sábado, 7 de janeiro de 2012

RESENHA: Marilyn e JFK

“Marilyn está morta, JFK também.
Talvez eles tenham se amado. Talvez.” (Forestier, 2008, p.283)


Na Feira do Livro do ano passado, me deparei com um livro que há muito despertara a minha atenção, mas que depois não havia mais visto. Estou falando de “Marilyn e JFK”, livro de François Forestier, uma biografia diferente que não tem a intenção de focar na vida política de John Fitzgerald Kennedy, nem no estrelato de Marilyn Monroe e sim no relacionamento nos dois.
Biografias podem, muitas vezes, ser enfadonhas, mas em “Marilyn e JFK” encontramos um relato rápido dos principais fatos que levaram a ascensão de cada um deles. Destaque para o prelúdio que conta em um ritmo frenético o assassinato do presidente. Impossível desgrudar os olhos, tamanha agilidade da narração. Para mim, a melhor parte do livro.
Só pelas inúmeras teorias da conspiração envolvendo as mortes tanto do presidente quanto da atriz, é de se esperar que um livro que tem a intenção de contar ambas histórias seja atrativo e prometa muitas emoções.  
J.Edgar Hoover, a máfia e Frank Sinatra, são algumas entre as figuras que não poderiam faltar nesse livro, mas tudo isso está presente para colocar em contexto os relacionamentos “amorosos” de Kennedy, desde seus tempos de senador até a presidência, assim como os de Marilyn, ao longo de sua ascensão e decadência. Esse é o foco principal do livro. De resto, conhecemos muito pouco sobre essas pessoas, principalmente sobre Kennedy. Cito Jackie, a primeira dama, como exemplo. Apenas as suas reações diante das inúmeras traições do marido ganham destaque. Nada mais sabemos sobre ela. Por isso digo que o livro mostra apenas uma faceta Kennedy e de Marilyn, mas essa era justamente a intenção a que o autor parece ter se proposto. No caso de JFK o que vemos é o lado mulherengo do presidente. O retrato de um homem que quer apenas se divertir e não se importa com mais nada, muito menos política. Marilyn, por sua vez, é retratada como uma mulher frágil, que sonhava com a glória e sendo ciente do seu poder de sedução, usava-o como arma para atingir seus objetivos e preencher suas necessidades afetivas.
“Marilyn e JFK” não é uma biografia como todas as outras. Narrada de forma rápida, mas rica em detalhes na medida certa, é uma compilação de fatos de duas vidas diferentes e de como essas duas vidas se entrelaçam. São acontecimentos reais que mostram algumas das facetas do homem que nasceu John e morreu “Mr. President” e da mulher que nasceu Norma Jeane e morreu Marilyn Monroe: a diva.

Comente e participe da promoção "150 seguidores"
Título: Marilyn e JFK
Autor:
François Forestier
Nº de páginas: 302
Editora: Ponto da Leitura

2 comentários:

Aione Simões disse...

Oi Mariana!
O livro me pareceu mesmo diferente de outras biografias, pelo que você falou, por conta dessa agilidade da narrativa e das tantas teorias envolvendo as mortes deles!
Eu li uma biografia da Marilyn e achei muito interessante, então fiquei curiosa pra ler esse livro!
Deve ser muito bom!
Beijos!

Lari disse...

Oii!

Eu não curto biografias, mas essa parecer ser bem diferente.
Gosto muito da Marilyn e acho que daria uma chance pro livro.

Beijocas

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger