quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

RESENHA: Prince of Thorns

Prince of Thorns Trilogia dos Espinhos
Quando criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato de sua mãe e irmão mais novo. Entretanto, em vez de vingança, o rei selou um acordo comercial com os responsáveis pela morte da rainha e do filho. Tomado por ódio e desejo de vingança, Jorg foge da corte e passa a liderar uma irmandade de mercenários. Na estrada, o príncipe descobre o mundo e a guerra, perdendo os últimos vestígios de sua inocência. 

A narrativa de Prince of Thorns é em primeira pessoa, a partir do ponto de vista de Jorg, sendo que somos jogados dentro de sua mente sedenta por vingança e poder. Em um primeiro momento, me causou certo estranhamento a personalidade quase psicopática do protagonista, porém, com o desenvolver da estória entendemos quais são seus motivos e como ele se tornou uma pessoa tão fria. 

Como esperado, o primeiro livro da trilogia tem a tarefa de introduzir personagens e cenário, de modo que senti que a estória demorou um pouco para começar de verdade. De toda forma, o texto de Lawrence é fluido, sendo que a leitura não se torna cansativa em momento alguma. E quando a ação propriamente dita começa, esteja preparado para prender o fôlego. 

O cenário de Trilogia dos Espinhos é bastante criativo, porém, o leitor não recebe grandes explicações sobre este universo. Alguns pontos — que foram essenciais para o desenvolvimento da estória no primeiro livro — permaneceram bem “nebulosos” e imagino que serão esclarecidos nos próximos livros. 

“Quando estiver em dúvida, deixe o ódio dominá-lo. Normalmente eu rejeitaria esse conselho. Ele faz um homem ser previsível. Mas ali, naquele salão miserável de ossos, era tolice se preocupar. O ódio era o que eu tinha para me aquecer.” (LAWRENCE, 2017, p. 146)

Quanto ao desfecho, fiquei bastante surpreso com um plot twist que chegou na hora certa para apimentar a trama. Entretanto, fiquei incomodado que o protagonista tenha dependido da sorte para conseguir alcançar seu objetivo, o que me pareceu uma escolha preguiçosa por parte do autor. 

Admito que também esperava ver mais magia ao longo da estória. Ela aparece em alguns momentos, mas ainda não entendemos como funciona, havendo apenas insinuações sobre a forma que os magos conquistaram este tipo de poder. 

Prince of Thorns foi um início promissor e certamente irá agradar aqueles que gostam de livros sobre jogos de poder. Seguindo a jornada de um anti-herói inescrupuloso e que faz de tudo para alcançar seus objetivos, Lawrence criou uma obra de fantasia diferente de tudo o que já vi neste gênero.

Esta edição (caprichadíssima, diga-se de passagem) conta com os três livros da Trilogia dos Espinhos: Prince of Thorns, King of Thorns e Emperor of Thorns

Título: Trilogia dos Espinhos Omnibus
Autor: Mark Lawrence
N.º de páginas: 925
Editora: DarkSide Books
Exemplar cedido pela editora

10 comentários:

Nessa disse...

Oi Alê
Sempre fui curiosa para ler essa trilogia e esta edição ficou maravilhosa. Lendo agora sua resenha a história não era bem o que eu imaginava, ainda sim tenho vontade de conhecer a trama.

Beijinhos
https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Gabriela CZ disse...

Estava dividida sobre essa trilogia, Alê. Pois já li tantos comentários negativos quanto positivos. Mas com seu aval creio que devo ler. E essa edição única está mesmo linda. Ótima resenha.

Beijos!

Naiara Fidelis Da Silva disse...

Eu fiquei muito curiosa sobre este livro, logo quando lançou esta edição lindíssima, porém até tenho dúvidas se compensa mais comprar esta ou os três livros separadamente.

Eu gosto de livros neste estilo e tenho certeza que será uma aposta certeira.

RUDYNALVA disse...

Alê!
Acredito que o fato de Jorg ter 13 anos e atitudes de 20, se deva ao fato de ter amadurecido rapidamente e de forma dolorosa, a vingança alimentou seu crescimento e sua sede de encontrar quem afetou sua mãe e irmão, acredito que por isso ele seja mais inteligente do que os garotos de sua idade.
E com essa realidade nua e crua, desejo fazer a leitura do livro.
“Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
cheirinhos
Rudy
TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

Ludyanne Carvalho disse...

Essa edição é um espetáculo!
Pensava que se tratava de terror, e fiquei surpresa em saber que é uma fantasia. Mas não é o tipo de fantasia que me atrai...
Foi bom conhecer melhor esse livro.

Beijos

Entre histórias disse...

Oii Alê, amei a resenha, quero muito ler essa trilogia, principalmente por ter jogos de poder, acho muito chato quando o autor faz uma coisa forçada tipo a sorte que o protagonista teve para alcançar o objetivo.
-Beijos,Carol!
http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

Mariana M... disse...

Darkside nunca decepciona quando o assunto é marketing e design e convenhamos: os dois sobre essa obra foram pesadíssimos. A narrativa em primeira pessoa, com um protagonista tão atípico deve ser realmente confusa e instigante, mas o que me afasta dessa obra é que você não é a primeira pessoa a comentar que o livro peça na ambientação, infelizmente. De todo modo, vou aguardar mais um pouco antes de decidir ou não comprar

Ana I. J. Mercury disse...

Oi Alê,
que capa linda, adorei!
Mas confesso que não curti a premissa.
Não é bem o tipo de livro que leio, e pelo jeito é bem brutal.
bjss

Patrini Viero disse...

Gosto muito das apostas da editora para títulos literários. Eles são sempre inovadores e interessantes. Com relação a esse livro, gosto da forma como o protagonista foi construído, principalmente porque o autor nos apresenta os motivos para essa construção. Uma maior participação do elemento mágico daria bastante riqueza ao livro, mas ainda assim acho que vale a pena fazer a leitura. A edição está realmente linda!

Carolina Santos disse...

Eu já li essa trilogia em e-book e quero comprar o livro físico mas eu fico em dúvida se compro essa edição de colecionador maravilhosa ou se compro comprou os três livros em volume único eu gosto muito do protagonista que sinceramente é bem fora do comum eu gosto de ver a evolução dele conforme a história

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger