sexta-feira, 4 de maio de 2012

RESENHA + PROMO: O Ladrão de Casaca

“ – Por que (...) eu teria uma aparência definida? Porque não evitar o perigo de uma personalidade sempre idêntica? As minhas ações são suficientes para me identificar.” (LEBLANC, 2011, p.41)

Eu provavelmente deveria ter vergonha de confessar, mas nunca tinha ouvido falar em “O Ladrão de Casaca” de Maurice Leblanc até pouco tempo. Foi ao pesquisar no vasto catálogo da editora Martin Claret que o livro me chamou a atenção, isso porque tem o mesmo título de um filme de Alfred Hitchcock – que nada tem a ver com o livro, diga-se de passagem. A sinopse me despertou interesse no mesmo instante. O nome “Arsène Lupin” me era familiar, mas eu jamais soubera que ele era um ladrão e de um tipo bastante peculiar: um ladrão astuto, audacioso e absolutamente adorável.

Em “O Ladrão de Casaca” Leblanc presenteia o leitor com nove ótimos contos protagonizados por Lupin e é impossível não se deixar envolver pelo personagem. Ao final de cada conto eu tinha um sorriso no rosto. Lupin é educado, um perfeito cavalheiro. Um criminoso lendário por suas façanhas e por sua indecifrável aparência. Um mestre do disfarce, Lupin adquire novas feições, novos trejeitos e, claro, um novo nome, a cada caso. Isso torna a leitura ainda mais divertida. Em alguns contos demora-se a descobrir qual dos personagens é Arsène Lupin. O autor faz seu protagonista enganar o leitor tão bem quanto engana os outros personagens nas histórias e mesmo quando está claro quem é Lupin ainda assim o mistério permanece, pois nunca se sabe qual o seu plano. Eu lia cada linha, cada frase, pensando se ali estava camuflada uma pista. Diversão pura.

Meu preferido é “O Caso do Sete de Copas”, o sexto conto apresentado no livro. O mais longo e mais intrigante dentre todos. Destaco também “O cofre-forte da sra. Imbert” - que vem na sequência – o único caso em que Arsène Lupin foi enganado. O conto que encerra o livro “Herlock Sholmes chega tarde demais” traz o lendário detetive de Arthur Conan Doyle, apenas com o nome levemente alterado, mas com a sua essência totalmente preservada. Eu devo dizer que adorei ver Lupin vencer o “maior detetive do mundo” (aspas bem grandes, porque o maior detetive do mundo é Hercule Poirot e tenho dito!) até porque o ladrão francês é infinitamente mais carismático que o detetive inglês.

Convém destacar ainda que mesmo sendo um criminoso, Arsène Lupin comete apenas crimes “inofensivos” e com isso quero dizer que jamais matou alguém. Inclusive sua educação é tanta que até avisa sua vitima do crime que cometerá, como no conto “Arsène Lupin na prisão”. Intrigantes notas nos jornais e esporádicas ajudas à policia na captura de (outros) criminosos são outras artimanhas de Lupin.

A edição da Editora Martin Claret conta ainda com uma introdução que faz um apanhado geral sobre o personagem: suas características, os diversos nomes adotados, suas aparições, entre outros aspectos. Para quem nunca teve um contato anterior com Lupin é bastante interessante e, no meu caso, me deixou com ainda mais vontade de mergulhar de vez na leitura e conhecer esse personagem.

Eu não consigo apontar nenhum aspecto negativo no livro. O autor acerta em cheio tantos nas histórias criadas como em sua maneira de contá-las e seu brilhante personagem é, claro, a grande estrela da festa.

Além de ser uma leitura agradável e divertida, por se tratar de um livro de contos “O Ladrão de Casaca” é lido rapidamente e ao final se quer mais. Eu fiquei na expectativa de encontrar Arsène Lupin de novo e saber o que mais ele é capaz de aprontar, mas na verdade já sei do que ele é capaz: de tudo – no bom sentido, claro.

Título: O Ladrão de Casaca
Autor: Maurice Leblanc
Nº de páginas: 194
Editora: Martin Claret


Agora vamos a PROMOÇÃO! Em parceria com a Editora Martin Claret, estaremos sorteando um exemplar de “O Ladrão de Casaca” de Maurice Leblanc. Para o sorteio, estaremos usando o Rafflecopter. Você pode se inscrever usando a sua conta do Facebook ou seu e-mail. A partir disso, o formulário é auto-explicativo.

A promoção encerra no dia 19 de junho e o resultado será divulgado, no blog e no twitter, até três dias após o encerramento.

O vencedor será contatado via e-mail, tendo até três dias para responder com seus dados. Decorrido o prazo sem manifestação do vencedor, novo sorteio será realizado.



a Rafflecopter giveaway

10 comentários:

Thyeri Bione disse...

Mari, eu tomei um susto quando vi que tu tinhas resenhado esse livro, pois eu descobri ele essa semana, também vasculhando o catálogo da Martin Claret. Achei o livro bem interessante, e depois de ler a tua resenha, é certo que também irei pedir para a editora. Mas ainda irei demorar um pouco para pedir, pois tem outros livros que estou querendo faz tempo, mas com certeza esse é um da minha lista.

Beijos.

Suzana Sabino disse...

Olá!
Acredita que eu também nunca tinha ouvido falar desse personagem? Pra falar a verdade, nem desse autor.
Mas eu gostei bastante da sua resenha e fiquei bem interessada em conhecê-los.
Gosto muito de contos (recentemente li Histórias Extraordinárias, do Poe) e se for uma histórias com mistérios intrigantes, como esses parecem ser, é ainda melhor.

Bjs.

Saritha Naara disse...

Quando li a resenha, o que chamou mais a atenção foi o estilo do protagonista, criminoso sem aparencia hehehehhe, a primeira coisa que percebemos em um personagem é a aparencia... Ladrao muito bem desfarçado e que se passa despercebido por todos, ótima abordagem, um mistério tambem sempre me cativa a leitura. Bom quero logo ter a oportunidade de ler o livro na integra =D ansiosa.

Ricardo Biazotto disse...

Também demorei e muito para conhecer o autor e esse personagem, mas tudo o que vi sobre ele só dá vontade de ler. Achei a ideia do autor fantástica e o personagem também parece ser incrível. Mudar a aparência e o nome para conquistar "suas missões", e ainda vencer Sherlock - apesar do nome - só aumenta a curiosidade rs
Aaah, também acho que o Poirot é o melhor detetive, apesar do Sherlock uma figura única. \o/

Parabéns pela resenha.
Ah, participando da promoção, é claro.

Abraços
Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

Bookcase disse...

Achei muito interessante este livro e este ladrão kkkkk gostei muito do que ele faz no bom sentido ta galera,espero ganhar pra saber melhor da vida deste ladrão de casaca ;D

Livros & Citações disse...

Eu estou me reeducando para pegar o costume de ler contos. Eu achava eles bem irritantes porque eu sempre queria mais da história e saia frustada mas se eu ganhar juro que leio com carinho hsuahusa

;*
Beijão
www.livrosecitacoes.com

@ Moda e Eu. disse...

Adorei!
:D
beijos, Blanc
MODA e eu

Adriana Medeiros Roque disse...

Divulguei o seu sorteio no meu blog, pode ajudar a divulgá-lo também?
http://minhavelhaestante1.blogspot.com.br/2012/05/promocoes-na-blogsfera.html

Cris Aragão disse...

Esse livro é um clássico, eu que adoro livros de contos o li há um bom tempo atrás, apesar de a edição não ser uma muito bem cuidada, era tipo livro de bolso além de ser um livro bem antigo, eu me deliciei com as histórias desse ladrão tão versátil.

Maíra Souza disse...

Participo! =)

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger