domingo, 13 de novembro de 2011

RESENHA: Alta Tensão

“Esse movimento súbito pegou Myron desprevenido. Um cemitério combina tanto com uma escola quanto um professor puxando uma arma para você dentro de uma sala de aula. Myron tinha cometido um erro, ficara excessivamente confiante e baixara a guarda. Um erro e tanto.” (COBEN, 2011, pag.100)

Há muito que o nome “Harlan Coben” constava na lista de autores que eu queria ler. Várias de suas tramas me pareciam interessantes e o título de “o mestre das noites em claro” fez com que eu tivesse bastante expectativa ao ler “Alta Tensão”, livro lançado esse ano, e o primeiro que li dele.

Na trama, Myron Bolitar (já conhecido dos fãs do autor) é abordado por Suzze T. , sua amiga e cliente, para a ajudar em uma questão familiar: seu marido Lex, também cliente de Myron, saiu de casa ao ver uma mensagem no facebook que dizia que o filho que Suzze estava esperando não era dele. Na tentativa de ajudar a amiga, Myron acaba se deparando com sua cunhada, Kitty, casada com seu irmão mais novo com quem não fala há 16 anos. Eis que os dois casos se envolvem e Myron se depara com uma série de segredos bem guardados e com suas trágicas conseqüências.

Com todos os comentários a respeito dos livros de Coben, eu esperava um livro eletrizante, de tirar o fôlego da primeira a ultima página. Aquele tipo de livro que você começa a ler e não quer largar. Não foi assim. Mas isso não quer dizer que eu não tenha gostado de “Alta Tensão”. Quer dizer apenas que talvez eu tivesse expectativas altas demais para com o livro.

A leitura flui leve e rápida. Coben escreve com simplicidade, utilizando freqüentes tiradas de humor e referencias pop. É um livro bastante gostoso de ler, mas para mim, em termos de trama, valeu mesmo pelo desfecho. Confesso que não imaginava que as peças que encaixariam da maneira como se encaixaram. A revelação foi, de fato, uma surpresa. A trama é bem elaborada, bem contada e, na hora certa, todas as respostas nos são dadas de forma interessante.

Talvez eu teria me envolvido mais na história caso conhecesse Myron Bolitar de outras aventuras, já que essa era bastante pessoal para ele, ou seja, talvez “Alta Tensão” não tenha sido a escolha ideal para eu começar a ler Harlan Coben (sim, eu disse começar, porque ainda pretendo ler outros livros do autor), mas ainda assim posso dizer que é uma leitura que vale a pena.

Título: Alta Tensão
Autor: Harlan Coben
Nº de páginas: 271
Editora: Arqueiro

1 comentários:

Patrícia D. de Aguiar disse...

Olá! Eu tenho vontade de ler outros livros do Harlan Coben, pois gostei muito do título Não Conte a Ninguém. Recomendo por não se tratar de uma trama deste personagem (Myron Bolitar). Mas a leitura é agradável e rápida. O desfecho da trama também é exatamente como você descreveu: surpreendente!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger