domingo, 3 de maio de 2015

RESENHA: Sobre a Escrita

“Muitos anos se passaram – anos demais, eu acho – até que eu perdesse a vergonha do que escrevia.” (KING, p.45, 2015)

Qualquer leitor que já se aventurou pelas histórias de Stephen King sabe que sua mente é um terreno fértil. Esses leitores sabem também que mais que criar ótimas histórias, ele sabe como sugá-los para dentro delas. Seus livros tendem a ser imensos (alguns ultrapassam as mil páginas), mas dificilmente as páginas pesam. Na verdade, nem as sentimos passar. Sabendo disso por experiência própria, há anos tenho vontade de ler a “autobiografia / livro de dicas e reflexões sobre o processo de escrita” de Stephen King.

“Sobre a escrita” é um livro diferente de qualquer outro porque não se encaixa em nenhuma categoria. Ele é sim uma autobiografia, mas não exatamente. É também um livro de dicas, mas – de novo – não exatamente. Ainda assim é um livro que cumpre muito bem as duas propostas.

Dividido em quatro partes, na primeira, que o autor chama de “Currículo”, temos a parte biográfica. Composta por trechos curtos, ela está longe de ser uma biografia tradicional, já que não segue ordem cronológica, nem se preocupa com muitos detalhes. Nela, King conta alguns episódios que marcaram sua vida e que, ele acredita, ajudaram a moldar o escritor que é hoje, afinal o moldaram como pessoa. Por serem escritos pelo próprio King, e sem a intenção de ser um retrato fiel de cada etapa de sua vida, os episódios apresentam mais o que significaram para o autor, como ele se sentiu diante deles e como o impactaram, do que os detalhes envolvidos. A infância, as peripécias com o irmão, a morte da mãe, o dia em que conheceu sua esposa Tabitha, as primeiras recusas de contos, as primeiras histórias (escritas, editadas e impressas no porão de casa e vendidas na escola por 25 centavos, já fazendo sucesso entre os colegas – mas nem tanto entre os professores), como recebeu a notícia da publicação de seu primeiro livro (“Carrie”), como entendeu que era um alcoólatra e que precisava eliminar o vício de sua vida, entre outros episódios, são contados com a mesma fluidez, naturalidade e riqueza narrativa que somos acostumados a ver em seus romances e contos. Eu já havia lido uma biografia de Stephen King (“Coração Assombrado”, resenha em breve), então já conhecia alguns desses episódios, mas redescobri-los através dos seus olhos tornou tudo mais intenso (ao contrário do que se pode imaginar de uma autobiografia, em que o autor teria a propensão de amenizar certas coisas).

“Currículo” é para todos, fãs ou não, que se interessam por saber quem é Stephen King. O restante do livro, porém, é para aqueles que se interessam pelo processo de escrita. Antes de ler “Sobre a escrita” eu acreditava que o livro baseava-se em reflexões de King sobre como escreveu seus livros e alguns recursos que empregou, mas não é exatamente isso (embora seja também). “Sobre a escrita” é, de fato, um livro de dicas. Um livro em que King responde as perguntas que ninguém nunca lhe faz em entrevistas e palestras: as perguntas sobre linguagem. King fala sobre construção de frases, parágrafos, diálogos e diversos outros aspectos que, acredito, podem entediar quem não escreve ou não tem vontade de escrever. Para os aspirantes a escritores que já trabalham em suas produções originais (grupo em que me enquadro) ou para aqueles que têm uma vontade adormecida, mas nunca encararam a tela em branco e o desafio de escrever ficção, “Sobre a escrita” é a sacudida e o balde de água fria juntos. Impossível continuar dormindo.

Como era se de esperar, o autor cita exemplos de livros que o marcaram (por serem bons ou não) e ainda presenteia o leitor com duas listas que somam 180 títulos considerados por ele alguns dos melhores que leu nos anos que antecederam a publicação de “Sobre a escrita”, entre eles “Criança 44”, “O Poeta”, “Um Cântico para Leibowitz”, “Harry Potter” e outros de autores como Charles Dickens, Elmore Leonard, Donna Tartt, Dennis Lehanne, Graham Greene, Thomas Harris, Ian McEwan, Tolstoi, John Le Carré e Harper Lee, mostrando que seu gosto literário é bastante eclético.

Algo que muito me agradou na edição da Suma de Letras foi a opção de manter os originais em inglês junto da tradução para alguns dos exemplos que o autor dá (em especial na revisão da primeira versão do conto “1408”).

Stephen King é genial e, goste você do tipo de livro que ele escreve ou não, sua criatividade para criar e facilidade para contar histórias é indiscutível. Ele jamais conseguiria escrever uma simples biografia, tampouco um livro de dicas sobre o ato de escrever. O que ele escreve é uma combinação de ambos que se torna fascinante porque sua visão do processo criativo é fascinante e “Sobre a escrita” se torna um livro que merece esse adjetivo porque seu tema acaba sendo o próprio Stephen King. É a sua visão de sua própria vida, é a sua visão do que faz livros serem bons ou serem ruins. Para mim, foi uma leitura tão envolvente quanto as melhores de suas ficções (meu único problema foi ter que interrompê-la muitas vezes para colar post-its. Dicas. Muitas dicas. Preciosas dicas.)

Título: Sobre a Escrita (exemplar cedido pela editora)
Autor: Stephen King
Nº de páginas: 255
Editora: Suma de Letras

29 comentários:

Fernanda Ohashi disse...

Oi Mari!! Eu li um resenha desse livro há alguns dias e fiquei super interessada nele!! Eu nunca li nada do autor, mas ele é um sucesso absoluto, um gênio inquestionável e o livro parece ser muito bom! Fiquei curiosa com cada uma das partes :D
Beijos!! http://www.trocandodisco.com.br/

Inês Gabriela A. disse...

Olá,
Esse livro é incrível <3. Fiz uma resenha dele no blog cheia de paixão, devorei a obra, também interrompi muito a leitura para colar post-its e apreciei cada linha do que ele disse. A história de vida do mesmo é sensacional e suas dicas são valiosas demais.
Beijos.
Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

Kelly Muniz disse...

Confesso que ainda não li nada sobre o autor Mas todosss falam que os livros dele são ótimos. Doida aqui para ler algum. Bjss

http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

Maurilei Teodoro disse...

Este é um dos poucos livros do King publicados por aqui que ainda não tenho. Mais um para minha lista de compras.

bomlivro1811.blogspot.com.br

RUDYNALVA disse...

Mari!
Gosto das biografias e a de King me parece que foi completa, com a parte pesoal da vida dele e também com todo processo da escrita de seus livros. E qual fã não quer conhecer melhor seu ídolos?
Desejo uma semana de concretizações pessoais!
“O amor é de essência divina e todos vós, do primeiro ao último, tendes, no fundo do coração, a centelha desse fogo sagrado.” (Allan Kardec - O Evangelho Segundo o Espiritismo)
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Janna disse...

Oi Mari =)
Fiquei conhecendo esse livro através de uma amiga que super fã do King, eu ainda não li nenhum livro dele, mas vontade não me falta, sou louca para ler, espero em breve conhecer a escrita desse autor e depois ler sua autobiografia.
Gostei demais da sua resenha, nos faz entender bem do que o livro trata.

BeijOs!!!
@jannagranado
@lpdiversao
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Luana Lorraine disse...

Eu ouvi falar desse livro através do canal da Tati Feltrin, ainda não tive força/coragem pra encarar esse tipo de leitura, aliás, acho que ando em uma vibe para coisas mais tranquilas, mas a resenha ficou incrível :)

Denise Aquino disse...

Nunca li nada do Stephen King por ser muito medrosa para o gênero terror/suspense, mas morro de vontade de abrir uma exceção ao autor, por ele ser genial. Gostei da ideia desse livro, bem interessante pra quem admira o poder da escrita.
E dessa síndrome de parar a leitura pra usar post-it eu entendo muito bem e faço parte, hahaha.

Beijão,
http://surmelody.blogspot.com.br/

Ariane Reis. disse...

Oie Mari =)

Infelizmente não consigo curtir os livros do Stephen King. Já tentei ler várias vezes, mas a narrativa dele não me envolve =(
Fico feliz que tenha gostado e aproveitado bastante a leitura ^^

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Gabriela Silva disse...

Eu nunca li um livro desse autor, mas eu já vi várias pessoas dizendo que ele é incrível. Por isso, eu gostaria de um dia ter a oportunidade de ler algum trabalho dele sim, especialmente depois de ler a sua resenha!
Mil Beijos!
http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

gih disse...

Oi Mari, tudo bem??? Eu nunca li nada do autor. Na verdade, comecei a ler Celular e abandonei. Mas tenho muita vontade de ler Misery e agora esse. Adicionei a minha lista de desejados, heheh e vou tentar adquirir em breve =D
Dicas sobre escrita são sempre válidas, ainda mais quando vem de um autor renomado :)
Um beijão
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Diane disse...

Muitas pessoas já me indicaram livros de Stephen King , mas , mesmo com todas essas indicações eu acabei nunca lendo :)
Espero que crio coragem e esse ano leia alguma de suas obras .

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Isadora Oliveira disse...

Ainda não li nada sobre o autor, mas pelo que vi esse livro é válido até pra quem não curte os gêneros que ele escreve porém se interessa pelo ato de escrever. Dica boa, Mari ;)

Beijo,
Atena.X.Afrodite

disse...

Já coloquei na lista de "quero ler em breve"! Me parece fascinante e vai me ajudar muito. Você escreve muito bem, por falar nisso.
Você comentou que gosta de filmes antigos no meu blog, então acho que você vai ADORAR meu blog principal, o Crítica Retrô: http://www.criticaretro.blogspot.com.br/
Beijos!

Luis Carlos disse...

Sei que o Stephen King é um grande autor, pois já vi muita gente comentando positivamente sobre suas obras, mas ainda não tive a oportunidade de lê-las. Esse livro parece ser ótimo, principalmente para quem gosta de escrever algo, porque nele contém algumas dicas de escrita. Adorei a resenha!

Gabriela CZ disse...

Esse já estava na minha lista e agora acaba de ser sublinhado, duas vezes. [rs] Seus comentários me deixaram ainda mais curiosa, Mari. Aparentemente King traz nele muito do que preciso. Mas antes quero ler pelo menos uma de suas obras de ficção. Ótima resenha.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Caverna Literária disse...

Esse SK é um gênio <333 adorei sua resenha, ainda não li o livro mas imagino que seja bem o que você citou, mais do que uma biografia, e sim dicas aos autores iniciantes

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
Tem resenha nova no blog de "Para Sir Philip, Com Amor", vem conferir!

Cecília Vieira disse...

Já tinha visto esse livro do King, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Gosto da escrita dele, embora não tenha lido muitas obras. Creio que essa é interessante justamente pela oportunidade de aprender sobre a escrita com um gênio literário. Acho que vai agradar muita gente.
Beijos!

Fernanda disse...

Claro que esse livro esta entre meus desejados, adoro Stephen King, sua resenha está show de bola Mari, parabéns!

Daily of Books

DominO Simmons disse...

oie mari... eu só li um livrinho do Stephem o gênero terror não faz muito a minha cabeça mas adorei esse livro desde que vi uma resenha em vídeo da Tati Feltrin e ela falou que depois da leitura desse livro ficou com vontade de escrever alguma coisa, você também sentiu isso?
Mô beijos

Bruna Aguiar disse...

Oi, Mari! Stephen King, apesar da qualidade indiscutível - como você mesma disse, não é o tipo de leitura que me agrada, mas meu marido AMA e vou dar a dica pra ele :) Beijos!!

http://chezb.com.br/

Sil disse...

Oi, Mari.
Apesar de já ter lido vários livros do autor, não gosto muito dos livros dele hehe. Acho que ele enrola muito no começo e os livros só ficam bons mesmo do meio para frente. E apesar de você ter elogiado o livro, não tenho interesse em ler.

Blog Prefácio

Luan Jonathan disse...

Oi Mari! Mega adorei a sua resenha, eu tenho uma grande curiosidade de ler as obras do King, principalmente essa que você está resenhando e também os outros livros do autor, ele, sem dúvida, é um gênio da literatura atual e há vários que estão se destacando como ele, parabéns pela resenha, gostei muito!!

Abraços e até!

http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

Tereza Alves disse...

OMG! Dizer que quero mt esse livro é pouco,amei sua resenha me fez querer ainda mais esse livro *+*

Maisanara F. disse...

Oi Mari, o livro parece ser realmente bom. Nunca li um livro dele, apenas assisti à algumas adaptações de seus livros para o cinema. Gosto muito de ler livros de terror e com certeza ainda vou ler livros dele. Bjus.

Nadja disse...

Nunca li os livros de Stephen, mas é impossível não conhecê-lo, a sua escrita é famosa por levar os leitores à loucura. Tenho vontade de ler, mas receio que seja muito assustador. Acho que essa autobiografia poderia me ajudar a entender um pouco mais da sua escrita para me preparar para o terror em cada folha.
Achei impressionante o caso dele ter vendido por 25 centavos suas histórias ainda quando estava na escola. Gostaria de tê-lo conhecido naquela época.

Ju Ribeiro disse...

Oi, Mari!
Eu ainda não tive o prazer de ler os livros do Stephen King apesar dos esforços incessantes do meu namorado (é o autor favorito dele). Mas fico feliz que você tenha gostado :)

Beijo!
http://www.raciocinacomigo.com/

Nardonio disse...

Não sou fã de (Auto)Biografias, nem livros de dicas, mas, se tem uma personalidade a qual leria algo do gênero, essa seria o Stephen King. Acho-o incrível. O bom desse livro é que ele não tem essa pegada autobiográfica, nem didática. Claro que vou querer dar uma conferida nesse.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Ana I. J. Mercury disse...

Que LEGAAAAAL!!!
Estou louca para ler esse. Mais até do que os outros de ficção dele kkkkkkkk
Porque com esse além de termos dicas sólidas e naturais para a escrita, ainda conheceremos mais do autor, suas preferencias de leitura e até da vida mesmo, pelo jeito.
Acho que ele escreve (pelo que dizem,porque nunca li nada dele), com o <3 e então, pode nos ensinar a puxar a ideia, o entusiasmo e a nossa própria escrita la de dentro da gente, sem seguir pré-conceito, e sim, fazer o que faz parte nós e consequentemente um trabalho melhor.
Outro que estou querendo!! kkk
bjãooo

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger