sábado, 24 de outubro de 2015

RESENHA: Difamação

“E, por manter tudo trancado por tanto tempo, Catherine tornou o segredo grande demais para vir à luz. Como um bebê que cresceu além da conta para ser parido por meios naturais, o segredo precisará ser arrancado. O ato de mantê-lo oculto quase se tornou maior que o segredo em si.” (KNIGHT, 2015, p.25)

Catherine acabou de se mudar para uma nova casa com o marido. Em meio à mudança, ela encontra um livro que não lembra de ter comprado e começa a ler por mera curiosidade, mas qual não é a sua surpresa ao perceber que a história narrada foi vivida por ela e que o livro traz à tona um segredo que ela vem guardando há muitos anos?

Narrado sob dois pontos de vista, “Difamação” traz de um lado Catherine, e sua angústia após ter descoberto o tal livro, e de outro, Stephen, o responsável por fazer com que o livro tenha chegado até ela. Os capítulos são curtos, conferindo agilidade à narrativa, e a conjugação verbal no tempo presente dá um tom imediatista à obra, causando certa estranheza, mas nada que interfira na leitura.

Desde a primeira página, Renée Knight joga com o leitor. Nada é o que parece e as opiniões que desenvolvemos sobre a trama e os personagens mudam milhares de vezes até chegarmos à última página. Para cada mistério que vemos ser revelado, outro surge para ocupar o seu lugar e, enquanto isso, percebemos que nada é exatamente o que parece. Assim, “Difamação” não é um livro de uma grande reviravolta, mas de várias pequenas reviravoltas que mantém o leitor curioso e alerta.

A cada momento a autora adota uma estratégia inteligente. A princípio, o leitor acompanha, concomitantemente, uma Catherine apavorada e um Stephen enfurecido e magoado, mas mesmo estando dentro da cabeça de ambos os personagens o leitor desconhece o que faz com que se sintam assim. Tudo que ele sabe é que, seja qual for o tal segredo, este é o elo entre os dois personagens e o coloca um contra o outro (as visões de vilão e vítima são contraditórias), mas fica difícil tomar lados quando não se sabe o que está no centro da questão. Também é interessante que, mesmo que o leitor esteja no escuro sobre o que aconteceu e qual é o conteúdo do livro, ele sabe algo que Catherine desconhece, que é a identidade de quem está fazendo isso com ela. Ou seja, nesse aspecto quem está no escuro é a personagem e o leitor tem a resposta (mas não sabe o que fazer com ela).

Mas é quando o segredo vem à tona que as coisas ficam verdadeiramente interessantes. Se a princípio ele parece sem graça, logo fica claro que existem camadas na história que ainda não foram reveladas e que a brincadeira de mostra-esconde ainda não terminou. Nesse momento, Knight deixa de se focar no mistério para focar nas consequências dele na vida dos personagens. Além disso, o único mistério revelado aqui é o conteúdo do livro, mas ainda não é possível ter certeza de que a história narrada seja uma versão fiel dos fatos, de modo que um mistério é eliminado, mas outro permanece.

É dessa forma que a autora brinca o tempo inteiro com as certezas do leitor, com o que ele sabe e o que apenas acredita que sabe, e com os equívocos das primeiras impressões. Aliás, nenhum acontecimento e nenhum personagem passam incólumes de uma avaliação errônea, o que me deixou admirada, especialmente por se tratar de um livro tão curto. E mesmo que Catherine seja a protagonista, é Stephen quem passa pela evolução mais interessante no decorrer da obra (não entro em detalhes para evitar spoilers).

Embora eu ache que Knight tenha escondido um pouco suas cartas a fim de surpreender no final, isso não chegou a me incomodar porque para mim o grande destaque do livro foi a maneira engenhosa que ela encontrou de contar a sua história. Devo dizer, porém, que fiquei com uma sensação de falta de carisma que não sei apontar de onde vem. Talvez tenha sido a extensão da minha leitura (quase o dobro do que normalmente levo para um livro desse tamanho), algo que sempre me incomoda.

Em sua estreia literária, Renée Knight conta sua história como um quebra-cabeças que desafia o leitor a descobrir o quanto primeiras impressões são confiáveis e o quanto qualquer história é apenas uma versão de algum acontecimento.

Título: Difamação (exemplar cedido pela editora)
Autora: Renée Knight
Nº de páginas: 235
Editora: Suma de Letras

24 comentários:

Diane disse...

Oi ...
Acredito que irei gostar bastante desse livro :)
Para uma estreia , os seus comentários está muito bons e o autor já conseguiu me ganhar .
Beijos

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Thalita Branco disse...

Gostei da resenha, havia lido uma outra que me desanimou, mas agora acho que me interessei pelo livro novamente. É ler para ver :)

EntreLinhas Fantásticas | Curta nossa página no Facebook! Em breve SORTEIO do Dia das Bruxas!

Ycaro Brito disse...

Mari, de cara já gostei do livro. Esses dias li um livro com a mesma proposta, um livro contando a história de uma pessoa e muitos segredos, foi Tudo o que ela sempre quis. Mas, Renée Knight conseguiu me prender mais ainda apenas com os comentários elogiosos que fez à ela. Essas histórias de quebra-cabeças me encantam bastante e não posso perder os segredos de Catherine.

Laís Lubrani disse...

Nossa, que bacana! Você divulga livros aqui que eu, na minha ignorância, nunca havia ouvido falar antes. Muito legal mesmo, dá vontade de ler todos!
Parabéns pelo trabalho!

www.chadefirulas.com.br

Laís Lubrani disse...

Nossa, que bacana! Você divulga livros aqui que eu, na minha ignorância, nunca havia ouvido falar antes. Muito legal mesmo, dá vontade de ler todos!
Parabéns pelo trabalho!

www.chadefirulas.com.br

Gabriela CZ disse...

Antes tinha achado a premissa desse livro apenas curiosa, mas agora achei interessantíssima. Mari, seus comentários me fizeram querer ter esse livro em mãos agora mesmo. Quero saber que segredo é esse e como afetou a vida dos dois. Preciso ler. Ótima resenha.

Sobre esse incômodo ao levar o dobro do tempo normal com uma leitura, também sinto isso. Acho que é normal. Uma época até achava que isso acontecia quando não gostava tanto da leitura, mas depois de um tempo me dei conta de que alguns livros precisam de mais tempo. Mas ainda me incomoda. [rs]

Abraços!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Sil disse...

Olá, Mari.
Eu não conhecia esse livro ainda. Sempre vejo livros resenhados aqui, que não vejo em nenhum blog. isso é um diferencial, parabéns. Já coloquei na minha lista de desejados. Adoro livros assim, que ao autor brinca com o leitor e não sabemos de verdade o que é real. E os mistérios presentes, só servem para me deixar ainda com mais vontade de ler.

Blog Prefácio

Jess Sena disse...

Oi, tudo bem?
Que bacana.
Adorei o post e a dica do livro, ainda não conhecia.

Ps: Você comentou na nossa postagem "como me tornei leitor(a)" e vim te fazer um convite, nos envie sua história por e-mail saymybook@hotmai.com *-* não importa como foi, queremos compartilhar nossos diversos caminhos para um mesmo fim. nos ajude manter a coluna ativa. bj <3

@saymybook
saymybook.blogspot.com

Camila Monteiro disse...

Eu ADOREI! Esse vai pra minha estante com certeza. Adoro essa coisa de desvendar aos poucos as peças que vai aparecendo... Dica antorada =)

www.vidacomplicada.com

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Mari! Estou ansiosa para ler Difamação! Beijo!

www.newsnessa.com

RUDYNALVA disse...

Mari!
A priori o livro parece ter um enredo interessante, segredos que vão sendo desvendados aos poucos, vilão e vítima, mudanças de comportamento e evolução das personagens em um quebra cabeças sem fim...
Lendo sua resenha, fiquei na dúvida se quero ou não ler.
“Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele.”(Victor Hugo)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

Daniella Souza disse...

Oi, Mari!
Não conhecia o livro, mas depois da sua resenha me deu vontade de ler. Adoro livros com segredos. <3
Vou já colocar na minha lista. ^^
Beijo

http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

Ana Clara disse...

Oi Mari!

Não conhecia esse livro. É claro que fiquei extremamente curiosa com o segredo da mulher. Imagino a sensação dela, tentar esconder algo de todo mundo e encontrar esse segredo estampado na frente dela. Deve ser desesperador mesmo. Agora, também queria muito saber o que levou Stephen a fazer isso com ela.

Beijo!
http://www.roendolivros.com

Daniela Silva disse...

Oi Mari!
Já vi esta capa várias vezes e gostei de conferir sua resenha. Parece ser uma leitura envolvente. :)
beijos ♥
nuclear--story.blogspot.com

Ariane Reis. disse...

Oie Mari =)

Uma das coisas que mais gosto do blog de vocês, é que sempre descubro livros novos e interessantes que não vejo em lugar nenhum. Adorei a premissa de Difamação! Gosto de narrativas inteligentes com esse "que" de mistério.


Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary


Mari Zavisch disse...

Olá, tudo bem?
Não tinha ouvido falar desse livro ainda, mas a sua resenha fez com que eu interessasse muito pela história.
Uma trama diferente das outras que já li e escrita de uma forma melhor ainda. Adoro quando o livro mostra mais de um ponto de vista. Vou procurar saber mais sobre ele :)
Parabéns pela resenha!
Beijos

Galáxia dos Desejos

Rafaela. disse...

Oi, Mari!

O livro tem uma proposta bem instigante. Fiquei curiosa para lê-lo, especialmente porque amo histórias que mexem de algum forma com o leitor. Além disso, pude perceber que a autora soube criar bons mistérios e, mais do que isso, os apresentou e desenvolveu muito bem.
Ótima dica!

Beijocas.
http://artesaliteraria.blogspot.com.br

Evelyn Almeida disse...

Que premissa interessante hein, fiquei curiosa para ler.
Post it & Livros

Cida disse...

Oi Mari! Eu gosto de histórias onde o autor deixa o leitor cheio de dúvidas e sem ter certeza de absolutamente nada, tenho interesse em ler a obra e espero que os mistérios tenhas esclarecimentos coerentes.

Bjos!! Cida
Moonlight Books

Mariele Antonello disse...

Sua resenha está muito boa, não conhecia esse livro, achei a história bem diferente.
Nesse momento não pretendo ler esse livro, quem sabe futuramente.

Carolina Garcia disse...

Oi, Mari!
Tudo bem?

Eu não conhecia esse livro ainda, mas sua resenha está ótima!
Fiquei bem curiosa para saber o que teria nesse tal livro secreto, mas não tanto para comprar a edição agora. Até porque a situação está difícil. Hahahaha
Vou adicionar o título na minha lista para o futuro.

Bjs!

livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Rose Gs disse...

Olá!!
Mais um livro super interessante que conheço aqui.
De inicio não gostei, pela capa não compraria, mais lendo sua resenha vi que é bem intrigante , gosto muito de livros assim de pirar o cabeção, quando agente pensa que ta desvendando munda tudo e o final nus surpreende, quero muito ler, fiquei super curiosa.
Bjocas

Ana I. J. Mercury disse...

Parece ser um livro bem instigante e envolvente, e esse segredo deu um toque mais dramático até.
Vou querer ler sim.
Anotado aqui!!
E que capa linda, hein?!
bjos

Ju M disse...

Nossa, nunca tinha ouvido falar desse livro e foi uma surpresa agradável descobri-lo. Já nos primeiros parágrafos da resenha decidi que vou lê-lo. Achei a premissa muito original, nunca vi nada do tipo e estou mega curiosa para saber do que se trata o tal livro e o segredo.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger