia da empresa.

Beijo!
http://www.roendolivros.com/

Rízia Castro disse...

Não faz muito meu estilo de leitura, por isso nunca comecei essa série
Mesmo assim, adorei a dica =)
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Paula de Franco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula de Franco disse...

Oi, Alê.

Eu tenho os 4 primeiros livros na estante e até o momento li apenas o primeira. Eu adorei a leitura do primeiro e me encantei com o Quatro. Algo nisso me lembrou Divergente. kkkk' Mas uma parte que me marcou na leitura desse primeiro e quando ele diz que está cansado e que apenas queria falar a verdade e dizer que ele é o Número Quatro. Chorei no final do livro e espero em breve continuar a leitura. Fiquei contente que há um amadurecimento dos personagens durante a estória. E meio que agora sei que existem mais Lorienos juntos. Pelo primeiro livro conheci apenas dois e agora sei que viram mais. Me lembrei que quando eles juntos a proteção sai e podem os matar sem ser na ordem. Ahhhh' Preciso continuar a serie.

Beijos.
Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

thayna ta disse...

Fico feliz quando a expectativa do leitor é superada. A narrativa do autor parece ótima mesmo. Já vi outras resenhas aqui mesmo no Ac, e vi a admiração pela série. E por ler praticamente 300 páginas em 18 horas foi pouco. Nada adianta ler rápido se não entender. Não curto ficção científica. Mas pelo jeito que tu fala, o autor parece fazer o certo, sem exagerar e ficar repetitivo. Até que enfim mudou um tanto a opinião sobre John. E o autor fez bem mesmo, os personagens tem de madurecer, ficarem mais legais no nosso ponto de vista. Bom ter sido o melhor da série.
Abraços Alê.
ThayQ.
leituras-insanas.blogspot.com.br

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Realmente preciso conferir essa saga de tão bem que você fala dela, Alê. Mas principalmente porque parece ter um pouco de tudo que gosto. E bom saber que apesar das controvérsias nos bastidores a trama não sofreu. Ótima resenha.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Pedro Santtos disse...

Este livro é muito bom eu não fazia noção, eu já tinha ouvido até falar mais sinceramente ainda não tinha tido interesse como tenho agora, logo vou em busca dele... Abraços...

http://www.umcontoliterario.com/

Literatura Vip disse...

Oi Alê!
É tão bom acharmos um livro mega bom a ponto de querermos mais páginas né?
Q bomq gostou, n conhecia a série e vou procurar p ver!!
Bjoss!!

www.leituravipblog.com

Rafaela. disse...

Oi, Alê!

Sempre tive receio de ler essa série, pois o filme não me agradou. Entretanto, depois de ler sua resenha, fiquei curiosa. Parece ser muito bem escrito, desde a linguagem até os personagens e a história em si.

Beijocas.
http://artesaliteraria.blogspot.com.br

Guilherme Dias disse...

Olá!!
Eu tenho o primeiro livro desta série aqui para ler, mas quero ter a saga toda antes de começar haha. Pelo que li na sua resenha eu vou gostar muito dessa série, adoro livros que são repletos de ação, aventura e suspense!!
Abraços!!
Enjoy The Little Things

Aymée Meira disse...

Gente, nem sabia que Frey escrevia em co-autoria. A série de livros é tão homogênea... assustada. hahaha Pelo menos, não acontece o que vem ocorrendo com os livros do James Patterson (caos hahaha)

beijos,

Amy - Macchiato

Petra Henning disse...

Oi Alê!
Que legal essa informação do Full Fathom Five. Eu sou apaixonada pela serie, li o livro, mas não reparei nesse detalhe.
Essa história é sensacional! Acho a premissa muito bacana e diferente do que vemos por ai hoje.

Abraços!
Petra | Na Próxima Página...

Mariana Ogawa disse...

eu ainda não li nenhum livro da coleção, mas eu estou super curiosa e com essa resenha ele entrou na lista do: para ontem ;) (esperando saber se já acabou ou qual é a previsão para poder começar)

meus parabéns pela resenha é muito dificil fazer uma resenha de livro de coleção sem fazer spoilers! mas vc fez isso \0/ !!! e obrigada pelo aviso do primeiro paragrafo: pulei e assim evitei os spoilers
sem falar no comentário sobre a informação na capa foi demais!!


Nardonio disse...

Tem coisa melhor do que ver nossas expectativas serem superadas?!?! Ler um livro em 18 horas já mostra o quão bom e envolvente ele é. Outra coisa legal é ver que a série só vai melhorando a cada volume lançado. E isso é um perigo, pois já esperamos que o próximo seja bem melhor. Enfim, agora é aguardar e torcer pra que o próximo seja tão bom, ou até melhor que esse.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Vitória Pantielly disse...

Oi Alê :D

Sempre vejo o pessoal comentando sobre a série, mas tenho a impressão de que pra mim será uma leitura parada! O que gostei de descobrir na resenha foi em como o autora trabalha o amadurecimento dos personagens, é uma das coisas que aprecio em série. Ainda estou na dúvida quanto a leitura, mas se me deparar com os livros tentarei a leitura.
Bjs

Amanda Pampaloni Pizzi disse...

Que coisa doida!
Então pode ser que ele seja o autor ou não? Bem, o importante mesmo é a narrativa ser coesa e agradar o público, e já ouvi muito sobre essa série, tanto que a comprei numa promoção e ela está só me esperando!
Beijos.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger